'Profissão Repórter' mostra a batalha de quem precisa provar a inocência na justiça

Divulgação Globo

Todos os anos, brasileiros são presos injustamente por crimes que não cometeram. O 'Profissão Repórter' desta terça-feira, dia 24, apresenta histórias de homens e mulheres vítimas de erros do sistema judicial, que viram suas vidas mudarem do dia para a noite. A repórter Mayara Teixeira, por exemplo, acompanha há dois anos a luta da família para provar a inocência de Igor Ortega Barcelos, condenado a 15 anos e seis meses de prisão por roubo e tentativa de latrocínio. Ele passou três anos em regime fechado até provar que não cometeu os crimes. A equipe do ‘Profissão Repórter’ estava com os familiares no julgamento, em 2019, que decidiu que Igor poderia responder pelas acusações em liberdade; e também este ano, quando ele finalmente foi inocentado.
 
Já Marcos Vinicius Souza dos Santos, jovem da periferia de Diadema-SP com deficiência intelectual, dificuldade de locomoção e epilepsia, foi acusado de participar de um assalto. Dois adolescentes e um motorista de aplicativo admitiram o crime e afirmaram não conhecer Marcos Vinicius. Mesmo assim, ele foi preso por roubo, corrupção de menores, receptação e porte ilegal de armas. O repórter Pedro Borges acompanha a mobilização da família para provar a inocência do rapaz. 
 
O 'Profissão Repórter' vai ao ar nesta terça-feira, dia 24, logo após ‘Verdades Secretas’.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem