Adriana Araújo assina contrato com o Grupo Bandeirantes de Comunicação

Créditos: Victor Affaro

Adriana Araújo é a mais nova contratada do Grupo Bandeirantes de Comunicação. A jornalista vai atuar em vários projetos da Band, Bandnews TV e BandNews FM. “Desenvolver novos projetos na Band é um desafio e uma oportunidade de fazer o que sempre defendi: Jornalismo ao vivo, dinâmico, com responsabilidade e bem próximo do público, com empatia, do jeito que eu gosto. É uma alegria poder voltar a fazer o que mais amo e me juntar ao grande time de profissionais da Band, reconhecido pelo Jornalismo sério e independente, em um ano decisivo para o Brasil”, afirma.

Sob o comando do diretor nacional de Jornalismo, Fernando Mitre, a profissional também estará na cobertura das eleições, uma marca histórica da credibilidade do Jornalismo da Band. “Nossa cobertura eleitoral em 2022 será intensa. A maior de todos os tempos. E a Adriana terá presença importante nesse processo”, adianta Mitre.

Rodolfo Schneider, diretor executivo de Jornalismo e Esportes do Grupo, comemora a chegada da apresentadora. “A Adriana vem para somar experiência e conteúdo à nossa equipe. Fez grandes trabalhos na TV, viveu intensamente a cobertura política em Brasília e chega muito disposta a novos desafios. Vai atuar na TV onde já está acostumada e se descobrir em outros veículos como o rádio”.

Sobre Adriana Araújo

Nascida em Itabirito, no estado de Minas Gerais, Adriana Araújo tem 26 anos de experiência em TV aberta. Formada pela Pontifícia Universidade Católica, iniciou a carreira como repórter de Economia do jornal “Diário do Comércio”, em Belo Horizonte. Paralelamente, foi contratada pela TV Globo de Minas como editora de texto dos telejornais locais. Em 1995, passou a integrar o time de repórteres da emissora carioca. Sete anos mais tarde, foi transferida para a TV Globo de Brasília. 

Em 2006, migrou para a TV Record para apresentar o “Jornal da Record” ao lado de Celso Freitas. Três anos depois, tornou-se correspondente da emissora em Nova York, nos Estados Unidos. De volta ao Brasil em 2010 para a cobertura da disputa presidencial, Adriana Araújo foi, ao lado de Ana Paula Padrão, a primeira repórter a entrevistar a presidente Dilma Rousseff, um dia após a eleição.

Nos últimos anos, conciliou a função de âncora e repórter. Esteve à frente das coberturas de maior repercussão, como o resgate dos mineiros soterrados no Chile, o acidente nuclear de Fukushima, no Japão, Jogos Pan-Americanos, duas Olimpíadas, mediação de debates e eleições presidenciais no Brasil e nos Estados Unidos. Em 2021, após 15 anos, Adriana Araújo deixou o canal. 
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem