Na série ''Reflexões'', do SportsCenter, Roger Machado fala sobre a desigualdade na hierarquia do futebol

Reprodução

Em novembro, Mês da Consciência Negra, o SportsCenter exibe a série ''Reflexões'', produzida especialmente para celebrar o protagonismo negro no esporte e na sociedade. O conteúdo que é destaque na maior atração jornalística dos canais esportivos da Disney retrata a realidade e os desafios enfrentados pelos profissionais dos meios de comunicação e atletas negros, mostrando como suas conquistas podem motivar outras pessoas a não desistirem de seus sonhos.

Entrevistado do episódio desta terça-feira (23), Roger Machado, ex-atleta campeão brasileiro e da Libertadores e atualmente treinador, ficou frente a frente com Abel Neto e falou sobre a realidade do futebol brasileiro:

''Quando a gente ascende como futebolista, eu costumo dizer que recebemos um passaporte da branquitude para circular e ser aceito em determinados ambientes. Posteriormente, quando a carreira encerra, muitos de nós nos especializamos, adquirimos conhecimento para passarmos à área de gestão técnica, a gente começa a perceber o filtro. Aí vamos ver menos negros como gestores técnicos na beira do campo, a gente vai ver menos ainda como gestores dentro de clubes, como gestores dentro da CBF, e a explicação para mim é que aqueles brancos pobres que ascendem no futebol pelo campo, à medida que desejam ascender na hierarquia social do futebol, conseguem se esconder no meio da multidão'', afirmou.

A série “Reflexões” coloca frente a frente grandes nomes do esporte brasileiro com profissionais negros dos meios de comunicação. A série de cinco capítulos é exibida semanalmente, às terças, na ESPN Brasil e no STAR+. O conteúdo especial também poderá ser assistido no YouTube.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem