Ad Code

Únicos campeões olímpicos da história do boxe brasileiro estarão em ação no Combate

Reprodução

As histórias de vida dos únicos campeões olímpicos da história do boxe brasileiro são bem parecidas. Os dois nasceram em Salvador, na Bahia; começaram na modalidade na adolescência, conquistaram medalhas para o Brasil nos Jogos Pan-Americanos, em edições de Campeonatos Mundiais, até disputarem os Jogos Olímpicos e atingirem o ápice das suas carreiras, subindo no lugar mais alto do pódio. E as coincidências não param por aí: após a medalha de ouro, Hebert Conceição e Robson Conceição iniciaram suas carreiras no boxe profissional e estarão em ação na tela do Combate respectivamente nos meses de agosto e setembro.
 
Há pouco mais de 10 dias, Hebert Conceição, campeão olímpico nos Jogos de Tóquio-2020 na categoria peso-médio, estreou no boxe profissional com vitória sobre o nicaraguense Danny Mendoza. Ele retorna ao ringue nesta sexta-feira, dia 26, para enfrentar o paulista Francisco Neves pela categoria dos super médios (até 74kg). A noite de boxe, que acontece em Lauro de Freitas, na Bahia, conta ainda com outras oito lutas e transmissão ao vivo do Combate, a partir das 20h, com a narração de Luiz Felipe Prota e comentários de Daniel Fucs.
 
Após o duelo desta sexta-feira, os campeões olímpicos estarão juntos. Hebert viaja para os Estados Unidos, para fazer parte da equipe que vai auxiliar Robson Conceição na reta final de preparação para a sua próxima luta. Primeiro campeão olímpico da história do boxe brasileiro, ouro nos Jogos do Rio-2016, Robson encara o americano Shakur Stevenson, valendo os títulos mundiais da divisão dos super-penas (até 58,9kg) da WBO (Organização Mundial de Boxe) e da WBC (Conselho Mundial de Boxe). Até o momento, o brasileiro tem no cartel 17 vitórias, sendo 8 delas por nocaute e apenas uma derrota. O duelo entre os dois acontece no próximo dia 23 de setembro, na cidade americana de New Jersey, também com transmissão ao vivo do Combate.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code