TV Brasil estreia série de reportagens "O Futuro da Energia" nesta segunda (11/10)

Divulgação

Os telejornais da TV Brasil apresentam, a partir desta segunda (11), a série de reportagens "O Futuro da Energia", produção jornalística que vai mostrar como o Brasil está se preparando para enfrentar o problema provocado pela falta de chuvas.

O repórter Mauricio de Almeida e o repórter cinematográfico Eusébio Gomes viajaram de norte a sul do país e realizaram 15 matérias especiais. As reportagens vão ser exibidas entre os dias 11 e 15 de outubro nos telejornais Brasil em Dia, às 8h; Repórter Brasil Tarde, às 12h15; e Repórter Brasil Noite, às 19h.

Além da telinha da emissora pública, os veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) também disponibilizam o conteúdo em outras plataformas. A série "O Futuro da Energia" vai ganhar versões para a Agência Brasil que publicará matérias nos dias 12, 13 e 14, e para o programa A Voz do Brasil.

As reportagens sobre a situação da energia no país apontam temas relevantes como o aumento da produção de energia com redução do consumo de água na Usina Hidrelétrica de Itaipu, as formas alternativas de geração de energia, o potencial da energia nuclear e a recuperação de bacias hidrográficas.

Produção de energia na Usina Hidrelétrica de Itaipu

A equipe mostra o trabalho que está permitindo a Usina Hidrelétrica de Itaipu produzir mais energia com menor consumo de água. No primeiro semestre, a hidrelétrica que é líder mundial em produção de energia renovável conseguiu o melhor resultado da história.

O especial da emissora pública ainda mostra o projeto de reflorestamento da bacia do Rio Paraná que ajuda a melhorar a qualidade e a quantidade de água no reservatório de Itaipu. A iniciativa já garantiu o plantio de 24 milhões de árvores na região. Além dos técnicos de Itaipu, produtores rurais que ajudam no processo de recuperação das nascentes também foram entrevistados.

Novas fontes de energia: biogás, eólica e solar

A Usina de Itaipu também está ajudando a desenvolver outras formas de geração de energia. Um dos exemplos é o biogás gerado com dejetos de animais e restos de alimentos. Numa parceria com produtores rurais foram instalados biodigestores que transformam os dejetos em energia.

Na granja Colombari toda a energia consumida na propriedade que fica no Paraná é gerada pelo sistema de biogás. A série jornalística também apresenta projetos voltados para a energia eólica e solar. Novas fontes que poderão ser utilizadas para produzir o biogás são testadas nos laboratórios de Itaipu.

Equilíbrio energético com a Usina Angra 3

A energia nuclear é apontada como uma das alternativas para equilibrar o sistema energético do país. A produção mostra a visita realizada pela equipe da TV Brasil ao canteiro de obras da Usina Angra 3. A construção deve ser retomada em breve.

O trabalho deve gerar até dez mil empregos diretos e a previsão é de que tudo estará pronto no fim de 2026. As três usinas da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto vão poder abastecer sessenta por cento do estado do Rio de Janeiro.

Programa Águas Brasileiras

A série de reportagens "O Futuro da Energia" acompanha uma ação do programa Águas Brasileiras que prevê recuperar quatro bacias hidrográficas que ficam em 10 estados. A equipe vai até a comunidade de Brejo da Brásida, na cidade de Sento Sé, na Bahia, para mostrar o andamento do projeto.

O trabalho está recuperando nascentes do Rio São Francisco no sertão baiano. Nos lugares onde a ação está mais avançada já tem água brotando no meio da caatinga. O São Francisco é fundamental para o abastecimento hídrico do Nordeste. A água represada na barragem de Sobradinho, na Bahia, serve para movimentar as turbinas de seis usinas hidrelétricas.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem