Quarta temporada de ''Silêncio Mortal'' estreia no ID

NOVA TEMPORADA DE ''SILÊNCIO MORTAL'' UTILIZA ENTREVISTAS PARA REVIVER INVESTIGAÇÕES DE CRIMES HEDIONDOS
Divulgação

A partir de terça-feira, 6 de julho, às 21h20 o ID estreia a quarta temporada de SILÊNCIO MORTAL (Silent Dead), série que recapitula as intricadas investigações de casos que poderiam ser retirados de roteiros cinematográficos, mas foram cometidos por criminosos que servem de prova de que o mal existe e está à espreita.

Em episódios de uma hora, a produção utiliza depoimentos de vítimas que sobreviveram, além de dramatizações na reconstituição dos crimes e das investigações que os sucedem. O estilo narrativo da série privilegia o suspense e os fatos se desenrolam sem que se saiba qual será o momento crucial que fará a diferença entre sobreviventes e vítimas fatais.

Cada episódio destaca um crime que entrou para os arquivos policiais como emblemas da crueldade humana, desde os momentos que antecedem assassinatos, enquanto as mentes criminosas elaboram planos sofisticados para satisfazer sua necessidade por morte, a atmosfera sombria que cerca os homicídios e o trabalho de detetives e peritos forenses que buscam os culpados enquanto tentam oferecer justiça às famílias das vítimas.

Entrevistas exclusivas com as vítimas e seus familiares, oficiais da polícia, além de jornalistas que trabalharam na cobertura dos casos completam o panorama oferecido pela série e deixam claro que, por mais difícil que seja acreditar, tudo aquilo aconteceu.

No episódio de estreia, SILÊNCIO MORTAL conta com o relato arrepiante de Donna Ferres para retornar a 1979 e narrar os acontecimentos que a fizeram lutar pela vida. Na época com 24 anos, Donna era uma jovem que tinha o sonho de fazer faculdade. Para custear seus estudos universitários, ela trabalha em uma fábrica de caixas e economiza o quanto podia do salário. Depois de desentendimentos com o chefe, Donna pediu demissão e começou a trabalhar no turno da madrugada em uma loja de conveniência. Apesar dos riscos, ela podia pagar a faculdade e assistir às aulas durante o dia.

A madrugada de 3 de agosto de 1979 era mais um turno que parecia normal. Às 3h30, entrou na loja um rosto familiar, mas que Donna não conseguiu reconhecer de imediato. O homem pediu ajuda a Donna com o carro que, segundo ele, não dava partida. Donna saiu da loja e mergulhou em uma sequência de eventos trágicos que quase lhe levaram a vida. Donna foi ameaçada com uma faca, levada até um terreno baldio, estuprada e esfaqueada.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem