Ad Code


Dia da Amazônia: Curta!On celebra a data com seleção especial

Divulgação Curta!

Reconhecida como patrimônio da humanidade, a Floresta Amazônica possui milhões de quilômetros quadrados que atravessam territórios de nove países. No entanto, o Brasil detém 60% dela. Com desmatamento ascendente por anos consecutivo, a biodiversidade amazônica vive sob ameaça de deixar de existir. Neste Dia da Amazônia, comemorado em 5 de setembro, o Curta!On - Clube de Documentários selecionou filmes e séries que têm por objetivo apresentar as riquezas naturais e humanas da região, além de conscientizar sobre a urgência de se preservar a floresta.

O Curta!On – Clube de Documentários é uma plataforma de streaming que está disponível na ClaroTV+ e em CurtaOn.com.br e hoje conta com mais de 800 produções. Novos assinantes têm sete dias de gratuidade para disfrutar de todo esse conteúdo. É só se cadastrar.

Confira a seleção para o Dia da Amazônia:

“Amazônia Eterna” - Dirigido por Belisario Franca, o documentário mostra como nove projetos, com ­propostas para o uso da floresta de maneira sustentável, podem beneficiar diretamente a população local e promover parcerias economicamente vantajosas. O filme ganhou, entre outros, o prêmio de melhor documentário no Brazilian Film & Television Festival of Toronto, em 2013. Direção: Belisario Franca. Classificação: Livre.

“No Caminho da Expedição Langsdorff” - Este documentário, dirigido por Mauricio Dias, refaz a rota original da Expedição Langsdorff, realizada em 1825 e patrocinada pelo czar Alexandre I e pelo governo russo. Do garimpo às tribos indígenas, a equipe de filmagem vive as emoções de uma perigosa aventura de 170 anos e seis mil quilômetros, do Tietê ao Amazonas, em três botes infláveis. Direção: Mauricio Dias. Classificação: Livre.

"Piripkura” - Dois indígenas nômades, do povo Piripkura, sobrevivem cercados por fazendas e madeireiros numa área ainda protegida no meio da Floresta Amazônica. Jair Candor, servidor da FUNAI, acompanha os dois índios desde 1989. Ele realiza expedições periódicas, muitas delas acompanhado por Rita, a terceira sobrevivente Piripkura, para monitorar vestígios que comprovem a presença deles na floresta e para impedir a invasão da área. Packyî e Tamandua vivem com um facão, um machado cego e uma tocha.  Piripkura aborda as consequências de uma tragédia e revela a força, resiliência e autonomia daqueles que foram expostos a todo tipo de ameaças e têm resistido ao contato com o homem branco. Direção: Bruno Jorge, Mariana Oliveira e Renata Terra. Classificação: Livre.

“Terras” - A fronteira tríplice entre Brasil, Colômbia e Peru é uma ilha urbana cercada pela imensa floresta amazônica. Terras acompanha o ritmo deste lugar de intensa circulação, aproximando-se do cotidiano de seus moradores. Direção: Maya Da-Rin. Classificação: Livre.

“Iracema - Uma Transa Amazônica” – Em contraste com a propaganda oficial da ditadura militar, que alardeava um país em expansão com a construção da rodovia Transamazônica, uma câmera sensível revela os problemas que a estrada traria para a região: desmatamento, queimadas, trabalho escravo, prostituição infantil. Em uma obra que mistura documentário e ficção, uma pequena equipe de cinema vai à Amazônia rodar um filme com imensa liberdade formal. Um fio de enredo: um caminhoneiro, Tião Brasil Grande (Paulo César Pereio), encontra uma jovem prostituta, Iracema (Edna de Cássia), e juntos percorrem parte da região amazônica, então zona de segurança nacional sob rígido controle militar, contracenando com moradores e interagindo com outros intérpretes. Direção: Jorge Bodanzky, Orlando Senna. Classificação: 16 anos.

“Amazônia 10 milhões” (Episódio da série: “Arqueologias, em Busca dos Primeiros Brasileiros” - Engana-se quem acha que a maior floresta tropical do planeta sempre foi um mundo desprovido de civilização. Escavações ao longo da bacia amazônica vêm hoje desmentir a velha ideia do paraíso intocado e puro. Há milhares de anos, muita gente vivia na Amazônia. Gente que conseguiu a proeza de tirar riquezas e sustento da terra, manejando terrenos e transformando seu mundo sem destruí-lo. Direção: Ricardo Azoury. Classificação: Livre.

“Palha no Amazonas” (Episódio da série: “Mestres de Ofício”) - O artesanato de palha exerce um papel fundamental de afirmação das culturas indígenas no Amazonas e tem garantido a permanência e a sobrevivência de muitas comunidades. O programa mostra como associações de artesãos em São Gabriel da Cachoeira e em Nova Airão trabalham para gerenciar a produção e a comercialização de produtos típicos, como balaios, tupés, tipitis, peneiras, abanadores, chapéus etc. Direção: Marcelo Gomes. Classificação: Livre.

“Colecionador” (Episódio da série: “Expedições Burle Marx”) - Roberto Burle Marx foi um colecionador incansável de plantas, pesquisador que identificou centenas de novas espécies e criador do jardim moderno. Nas expedições de Norte a Sul do Brasil, na Caatinga, no Pantanal, na Amazônia ou na Mata Atlântica, coletou espécimes vegetais, ampliou o acervo do seu sítio e reuniu uma das mais importantes coleções de plantas tropicais e semitropicais do mundo. Um homem que transformou a maior obra de sua vida, o Sítio Burle Marx, em legado às gerações futuras, doado para o governo brasileiro. Direção: João Vargas. Classificação: Livre.

“Ambientalista” (Episódio da série: “Expedições Burle Marx”) - Roberto Burle Marx foi um dos pioneiros da luta pela preservação ambiental no Brasil. Muitos lugares foram visitados pelas expedições de Burle Marx mais de uma vez. A cada retorno, a degradação do meio-ambiente era visível. Uma nova fazenda, estrada ou hidrelétrica surgia, e Burle Marx percebia a importância da conservação ambiental. Foi um homem que dedicou a vida à natureza como colecionador, paisagista, botânico e ambientalista. Direção: João Vargas. Classificação: Livre.

“Thiago de Mello” (Episódio da série: “Impressões do Brasil”) - Nascido na Amazônia, o autor dos estatutos do homem é um dos poetas mais influentes e respeitados de nosso país. Thiago de Mello mora no coração da floresta amazônica, mas vive percorrendo o mundo, imerso em universal poesia e aos 86 anos continua, como um peregrino poético, sua caminhada. Direção: Ronaldo Duque. Classificação: Livre.

“Osmarino” (Episódio da série: “Expresso”) - Numa casa de madeira sem energia elétrica, na Reserva Extrativista Chico Mendes, interior do Acre, mora o líder seringueiro Osmarino Amâncio. Nesse “mundo arcaico da floresta”, como descreve seu habitat, ele vive da coleta da castanha. Mata e prepara sua própria comida. É ele que nos fala do passado e do presente de luta contra a destruição da Amazônia, que deixou um rastro de violência e morte na região. Nesse rincão do país, a simplicidade do viver contrasta com a complexidade dos desafios de quem resiste contra o poder de ruralistas e madeireiras. Direção: Hilton Lacerda e Rodrigo Campos. Classificação: Livre.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code