Ad Code

ID e discovery+ estreiam a sétima temporada de ''Lobo em Pele de Cordeiro''

Divulgação

A partir de terça-feira, 19 de julho, às 20h30, e, LOBO EM PELE DE CORDEIRO (American Monster) chega ao ID e ao discovery+ com sua sétima temporada. Os episódios inéditos seguem acompanhando casos reais de criminosos capazes de atos hediondos, mas que permaneceram escondidos sob a fachada de uma vida pacata.

Os homicidas cruéis que protagonizam as histórias contadas pela série eram cidadãos acima de quaisquer suspeitas. Extrovertidos, solícitos, bem-sucedidos, esses homens e mulheres esconderam suas tendências homicidas sob o disfarce da vida em família e do enquadramento às regras da sociedade.

Vídeos de arquivo com imagens das famílias dos criminosos, depoimentos dos próprios assassinos e de pessoas diretamente ligados aos casos fazem parte do material exclusivo disponibilizado pela série e compõem a dimensão íntima de cada crime – aquela mãe devotada, o pai comprometido, ou ainda o profissional dedicado foram capazes de cometer atrocidades, de matar e enganar a todos com quem conviveram.

A cada semana, um LOBO EM PELE DE CORDEIRO é desmascarado com a ajuda de dramatizações e entrevistas. A produção narra os momentos críticos que antecedem a grande revelação: eles foram autores de fraudes, traições e assassinatos acobertados por farsas cuidadosamente montadas.

A tensão cresce enquanto mentes perturbadas são reveladas por essas gravações amadoras. Os vídeos conduzem o telespectador pelos meandros das complexas, farsas elaboradas por esses assassinos. Aos entes próximos, fica a dúvida: tudo não passou de pura encenação?  A série confronta esses vídeos antigos com relatos atuais de familiares e amigos perplexos diante dos planos cruéis nos quais foram envolvidos.

O episódio de estreia da sétima temporada retorna a 1994, quando um vídeo caseiro mostra uma orgulhosa Mamie Caldwell cuidando de todos os detalhes da celebração do casamento de sua filha, Belinda. Então com 44 anos, Mamie estava divorciada há mais de uma década e criou os três filhos como mãe solo.

Quatro anos mais tarde, em 1998, Mamie Caldwell reencontra o amor em Shabaka WaQlimi, um homem que tinha 39 anos à época. Depois de 20 anos juntos, eles são o coração e a alma da família, ambos muito envolvidos com a comunidade e vistos como pessoas com quem todos sabiam que poderiam contar. As animadas reuniões repletas de amigos e familiares estão registradas em inúmeras fitas de vídeo às quais a produção tem acesso. Contudo, essa harmonia é destruída em 13 setembro de 2012, quando a polícia encontra o corpo inerte de Mamie. Ela havia sido estrangulada e morta a facadas.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code