Ad Code

De A Liberdade É Azul ao nacional Eles Não Usam Black-Tie, Telecine reúne filmes premiados e indicados em edições anteriores do Festival de Veneza

Divulgação

Unidos pela mesma paixão. Até 10 de setembro, os cinéfilos de todo o mundo estão com as atenções e expectativas voltadas para o 79º Festival de Veneza. E aqui no Telecine, especialistas que também são movidos pela sétima arte, para levarem sempre boas histórias do cinema para o público, reuniram produções que passaram por edições anteriores do evento. A seleção conta com 21 filmes, disponíveis no catálogo do Telecine, dentro do Globoplay ou via operadoras.

Entre os destaques, o dono do Leão de Ouro em 1993: A Liberdade É Azul. O drama de Krzysztof Kieslowski é o primeiro da famosa Trilogia das Cores e conquistou, ainda na premiação, os troféus de Melhor Atriz, para a performance de Juliette Binoche, e de Melhor Fotografia. Outra dica imperdível é a obra de Federico Fellini Os Boas Vidas, premiada com o Leão de Prata e indicada ao Leão de Ouro em 1953.

O Brasil também marcou presença em diferentes edições do mais antigo evento de cinema do mundo e, em 1981, com o clássico Eles Não Usam Black-Tie, venceu em três categorias, inclusive a de Melhor Filme pela Crítica e o Prêmio Especial do Júri. Dirigida por Leon Hirszman, a versão cinematográfica da peça teatral ainda concorreu ao Leão de Ouro.

O Mundo de Gloria, do francês Robert Guédiguian, também foi destaque na corrida ao prêmio máximo do Festival de Veneza, mas em 2019. Apesar de não ter levado o troféu, o filme roubou a cena com o reconhecimento para Ariane Ascaride como Melhor Atriz. A lista do Telecine traz ainda O Homem que Vendeu Sua Pele. Em 2020, Yahya Mahayni, protagonista do longa da tunisiana Kaouther Ben Hania, ganhou o título de Melhor Ator.

A seleção especial também reúne longas indicados ao Leão de Ouro que venceram em variadas categorias, como Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos (1988 - Melhor Atriz - Carmen Maura e Melhor Roteiro), Orlando, a Mulher Imortal (1992 - Troféu Golden Ciak de Melhor Filme, Prêmio Elvira Notari e Prêmio OCIC), Entardecer (2018 - Troféu FIPRESCI), Ema (2019 - UNIMED Award), Nunca Mais Nevará (2020 - Troféu Fondazione Fai Persona Lavoro Ambiente) e Caros Camaradas! - Trabalhadores em Luta (2020 - Prêmio Especial do Júri).

Completam a seleção os nacionais Domingo e Deslembro, e os filmes Amanda, Abismo de um Sonho, A Candidata Perfeita, Mãe!, Esperando os Bárbaros, Julieta dos Espíritos, Uma Mulher Casada, Amaldiçoada, O Império de Pierre Cardin e Nasce uma Estrela (1937).

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code