Ad Code

Câmera Record mostra os principais desafios de um superobeso no interior de Minas Gerais

Divulgação Record TV 

Na semana em que é promovido o Dia Mundial da Obesidade, o Câmera Record do próximo domingo, dia 27/02, mostra a batalha, que já dura 30 anos, de um brasileiro que se aproxima dos 300 quilos.  

Rodrigo Dias Araújo, de 41 anos, enfrenta a superobesidade e todas as suas consequências: problemas graves de saúde, a limitação para se movimentar e a distância forçada de quase tudo o que ele ama. 

Ele não sabe ao certo quanto pesa, já que não consegue sair de casa. Por isso, a equipe de reportagem precisou levá-lo dentro de um carro a uma balança especial para veículos e o resultado será exibido durante o programa. 

"Minha vida de volta é eu ter condições de andar. Pegar minha mãe aqui, ir para igreja com ela, pegar minha filha também e passear com ela. E ter condições de trabalhar para ter alguma coisa na vida," desabafa. 

Em casa, na cidade mineira de Ipatinga, Rodrigo depende da família para fazer tudo. O irmão, Renato, precisa levantá-lo toda vez que vai ao banheiro ou toma banho. A tia, Maria Aparecida, é quem prepara a comida. Por causa do peso, ele não tem um emprego há 12 anos. E sequer consegue se deitar para dormir, só descansa sentado na cama. "Se eu deitar aqui, eu não aguento ficar cinco segundos. Parece que vai tampar minha respiração," explica. 

A esperança de uma transformação está parada há mais de dez anos em uma fila. Rodrigo ocupa a 38ª posição na espera por uma cirurgia bariátrica pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Paralelamente, ele lançou uma campanha na internet para arrecadar dinheiro e tentar um tratamento particular. "Eu creio que isso vai se resolver. Eu tenho fé em Deus que nessa vida eu ainda vou conseguir realizar meu sonho," afirma. 

O Câmera Record vai ao ar aos domingos, às 23h15. A apresentação é de Marcos Hummel. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code