Ad Code

Mistura de ritmos marca o 'Altas Horas' deste sábado

Divulgação Globo

Sertanejo, rock, samba e funk – todos esses estilos musicais estão reunidos no 'Altas Horas' desta semana. No sábado, dia 4, Serginho Groisman comanda um programa regado a diferentes ritmos, que se apresentam nas vozes de Luciano Camargo, Marcos (da dupla Marcos e Belutti), Paulo Ricardo, Di Ferrero, Diogo Nogueira e Lexa.
 
O programa também exibe a segunda parte da entrevista de Serginho com Fernanda Montenegro. Na conversa, a atriz fala sobre o que despertava sua imaginação na infância e adolescência. “Nós íamos muito ao cinema. O cinema era a fuga absoluta, o sonho absoluto realizado (...) talvez a vida real não cobrisse as necessidades do sonho, então a gente ia para a imagem”, reflete Fernanda. O apresentador também relembra as diversas premiações que a artista conquistou ao longo da carreira. “Esse volume [de prêmios] não sou só eu. Esse volume é uma geração desesperadamente vocacionada – e eu digo isso em todas as áreas culturais, das artes”, avalia.
 
Desta vez sem Zezé, Luciano Camargo se junta a Marcos, da dupla Marcos e Belutti, no palco do ‘Altas Horas’. Acostumados a fazer segundas vozes em suas respectivas duplas, os dois se unem para cantar músicas como “Flores em Vida”, “Domingo de Manhã” e “No Dia em Que Eu Saí de Casa”. Esta última conta com a participação da cantora Lexa. No programa, Luciano revela que conhece Marcos há muitos anos e que tem uma conexão praticamente espiritual com o amigo. “Ele sempre fala que é uma honra cantar comigo, que aprendeu comigo, e ele não sabe quantas aulas eu já tive ouvindo ele cantar, quantas aulas eu já tive ouvindo ele conversar comigo...”, diz com admiração à dupla de Belutti. O irmão de Zezé também apresenta com Marcos uma música do projeto religioso que lançou ano passado, chamada “Ele é Jesus”.
 
Uma segunda dupla se forma na noite deste sábado: Paulo Ricardo canta ao lado de Di Ferrero sucessos como “Olhar 43”. No programa, Di recorda momentos marcantes que teve no ‘Altas Horas’ ao longo da carreira. Certa vez, encontrou a cantora Marília Mendonça, que lhe contou, na ocasião, que sua primeira música tocada ao violão foi uma canção da banda NX Zero. Foi também no ‘Altas Horas’, há oito anos, que Di Ferrero conheceu a esposa Isabeli Santana. O cantor ainda lança, na atração, o primeiro single de seu álbum solo, a música “Aonde É o Céu”, que para ele representa uma volta para casa.
 
Autor da música-tema do ‘Big Brother Brasil’, Paulo Ricardo diz que já está preparando uma nova versão da canção para a vigésima segunda temporada do reality. No ‘Altas Horas’, o artista comemora os 35 anos de “Rádio Pirata Ao Vivo”, disco do RPM que consagrou a banda como fenômeno nacional, e canta a música que leva o nome do álbum lançado em 1986.
 
Na atração, Lexa fala sobre a origem de seu nome artístico e comenta sobre os feats com colegas do funk e de outros segmentos da música. A cantora diz que gosta de participar do processo criativo de suas apresentações, inclusive das coreografias, dando seu toque e colocando um pouco de sua identidade nos passos. No ‘Altas’ deste sábado, ela canta “Sapekinha”, “Quebrar seu Coração” e “Bruta”. E participa de números com os outros artistas presentes no programa.
 
Trazendo o samba do Rio de Janeiro para o ‘Altas Horas’, Diogo Nogueira confessa a Serginho Groisman que, no passado, até tentou fugir da música – caminho já seguido por seu pai e seu avô –, mas conta que a semente do samba acabou brotando dentro de si. No programa, Diogo canta “Pé na Areia”, “Bota Pra Tocar Tim Maia” e “Flor de Caña”, canção que compôs para a namorada, a atriz Paolla Oliveira.
 
O ‘Altas Horas’ tem apresentação e direção geral de Serginho Groisman, direção de Adriana Ferreira e vai ao ar aos sábados, depois do ‘Vai que Cola'.   

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code