Ad Code

Pastor Henrique Vieira sobre Bolsonaro no Provoca. ''Aprendi, com Martin Luther King, que Jesus pediu pra gente amar nossos inimigos, não pra gente gostar deles''

Divulgação/Lara Asano

Nesta terça-feira (10/5), Marcelo Tas recebe o pastor Henrique Vieira no Provoca. Figura que vem se destacando nas redes sociais por aliar o progressismo à religião, o religioso concede entrevista a partir das 22h, na TV Cultura

Fundador da Igreja Batista do Caminho, ativista pelos direitos humanos, professor e ator, que atuou no filme Mariguella (2019), dirigido por Wagner Moura, Henrique Vieira compartilha sua visão política sobre a Bíblia durante a edição: "não reduzir Jesus a uma sigla, não é despolitizar Jesus", explica Vieira, que interpretou Frei que defendia a possibilidade de Cristo ser negro. 
 
Ele, que também é ex-vereador pelo PSOL, já anunciou sua campanha contra a reeleição do atual Presidente da República, Jair Bolsonaro, que em sua opinião é incompatível com o Evangelho. Provocado por Tas, Henrique é questionado se o "amor pelo próximo" incluiria o Presidente, e responde diretamente: "aprendi, com Martin Luther King, que Jesus pediu pra gente amar nossos inimigos, não pra gente gostar deles”.
 
O pastor de 35 anos conversa ainda sobre como as artes, especialmente o teatro e a palhaçaria, o ajudaram a enfrentar os tabus impostos pela Igreja Batista quando era mais jovem, com os quais admite ter sofrido, assim como a baixa autoestima que teve na infância. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code