Dia da Amazônia: Curta!On celebra a data com seleção especial

Divulgação Curta!

Reconhecida como patrimônio da humanidade, a Floresta Amazônica possui milhões de quilômetros quadrados que atravessam territórios de nove países. No entanto, o Brasil detém 60% dela. Com desmatamento ascendente por anos consecutivo, a biodiversidade amazônica vive sob ameaça de deixar de existir. Neste Dia da Amazônia, comemorado em 5 de setembro, o Curta!On - Clube de Documentários selecionou filmes e séries que têm por objetivo apresentar as riquezas naturais e humanas da região, além de conscientizar sobre a urgência de se preservar a floresta.

O Curta!On – Clube de Documentários é uma plataforma de streaming que está disponível na ClaroTV+ e em CurtaOn.com.br e hoje conta com mais de 800 produções. Novos assinantes têm sete dias de gratuidade para disfrutar de todo esse conteúdo. É só se cadastrar.

Confira a seleção para o Dia da Amazônia:

“Amazônia Eterna” - Dirigido por Belisario Franca, o documentário mostra como nove projetos, com ­propostas para o uso da floresta de maneira sustentável, podem beneficiar diretamente a população local e promover parcerias economicamente vantajosas. O filme ganhou, entre outros, o prêmio de melhor documentário no Brazilian Film & Television Festival of Toronto, em 2013. Direção: Belisario Franca. Classificação: Livre.

“No Caminho da Expedição Langsdorff” - Este documentário, dirigido por Mauricio Dias, refaz a rota original da Expedição Langsdorff, realizada em 1825 e patrocinada pelo czar Alexandre I e pelo governo russo. Do garimpo às tribos indígenas, a equipe de filmagem vive as emoções de uma perigosa aventura de 170 anos e seis mil quilômetros, do Tietê ao Amazonas, em três botes infláveis. Direção: Mauricio Dias. Classificação: Livre.

"Piripkura” - Dois indígenas nômades, do povo Piripkura, sobrevivem cercados por fazendas e madeireiros numa área ainda protegida no meio da Floresta Amazônica. Jair Candor, servidor da FUNAI, acompanha os dois índios desde 1989. Ele realiza expedições periódicas, muitas delas acompanhado por Rita, a terceira sobrevivente Piripkura, para monitorar vestígios que comprovem a presença deles na floresta e para impedir a invasão da área. Packyî e Tamandua vivem com um facão, um machado cego e uma tocha.  Piripkura aborda as consequências de uma tragédia e revela a força, resiliência e autonomia daqueles que foram expostos a todo tipo de ameaças e têm resistido ao contato com o homem branco. Direção: Bruno Jorge, Mariana Oliveira e Renata Terra. Classificação: Livre.

“Terras” - A fronteira tríplice entre Brasil, Colômbia e Peru é uma ilha urbana cercada pela imensa floresta amazônica. Terras acompanha o ritmo deste lugar de intensa circulação, aproximando-se do cotidiano de seus moradores. Direção: Maya Da-Rin. Classificação: Livre.

“Iracema - Uma Transa Amazônica” – Em contraste com a propaganda oficial da ditadura militar, que alardeava um país em expansão com a construção da rodovia Transamazônica, uma câmera sensível revela os problemas que a estrada traria para a região: desmatamento, queimadas, trabalho escravo, prostituição infantil. Em uma obra que mistura documentário e ficção, uma pequena equipe de cinema vai à Amazônia rodar um filme com imensa liberdade formal. Um fio de enredo: um caminhoneiro, Tião Brasil Grande (Paulo César Pereio), encontra uma jovem prostituta, Iracema (Edna de Cássia), e juntos percorrem parte da região amazônica, então zona de segurança nacional sob rígido controle militar, contracenando com moradores e interagindo com outros intérpretes. Direção: Jorge Bodanzky, Orlando Senna. Classificação: 16 anos.

“Amazônia 10 milhões” (Episódio da série: “Arqueologias, em Busca dos Primeiros Brasileiros” - Engana-se quem acha que a maior floresta tropical do planeta sempre foi um mundo desprovido de civilização. Escavações ao longo da bacia amazônica vêm hoje desmentir a velha ideia do paraíso intocado e puro. Há milhares de anos, muita gente vivia na Amazônia. Gente que conseguiu a proeza de tirar riquezas e sustento da terra, manejando terrenos e transformando seu mundo sem destruí-lo. Direção: Ricardo Azoury. Classificação: Livre.

“Palha no Amazonas” (Episódio da série: “Mestres de Ofício”) - O artesanato de palha exerce um papel fundamental de afirmação das culturas indígenas no Amazonas e tem garantido a permanência e a sobrevivência de muitas comunidades. O programa mostra como associações de artesãos em São Gabriel da Cachoeira e em Nova Airão trabalham para gerenciar a produção e a comercialização de produtos típicos, como balaios, tupés, tipitis, peneiras, abanadores, chapéus etc. Direção: Marcelo Gomes. Classificação: Livre.

“Colecionador” (Episódio da série: “Expedições Burle Marx”) - Roberto Burle Marx foi um colecionador incansável de plantas, pesquisador que identificou centenas de novas espécies e criador do jardim moderno. Nas expedições de Norte a Sul do Brasil, na Caatinga, no Pantanal, na Amazônia ou na Mata Atlântica, coletou espécimes vegetais, ampliou o acervo do seu sítio e reuniu uma das mais importantes coleções de plantas tropicais e semitropicais do mundo. Um homem que transformou a maior obra de sua vida, o Sítio Burle Marx, em legado às gerações futuras, doado para o governo brasileiro. Direção: João Vargas. Classificação: Livre.

“Ambientalista” (Episódio da série: “Expedições Burle Marx”) - Roberto Burle Marx foi um dos pioneiros da luta pela preservação ambiental no Brasil. Muitos lugares foram visitados pelas expedições de Burle Marx mais de uma vez. A cada retorno, a degradação do meio-ambiente era visível. Uma nova fazenda, estrada ou hidrelétrica surgia, e Burle Marx percebia a importância da conservação ambiental. Foi um homem que dedicou a vida à natureza como colecionador, paisagista, botânico e ambientalista. Direção: João Vargas. Classificação: Livre.

“Thiago de Mello” (Episódio da série: “Impressões do Brasil”) - Nascido na Amazônia, o autor dos estatutos do homem é um dos poetas mais influentes e respeitados de nosso país. Thiago de Mello mora no coração da floresta amazônica, mas vive percorrendo o mundo, imerso em universal poesia e aos 86 anos continua, como um peregrino poético, sua caminhada. Direção: Ronaldo Duque. Classificação: Livre.

“Osmarino” (Episódio da série: “Expresso”) - Numa casa de madeira sem energia elétrica, na Reserva Extrativista Chico Mendes, interior do Acre, mora o líder seringueiro Osmarino Amâncio. Nesse “mundo arcaico da floresta”, como descreve seu habitat, ele vive da coleta da castanha. Mata e prepara sua própria comida. É ele que nos fala do passado e do presente de luta contra a destruição da Amazônia, que deixou um rastro de violência e morte na região. Nesse rincão do país, a simplicidade do viver contrasta com a complexidade dos desafios de quem resiste contra o poder de ruralistas e madeireiras. Direção: Hilton Lacerda e Rodrigo Campos. Classificação: Livre.

O Universo da TV

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato