Ad Code

Canal Brasil - Destaques da programação de 28 de março a 03 de abril

Divulgação

Conheça os destaques da programação do Canal Brasil de 28 de março a 03 de abril.

SEGUNDA-FEIRA, 28 DE MARÇO

LARICA TOTAL
PRINCIPAL
Episódio: Dublê de Siri
Horário: Segunda, 28/03, às 21h20
Rebatidas: Quinta, 31/03, às 7h; sábado, 02/04, às 13h30; e domingo, 03/04, às 9h45
Classificação: 10 anos

Sinopse: Está de volta ao Canal Brasil a terceira e última temporada da sátira a programas de culinária descolados exibidos por canais de televisão por assinatura. Ao contrário dos apresentadores experientes, treinados nas cozinhas de sofisticados restaurantes –, Paulo Oliveira (Paulo Tiefenthaler) é um solteirão que se vira como pode. Seu objetivo é apresentar receitas de pratos fáceis, capazes de satisfazer pessoas sem paciência, vontade, ingredientes ou equipamentos adequados no preparo de refeições.

Neste episódio: Ao se inscrever num curso de dublês, Paulo Oliveira aprende na pele o que é correr riscos. Para homenagear a profissão, ele faz uma Casquinha de Siri com direito a um ingrediente surpresa.

FALE MAIS SOBRE ISSO, IOZZI
INÉDITO
Episódio: Ideológico é Você 
Horário: Segunda, 28/03, às 21h45
Rebatidas: Quinta, 31/03, às 14h, sábado, 02/04, às 7h30, e domingo, 03/04, às 10h25
Classificação: 12 anos

Sinopse: Mônica Iozzi convoca personalidades dos mais diversos ramos da cultura brasileira – entre jornalistas, artistas, escritores, filósofos e juristas – para discutir variados temas ao redor de um assunto polêmico: política. Figuras como Marcelo Adnet, Leandro Karnal, Fábio Porchat, Pedro Bial, Djamila Ribeiro, Marina Silva, Supla, Luis Lobianco, Jup do Bairro, BNegão, Elisa Lucinda, Samantha Schmutz e o cantor Falcão conversam, em tom de bate-papo, sobre temas como "O que é política?", "Como se faz um país", "Ideólogo é você", "As dores e as delícias da democracia", "Os três poderes", "Cada um por si ou o Estado por todos", "Religião e política: Misturar ou não“, entre outros.

Neste episódio: Monica Iozzi convida Marcelo Adnet e Sérgio Rodrigues para debater sobre ideologia. Os convidados comentam a presença ideológica em diversos espaços da vida e o atual momento de polarização.

O SOM DO VINIL
PRINCIPAL
Episódio: Supla - Encoleirado, 1991
Horário: Segunda, 28/03, às 22h30
Rebatidas: Terça, 29/03, às 13h30, e sexta, 01/04, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: O ex-titã Charles Gavin apresenta os bastidores de álbuns que se tornaram clássicos da MPB. Os depoimentos dos artistas e de personalidades do cenário musical revelam o processo criativo de cada obra. Com direção de Gabriela Gastal, a nova temporada traz nomes como Carminho, Supla, Stacey Kent & Jim Tomlinson, Stanley Jordan, Rodrigo Amarante, António Zambujo, Pat Metheny, Badi Assad, Fito Páez, Céu, BaianaSystem e Ratos de Porão.

Neste episódio: Charles Gavin revisita o álbum “Encoleirado”, do “papito” Supla. O cantor comenta ainda o sucesso nas redes sociais e as diversas fases nos mais de trinta anos de carreira.

ESPELHO 
PRINCIPAL
Episódio: Mano Brown
Horário: Segunda, 28/03, às 23h
Rebatidas: Sexta, 01/04, às 14h, e sábado, 02/04, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: Idealizado e apresentado por Lázaro Ramos há 15 anos, Espelho segue sua busca pela pluralidade, discutindo temas como democracia, cidadania e, claro, arte, educação e cultura. O programa tem compromisso com a reflexão de temas presentes na pauta da atualidade, através de bate-papos intimistas.

Neste episódio: Mano Brown destaca o seu compromisso de sempre estar com quem pensa no povo e comenta sobre a mudança do pensamento nas periferias por conta do afastamento dos movimentos de esquerda da base.

302
PRINCIPAL
Episódio: Iolly
Horário: Segunda, 28/03, às 23h30
Rebatida: Sexta, 01/04, às 5h05
Classificação: 14 anos

Sinopse: Na série, o consagrado fotógrafo Jorge Bispo recebe mulheres anônimas comuns dispostas a tirarem a roupa para o projeto artístico. O sétimo ano da atração dirigida por Helena de Castro aprofunda temas como aceitação, descoberta, libertação, violência e preconceito, e os novos episódios serão ainda mais femininos e espontâneos.

Neste episódio: Marisa fala sobre o sentimento de abandono que norteou a sua vida, o
momento difícil de perdas pelo qual passou e a importância da arte para reencontrar a
força interior.

Neste episódio: Iolly comenta a falta de valor que é dado a vidas nas periferias, relembra as fases castradoras que vivenciou e fala sobre o seu trabalho de resgate da cultura negra.

SOBREPOSTAS
PRINCIPAL
Episódio: Sexo Menstruade
Horário: Segunda, 28/03, às 23h45
Rebatidas: Terça, 29/03, às 3h50, e quarta, 30/03, à 0h15
Classificação: 18 anos

Sinopse: A cada programa, Ana Cañas recebe convidadas em uma casa para conversarem sobre temas relacionados à sexualidade e a energia que nos motiva a encontrar contato, prazer e intimidade. Um espaço seguro, de escuta e troca. A abordagem dos temas não se dará sob o olhar do estranho – como algo a ser desvendado pelo olhar de especialistas, mas sob a perspectiva de mulheres cis e trans que são protagonistas das suas próprias narrativas. As trocas têm o intuito de naturalizar o assunto, incentivando-as a olhar para suas (nossas) questões e estimular a confiança  para nos autorrevelarmos. Sobrepostas é um convite para mulheres de todas as idades resgatarem suas próprias memórias da iniciação sexual, passando pelos momentos de excitação, frustração, autoconhecimento, desejo e fantasias, incentivando a conversa de forma natural e acolhedora.

Neste episódio: AJ Ardas destaca que a menstruação é mais um dos assuntos tabus, como quase tudo que envolve o corpo feminino, e comenta o seu processo de desconstrução em busca do prazer sexual.

TRANSMISSÃO
PRINCIPAL
Convidada: Linn e Jup
Horário: Madrugada de segunda (28/03) para terça (29/03), à 0h
Rebatidas: Terça, 29/03, às 19h45; quarta, 30/03, às 17h40; e sexta, 01/04, às 13h45

Sinopse: Linn da Quebrada e Jup do Bairro estão de volta ao Canal Brasil com a 3ª temporada do programa “TransMissão”. Dirigidas por Claudia Priscilla e Kiko Goifman, Linn e Jup, duas plurais artistas trans, comandam um talk show irreverente sobre questões de gênero, sexo e raça, além de outros temas do cotidiano. Por conta da pandemia da COVID-19, o programa foi gravado com as apresentadoras em estúdio, com um novo cenário, de onde conversam com os entrevistados remotamente.

Neste episódio: Neste episódio especial, Linn da Quebrada e Jup do Bairro falam sobre a experiência no programa, a dor de não haver mais oportunidades para transgêneros e o medo de deixarem de ser interessantes.
  
TERÇA-FEIRA, 29 DE MARÇO

PORNOLÂNDIA
PRINCIPAL
Episódio: Ativista, Garota de Programa e Mulher de Negócios
Horário: Madrugada de segunda (28/03) para terça (29/03), à 0h15
Classificação: 16 anos

Sinopse: Irreverente, o programa aborda o sexo contemporâneo. A eleita para esta missão é a musa da pornochanchada Nicole Puzzi, que compartilha com o espectador suas descobertas eróticas em entrevistas reveladoras.

Neste episódio: Patrícia Rosa fala sobre a rede de prostitutas brasileiras que discutem o papel da mulher nas relações de trabalho e revela como começou a ganhar a vida com o trabalho sexual.

QUINTA-FEIRA, 31 DE MARÇO

FAIXA MUSICAL
PRINCIPAL
Episódio: Elza Soares - Beba-Me
Horário: Quinta, 31/03, às 11h15
Classificação: Livre
Sinopse: Elza Soares canta diversos sucessos no show Beba-Me.

O PAÍS DO CINEMA
INÉDITO
Episódio: O Que É Isso, Companheiro? 
Horário: Madrugada de quinta (31/03) para sexta (01/04), à 0h
Rebatidas: Sábado, 02/04, às 13h, e quarta, 06/04, às 7h
Classificação: 14 anos

Sinopse: Andréia Horta comanda um mergulho na história do cinema brasileiro em O País do Cinema. Na atração, a atriz recebe realizadores, diretores e intérpretes e coloca em pauta uma abordagem crítica e informativa da produção nacional recente. 

Neste episódio: Lucy Barreto e Bruno Barreto, produtora e diretor de “O Que É Isso, Companheiro?”, comentam as dificuldades no processo que durou mais de 15 anos para a adaptação da obra de Fernando Gabeira.

SEXTA-FEIRA, 1º DE ABRIL

NÓS
PRINCIPAL
Episódio: Como A Casa Cai 
Horário: Sexta, 01/04, às 22h30 
Rebatidas: Segunda, 04/04, às 2h; terça, 05/04, à 1h10; e quinta, 07/04, às 4h      

Sinopse: Criada por David França Mendes e Rodrigo Ferrari e com direção geral de Anne Pinheiro Guimarães, a série “Nós” discute fluidez de padrões de gênero, sexualidade e homofobia a partir da rotina de uma família na qual múltiplas possibilidades de afeto fazem parte do cotidiano. A produção é protagonizada por Fernando Eiras, Fabia Mirassos e Maria Léo Araruna.

Neste episódio: A série “Nós” discute fluidez de padrões de gênero, sexualidade e homofobia a partir da rotina de uma família na qual múltiplas possibilidades de afeto fazem parte do cotidiano. 

NÓS
PRINCIPAL
Episódio: Uma Caixinha de Surpresas
Horário: Sexta, 01/04, às 22h50 
Rebatidas: Segunda, 04/04, às 2h20; terça, 05/04, à 1h30; e quinta, 07/04, às 4h20     
 
Sinopse: Criada por David França Mendes e Rodrigo Ferrari e com direção geral de Anne Pinheiro Guimarães, a série “Nós” discute fluidez de padrões de gênero, sexualidade e homofobia a partir da rotina de uma família na qual múltiplas possibilidades de afeto fazem parte do cotidiano. A produção é protagonizada por Fernando Eiras, Fabia Mirassos e Maria Léo Araruna.

Neste episódio: Lúcia descobre que Manu está se prostituindo. O universo de segredos entre Romeu e a esposa transforma cada vez mais a relação do casal.

DOMINGO, 03 DE ABRIL
       
BRASIL NA PISTA
PRINCIPAL
Episódio: 03
Horário: Domingo, 03/04, às 9h
Rebatidas: Terça, 05/04, às 14h; e quinta, 07/04, às 7h30  
Classificação: Livre 

Sinopse: A série “Brasil na Pista” é um inédito resgate da importante participação dos pilotos brasileiros em mais de quatro décadas da história da Fórmula 1, a mais importante categoria do automobilismo mundial. São 64 histórias, distribuídas em oito episódios de 40 minutos e que reconstituem, a partir de depoimentos inéditos, momentos de brilho, drama, tragédia, escândalo, risco e controvérsia, dentro e fora da pista.

Neste episódio: O episódio relembra a falta de segurança nas corridas de Fórmula 1, principalmente nas décadas de 1960 e 1970, quando os pilotos arriscavam suas vidas e os acidentes fatais eram constantes.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code