''Mulher'' e ''homem'' vão desaparecer do mapa?: Linhas Cruzadas debate questões de gênero nesta quinta-feira

Créditos: Mariana Carvalho

Nesta quinta-feira (11/11), a jornalista Thaís Oyama e o filósofo Luiz Felipe Pondé embarcam em uma conversa ao redor das questões que envolvem os gêneros. Durante a edição do Linhas Cruzadas, os apresentadores tratam de temas relacionados à identidade sexual e mudanças na linguagem. Na TV Cultura, o programa vai ao ar a partir das 22h.

Será que as palavras "mulher" e "homem" vão desaparecer do mapa? A indagação é um dos fios condutores da edição que parte do gancho de uma publicação recente na renomada revista científica Lancet. Thaís e Pondé debatem a credibilidade da ideia de que não se deve atribuir vínculo semântico às palavras "menstruação" e "mulheres" a partir do termo "pessoas que menstruam" utilizado pelo veículo.

Durante a edição, ambos discutem os conflitos entre movimentos sociais que envolvem as mudanças linguísticas em função do gênero e o filósofo pontua: "De repente vira uma disputa linguística (...) mas esse é o preço de investir numa esquerda que é paranoicamente linguística." Thaís pontua que o "furor" das mudanças linguísticas irá se acalmar e que exageros serão limitados.

Além disso, o programa questiona se existe de fato o tal do instinto materno ou se este é mais um conceito que nasce das diversas construções sociais criadas para garantir que os gêneros continuem a fazer o que se espera deles. Por fim, a conversa segue para o questionamento da possibilidade de construir um mundo melhor a partir da linguagem.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem