Em 'Pega Pega', Sandra Helena é presa

Divulgação Globo/Estevam Avellar

Sandra Helena é uma personagem que vai além da carreira de Nanda Costa e também marcou sua vida. “Eu nunca tinha feito comédia, achava que não sabia fazer, morria de medo e me achava menos atriz por isso. Eu aprendi a gargalhar e perdi o medo com ela, foi libertador!”, revela a atriz, que acompanha a edição especial de 'Pega Pega'. “É uma novela que eu amei fazer. Me diverti do começo ao fim, era uma alegria dar vida à Sandra Helena, fora o clima nos bastidores. Sinto saudade daquele tempo”, conta. 
 
Depois de tanto lutar pela herança de Dona Marieta (Camilla Amado), a ex-camareira finalmente consegue ser reconhecida pela justiça como herdeira legítima da falecida. Para alcançar a graça, Sandroca fez até promessa: se livrar dos dólares do roubo do Carioca Palace em prol da caridade. Mas a alegria dela dura pouco. No capítulo desta quinta, dia 23, a milionária coloca o plano em prática, destina uma parte aos funcionários do hotel, em envelopes sem remetente, e deixa a outra no altar de uma igreja. Mas ela é perseguida pela polícia e acaba surpreendida dentro da igreja por Antônia (Vanessa Giácomo). Diante da evidência do crime, Sandroca se rende ao flagrante e é a terceira envolvida no roubo do hotel a ser presa.  
  
Em papo, Nanda Costa conta mais sobre a personagem e relembra bastidores de ‘Pega Pega’. A novela é escrita por Claudia Souto, com direção artística de Luiz Henrique Rios, direção de Ana Paula Guimarães, Dayse Amaral Dias, Luis Felipe Sá, Noa Bressane, e direção geral de Marcus Figueiredo.  
   
Entrevista Nanda Costa 
  
Qual a importância do personagem na sua carreira?  
Cada personagem que fiz tem uma importância grande na minha vida e na minha carreira. Afinal de contas quando estamos falando de novela, nos acompanham cerca de um ano, todos (ou quase todos) os dias. A Sandra Helena, por exemplo, foi fundamental na minha carreira. Eu nunca tinha feito comédia, achava que não sabia fazer, morria de medo e me achava menos atriz por isso. Eu aprendi a gargalhar e perdi o medo com ela, foi libertador!  ‘Pega Pega’ é uma novela que eu amei fazer. Me diverti do começo ao fim, era uma alegria dar vida à Sandra Helena, fora o clima nos bastidores. Sinto saudade daquele tempo. 
  
Qual a principal lembrança que ficou do trabalho?  
Logo nas primeiras semanas em que a novela tinha estreado, eu saí da gravação, fui encontrar uns amigos em um bar, e ainda não tinha sentido o retorno do público nas ruas. Confesso que ainda estava um pouco insegura, justamente por Sandra Helena ser tão diferente de tudo que tinha feito, não estava na minha zona de conforto. Daí lembro que fui ao banheiro e entraram duas pessoas falando de mim, da personagem, e imitando a gargalhada da Sandroca. A parte mais legal é que elas não sabiam que eu estava dentro da cabine. Parece besteira, mas isso me marcou e me deu alegria e mais segurança para eu me jogar ainda mais de cabeça nessa personagem.   
  
Lembra de alguma situação que marcou você nos bastidores da novela?  
Eu contracenava muito com João Baldasserini, meu grande parceiro e par romântico. João me ensinou demais, ele tem um tempo de comédia único. Lembro de ter ficado quase um mês sem encontrar o João no meio da novela, já que o personagem dele foi preso por causa do roubo do hotel. Então, ele passou um bom tempo sem gravar com o resto do elenco, ele estava tristinho. Sandra Helena tinha acabado de ser presa também, nós estávamos gravando vestidos de presidiários. João estava meio cabisbaixo, daí eu chamei ele para dançar um funk na hora do almoço, e eu gravei e postei esse vídeo. Ele deu uma viralizada, e assim surgiu a ‘loucodance’, uma espécie de dança louca e livre que fazíamos toda sexta-feira nos bastidores, com vários atores da novela. Isso antes mesmo de dancinha ser moda nas redes sociais. 
  
Do trabalho ao lado de João Baldasserini, Thiago Martins e Marcelo Serrado, o que destacaria?  
Eu tinha que me controlar para não rir fora de hora. Esses três foram parceiros maravilhosos, nos ensaios eu evitava olhar para o João porque podia ter crise de riso. O Thiago virou um irmão para vida inteira. E o Marcelo, com seu Malagueta impecável e preciso, era bonito de ver. Sou fã dos três. 
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem