Travel Box Brazil estreia série inédita sobre faróis da costa brasileira

Divulgação

Os principais faróis da costa brasileira e os aspectos que envolvem sua importância são tema da série inédita Luzes da Amazônia Azul, que estreia na próxima terça-feira, 6 de julho, no canal Travel Box Brazil. A produção é assinada pela Larty Mark Digital, com direção de Wiltonauar Moura.

Dividida em 13 episódios de 26 minutos cada, exibidos às terças-feiras às 20h30, com reprises semanais, a série apresenta ao telespectador todas as circunstâncias que envolvem o funcionamento de um farol, bem como relembra a história de cada um deles e entrevista pessoas que trabalham nestes locais.

O primeiro episódio se passa no arquipélago de São Pedro e São Paulo, pertencente ao Estado de Pernambuco. A região é considerada a mais inóspita do país, em que só é possível ter acesso por meio de navio. Por conta disso, o roteiro foca na rotina dos trabalhadores e cientistas para entender como é o dia-a-dia de quem permanece em um local tão isolado.

O programa também procura explorar a vida marítima e os arredores dos lugares percorridos. No quarto episódio, por exemplo, a produção da série passa pelo famoso Farol da Barra, em Salvador/BA, e aproveita a ocasião para visitar o Museu Náutico da Bahia. Também estão inclusos entre os episódios passagens pelos faróis Rocas (Atol das Rocas, RN), Abrolhos (Caravelas, BA), Garcia D’Avila (Salvador, BA), Moela (Santos, SP), Salinópolis (Salinópolis, PA), Barra do Chuí (Chuí, RS), Preguiças (Barreirinhas, MA), Ilha da Paz (São Francisco do Sul, SC), Pedra Seca (Cabedelo, PB), Cabo Branco (João Pessoa, PB), Ilha Rasa (Rio de Janeiro, RJ), Cabo Frio (Cabo Frio, RJ), Barra (São José do Norte, RS) e Orange (Oiapoque, AP).

O diretor da série explica que a ideia surgiu durante as gravações do documentário ‘Desvendando Abrolhos’, que, inclusive, está em exibição pelo Travel Box Brazil. “Estive no Arquipélago de Abrolhos, na Bahia, para as gravações do documentário, quando fui apresentado ao Farol Abrolhos. Conheci muitos detalhes sobre a construção e sua importância para a navegação que julguei importante compartilhar”, conta Wiltonauar. “Depois, li o livro ‘Luzes do novo Mundo’, que conta a história dos 250 faróis brasileiros e, dentre estes, selecionei 16 que estão na cobertura nacional chamada ‘Amazônia Azul’. Com isso, decidimos contar histórias não somente falando sobre estes monumentos históricos e arquitetônicos, mas também abordando o contexto cultural e a vida das pessoas que estão envolvidas”, afirma.

De acordo com a Marinha do Brasil, Amazônia Azul é como a costa brasileira é chamada (confira aqui), em seus 7,4 mil quilômetros de extensão e 3,6 milhões de quilômetros quadrados.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem