Documentário ''A Terra Proibida'', de Helena Solberg, estreia no Canal Brasil nesta quinta

Divulgação

Rodado em 1989 mas ainda inédito na TV, o documentário ''A Terra Proibida'' traz uma discussão sobre o papel da Igreja na sociedade brasileira e estreia no Canal Brasil, na quinta, dia 26/08, às 14h. O debate é entre a hierarquia conservadora, que acredita que a igreja deve ficar fora da política e se concentrar em salvar almas, e seguidores progressistas, que argumentam que a igreja deve assumir a causa da justiça social. Com a análise da realidade do Brasil da época, o filme também explora as raízes sociais, econômicas e políticas de lutas semelhantes sendo travada em toda a América Central e do Sul. O longa é assinado por Helena Solberg, considerada a única cineasta mulher do Cinema Novo. 
 
A Terra Proibida (1989) (59’)
INÉDITO E EXCLUSIVO
Horário: quinta, 26/08, às 14h
Classificação: 12 anos
Direção: Helena Solberg

Sinopse: "A Terra Proibida" examina as crescentes divisões dentro da Igreja Católica no Brasil. O conflito gira em torno de um debate sobre o papel que a Igreja deve desempenhar na sociedade moderna brasileira. Em um lado do debate está a hierarquia conservadora que sustenta que a igreja deve ficar fora da política e se concentrar em salvar almas. Do outro lado estão os seguidores progressistas da Teologia da Libertação, encabeçada por Leonardo Boff e Dom Pedro Casaldáliga, que argumentam que a igreja deve assumir a causa da justiça social. Através de sua análise da situação no Brasil, o documentário explora as raízes sociais, econômicas e políticas de lutas semelhantes sendo travada em toda a América Central e do Sul.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem