Irene Ravache revisita a vilã Sabine na edição especial de 'Pega Pega'

Divulgação

Se em 'Pega Pega' a Sabine, personagem de Irene Ravache, é arrogante, como a própria veterana descreve, na vida real esse comportamento ficou de lado durante as gravações da novela. Em papo sobre a edição especial, a atriz relembra a trama e destaca o clima de amizade e descontração entre o elenco: “A alegria com que gravávamos marcou a todos, nos uniu até hoje. A prova é que, mesmo à distância, não nos largamos. Somos os ‘Peguenses’”, comemora Irene, referindo-se ao grupo que os artistas mantêm ativo desde a primeira exibição da novela.  
 
Ravache também revela que guardou uma recordação do Carioca Palace (hotel da trama), conta como se inspirou para viver Sabine e comenta a personalidade da personagem, desde sua relação com o filho adotivo, Dom (David Junior). 
 
‘Pega Pega’ é escrita por Claudia Souto, com direção artística de Luiz Henrique Rios, direção de Ana Paula Guimarães, Dayse Amaral Dias, Luis Felipe Sá, Noa Bressane, e direção geral de Marcus Figueiredo. 
 
Entrevista Irene Ravache 
 
Você gosta de revisitar e rever seus trabalhos? 
É a oportunidade que o profissional tem de reavaliar seu desempenho, ver se alguma cena faria diferente. As coisas mudam e a visão do ator sobre seus personagens, também.  
 
Com tantos personagens marcantes na carreira, o que destacaria de diferente em Sabine?  
Sabine é uma vilã de novela que, graças à competência da autora, Claudia Souto, tem leveza e humor. Mas não se enganem com ela! Sabine é arrogante, o espectador pode sentir isso desde a primeira cena. Compensa com um ferino senso de humor e como ama o seu filho adotivo! Pelo Dom, faz qualquer coisa, até loucuras! 
 
Se inspirou em alguém? 
Fazer a Sabine foi uma delícia, gravar essa novela foi uma experiência muito boa para todos nós, tanto que nos tornamos amigos. Eu não me inspirei em ninguém em particular, porém, já vi muitas pessoas com o nariz empinado, com atitudes arrogantes do gênero “sabe com quem você está falando?”. Essas pessoas quase sempre são muito complexadas, porque quem reconhece seu próprio valor não tem esse tipo de atitude, não precisa demonstrar. É cafona essa demonstração. É lamentável, mas ainda existe bastante gente a nossa volta com essa atitude de menosprezo.  
 
Como você descreve a relação dela com o filho, Dom? 
É uma relação muito doente por parte dela, começa porque ela roubou essa criança de uma família. Ela causou essa infelicidade. É uma atitude de amor? Não. É uma atitude de um extremo egoísmo, pensando apenas nela, e sem levar em conta o sofrimento que causou. Esse tipo de gente até diz que agiu por amor, mas é um amor que absolutamente não interessa, porque é um amor doentio. Ela comete loucuras, mas isso revela a personalidade desequilibrada dela. 
 
Qual a principal lembrança que ficou da época das gravações? 
A alegria com que gravávamos marcou a todos, nos uniu até hoje. A prova é que, mesmo à distância, não nos largamos. Somos os ‘Peguenses! ‘Pega Pega’ marcou seu elenco; estamos juntos, nos curtimos.  
 
Guarda alguma recordação da personagem, como peça de roupa ou objeto? 
O guarda-roupa da Sabine era muito elegante, mas fiquei com uma almofada com a marca do Carioca Palace. Inesquecível para todos nós!
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem