'Quanto Mais Vida, Melhor!': Giovanna Antonelli anuncia a chegada de Paula: 'Ela é um evento'

Divulgação Globo/João Miguel Júnior

Um furacão. Não espere nada menos de Paula Terrrare em 'Quanto Mais Vida, Melhor!'. Depois de ganhar da própria Morte (A Maia) uma segunda chance de viver, após passar por um acidente aéreo com Neném (Vladimir Brichta), Guilherme (Mateus Solano) e Flávia (Valentina Hersage), a presidente da Terrare Cosméticos retorna cheia de disposição para resolver tudo o que a deixa infeliz. A empresa dela entrou em crise durante a pandemia, e tem na Wollinger Comésticos sua principal concorrente no mercado. A presidente da companhia é Carmem Wollinger (Julia Lemmertz), a quem Paula chama ‘carinhosamente’ de Cascacu. O histórico de brigas entre as duas teve início no passado, quando Paula se casou com Celso Terrarre (Cândido Damm), ex-namorado da rival, morto em um acidente. Desde então, Carmem promete se vingar da viúva a quem atribui a culpa pela morte do grande amor de sua vida. E a proprietária da Wollinger Comésticos encontra em Marcelo (Bruno Cabrerizo), vice-presidente da Terrare e amante de Paula, o parceiro ideal para tentar derrubar a rival.

Workaholic, Paula coloca suas questões profissionais acima até da relação com a filha Ingrid (Nina Tomsic), que precisa ser estreitada com urgência. As duas vivem às turras, porque a empresária não tolera o perfil descolado da herdeira. Ao contrário da mãe, superfashionista, ela não se preocupa em se adequar a padrões estéticos e encontra afeto em Tuninha (Jussara Freire), governanta da cobertura na Barra, onde as três vivem.

O acidente de avião deixa ainda outra marca em Paula: nasce ali uma incontrolável atração por Neném. A princípio, ela passa a persegui-lo para fazer dele o novo rosto do creme masculino da Terrarre, mas, com o passar do tempo, percebe que quer algo mais sério com o jogador do que um relacionamento profissional. E vai fazer de tudo para conquistá-lo. Na entrevista abaixo, Giovanna Antonelli conta como nasce essa personagem.

Como você define a Paula?
Uma grande empresária. Competente. Rápida e inteligente. Cheia de autoestima e alto astral. Egocêntrica. Só pensa nela. Mandona e, ao mesmo tempo, divertidíssima. Ao longo da novela, também vai revelar outras facetas, porque ninguém é uma coisa só. A mesma Paula, dona de si, também é capaz de fazer as maiores loucuras por amor.

Comente a caracterização da Paula:
A conceituação da Paula foi realmente o que me trouxe toda inspiração para poder compor esse personagem cheio de tintas e nuances. Ela é solar, tem muita energia e usa um look total. Ela chega, chegando, sabe? Toda vestida de uma cor só, mas sempre muito vibrantes, cítricas, com tudo combinando. Roupa, bolsa e sapato e muita joia. Usa um cabelo bem escovado, duas mechas louras bem marcadas na frente do cabelo.  Ela é um evento. Um acontecimento (risos).

Qual é o seu maior desafio de interpretá-la?
Se eu sou acelerada e rápida, ela é três vezes mais! Um esforço danado físico e mental ser Paula Terrare. O bom é que me divirto muito! E vocês vão ver que a novela é muito ágil, tem muitos acontecimentos o tempo todo. Depois do acidente de avião, os quatro protagonistas passam a se encontrar a todo momento, passam a ter que se ajudar entre si, então isso faz com que eles passem a frequentar diferentes universos, o que é muito rico.

Como ela é como mãe? Como é a relação dela com a Ingrid?
Ela tem uma relação muito difícil com amar e ser amada. Sempre se sentiu rejeitada e sozinha. Às vezes, fere as pessoas por insegurança de ser preterida. Sua relação com a filha é bem complicada. Existe uma lacuna entre elas. Pela própria personalidade de querer controlar tudo, Paula não respeita muito a individualidade da filha, a quer mais feminina e decidida como ela.

Em quem se inspirou para viver a Paula empresária?
Primeiro na mulher brasileira. Sou profunda admiradora dessas guerreiras. Passo a vida observando e me inspirando nelas, no jeito como se jogam e vão à luta para sobreviver. Paula tem uma ambição real, muita sede de vida. Quando assume o comando da Terrare Cosméticos acha que precisa ser mão de ferro nos negócios. Aí, temos uma brincadeira, uma licença poética em ‘Diabo Veste Prada’ (risos). Ela é como a Miranda (Meryl Streep), que trata mal os funcionários e ama ser odiada por eles.

Como nasce a paixão dela pelo Neném?
O destino os aproxima. E como são bem diferentes, de mundos diferentes, isso de alguma forma a instiga. É justamente o fato de esse amor parecer improvável e impossível que desperta essa paixão nela. Paula adora um desafio. 
 
‘Quanto Mais Vida, Melhor!’ é um convite a uma viagem por um mundo divertido e lúdico, com estreia prevista para novembro. A próxima novela das sete é criada e escrita por Mauro Wilson, com direção artística de Allan Fiterman. É escrita com Marcelo Gonçalves, Mariana Torres e Rodrigo Salomão, com direção geral de Pedro Brenelli e direção de Ana Paula Guimarães, Natalia Warth, Dayse Amaral Dias e Bernardo Sá. No elenco, estão nomes como Vladimir Brichta, Giovanna Antonelli, Mateus Solano, Valentina Herszage, Elizabeth Savala, Marcos Caruso, Ana Lucia Torre, Mariana Nunes, Bárbara Colen, entre outros. A produção é de Raphael Cavaco e a direção de gênero é de José Luiz Villamarim.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem