Profissionais da Globo e do SporTV passam a contagem regressiva de 20 dias para o início dos Jogos Olímpicos já em solo japonês

Divulgação Globo

Centenas de profissionais vão contar, na cobertura multiplataforma da Globo, do SporTV e do ge.globo, histórias que só os Jogos Olímpicos são capazes de proporcionar. Mais de 50 deles estarão em Tóquio, sede do evento, e já começaram a desembarcar no Japão. Pedro Bassan, Guilherme Pereira, Carol Barcellos, Tiago Medeiros e Eric Faria já passarão a marca de 20 dias para os Jogos, neste sábado, dia 3 de julho, na capital japonesa. Durante os Jogos, a TV Globo terá mais de 200 horas de transmissões ao vivo, principalmente de provas que envolvam atletas brasileiros e as grandes decisões, além das cerimônias de abertura e encerramento. Para quem não quer perder um momento sequer dos Jogos, o SporTV terá quatro canais com programação especial e mais de 40 sinais com competições ao vivo. Já o ge.globo traz cada detalhe do evento, com notícias, quadro de medalhas, estatísticas e vídeos curtos com os melhores momentos de cada dia olímpico. No Globoplay + Canais ao vivo, a cobertura da TV Globo e do SporTV com todos os sinais reunidos em um só lugar para que o público possa ver onde e como quiser. 

Pedro Bassan vai para sua sétima cobertura olímpica. Mesmo com tanta experiência, ele sabe que essa edição dos Jogos, será diferente de todas as outras: “A presença da torcida vai estar limitada, mas o esforço dos atletas pede uma grande cobertura, seguindo, claro, todos os protocolos implantados por causa da pandemia de coronavírus. Será uma emoção participar da cobertura de Jogos tão especiais e ser os olhos e o coração da torcida brasileira em Tóquio”. Em sua primeira cobertura olímpica fora do país, Guilherme Pereira está curioso para acompanhar a reação dos japoneses ao evento. "Com certeza esta edição vai ser bem diferente do que a gente está acostumado Tenho uma certeza: vamos ver algo histórico acontecer. E são essas informações que queremos apresentar, com toda a emoção e detalhes, na cobertura da TV Globo e do SporTV".

 

Para Carol Barcellos, os Jogos terão um simbolismo além dos resultados: “Diante de tudo que estamos vivendo, os recordes e as medalhas ganham outro contexto. O verdadeiro papel desta edição dos Jogos Olímpicos é mostrar o papel do esporte, que é inspirar, motivar, trazer valores e esperança. Vai ser uma edição de histórias de superação e inspiração. Será uma chance de o esporte mostrar o quanto é grandioso”.

 

Neste sábado, dia 3, na marca da contagem regressiva de 20 dias para os Jogos, o SporTV2 exibe, ao vivo e com exclusividade, as semifinais do Pré-Olímpico de Basquete. A seleção brasileira, que segue em busca da única vaga olímpica em disputa no torneio, enfrenta o México, às 7h30. A final acontece no domingo, às 14h30, também com transmissão ao vivo do SporTV2. No ge.globo, o tempo real das partidas decisivas. Também no sábado, o ‘Globo Esporte’, mostra como foi o reencontro dos jogadores da seleção brasileira masculina de vôlei, com o técnico Renan Dal Zotto, recuperado da covid. O programa também conta a história do baiano Keno Marley, do boxe, que representará o Brasil em Tóquio. Campeão olímpico da Juventude em 2018, seu nome é uma homenagem ao cantor Bob Marley e ao Grand Canyon, um dos pontos turísticos mais conhecidos dos Estados Unidos. 

 

O ‘Esporte Espetacular’ abre o domingo olímpico da TV Globo. Na estreia da série “Crônicas do Uchôa”, Marcos Uchôa traça um perfil do bicampeão mundial de surfe Gabriel Medina, que chega como favorito para a conquista de uma medalha em Tóquio. Na volta do “De Papo com a Madrinha”, a cantora Claudia Leitte, madrinha do Time Brasil, entrevista o central Lucão, do vôlei. O jogador fala sobre a expectativa para mais uma disputa olímpica e, fã de música, revela que era roqueiro, mas virou micareteiro. O vôlei segue como destaque no quadro “Capitães”, com um bate-papo entre duas medalhistas da modalidade: a levantadora Fofão e a central Fabiana, capitães das equipes que conquistaram o ouro em Pequim-2008 e Londres-2012, respectivamente. Já o segundo episódio da série “Atletas do Meu Brasil” faz uma homenagem a Hortência, um dos maiores nomes do esporte brasileiro; e “Minha Medalha” relembra o ouro de Emanuel, no vôlei de praia, nos Jogos de Atenas-2004. Também craque das areias, Bruno Schmidt conta ao repórter Guido Nunes como foi sua recuperação depois de ter 70% do pulmão comprometidos pela covid. No fim do dia, “A Construção do Atleta”, série especial do ‘Fantástico’, mostra a dura rotina de treinos de grandes atletas olímpicos, como os ginastas Simone Biles e Arthur Zanetti, e o judoca Teddy Rinner.

Trabalho de despedida de Tino Marcos na Globo, uma série especial do ‘Jornal Nacional’ apresenta, a partir de segunda-feira, dia 5, a relação do Brasil com algumas das modalidades olímpicas. Em parceria com Kiko Menezes, Tino viaja o Brasil para conhecer personagens que vivenciam o esporte de acordo com o lugar onde moram. No mesmo dia, o ‘Jornal da Globo’, inicia a série de cinco reportagens “Sentidos Olímpicos”. Comandada pelo repórter Guilherme Roseguini, terá a visão como tema do primeiro episódio. A atleta Nathalie Moellhausen, da esgrima, e especialistas explicam como atletas reagem a movimentos aparentemente imperceptíveis das armas e acertam seus rivais em milésimos de segundo. 
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem