Ad Code


Estreia na terça-feira, 20/09, o documentário ''Davi: As Origens de um Rei'' na Record TV

Divulgação Record TV

''Davi, rei de Israel! Vive e existe!''. A canção de letra simples pode parecer um grito de guerra do passado - afinal, exalta um líder que viveu há mais de 3 mil anos. Mas, pelas redondezas de Jerusalém, é possível ouvir esses versos ainda hoje, na voz de jovens e crianças. O rei Davi está nas placas de rua, museus, monumentos, na memória de quem se inspira nos relatos de suas conquistas. O repórter especial André Tal embarca em uma longa jornada pela Terra Santa para mostrar as origens deste rei admirado pela força e pela fé, no documentário “Davi: As Origens de um Rei”, que estreia na terça-feira (20/09), na Record TV.

A arqueologia já fez revelações fascinantes sobre a vida de Davi. E os estudiosos seguem em busca de mais. A inscrição na pedra conhecida como Estela de Tel Dã é um dos achados mais surpreendentes. “É a evidência fora da Bíblia mais antiga que nós temos da existência da dinastia de Davi”, afirma o especialista em história de Israel Eliezer Rushansky. 

Ainda jovem, muito antes de assumir o trono, Davi participa do duelo que marca a história da humanidade: ele enfrenta Golias. O documentário mostra as descobertas no Vale de Elá, lugar apontado como o cenário da batalha. E ainda visita a cidade natal do famoso guerreiro considerado gigante. “Essa história é também uma mensagem: mesmo que você seja pequeno, simples, se você tiver fé e confiança, vai vencer”, diz a historiadora Deborah Adler. 

Divulgação Record TV

A equipe do documentário mostra ainda os locais onde Davi passou a sua juventude. Pastor de ovelhas nascido na cidade de Belém, levava uma rotina humilde e desafiadora. “Na narrativa bíblica, ele afirma que lutou contra um leão e um urso que queriam atacar o rebanho. Então, era a pessoa ideal para realizar a transição de uma comunidade tribal para um Estado”, explica o arqueólogo Yosef Garfinkel. “Até hoje em dia, você pode ver na região do deserto da Judeia, na região do deserto do Negev, beduínos fazendo o trabalho que há 3 mil anos Davi fazia”, conta o historiador Ariel Horovitz. 

Davi tinha outro talento: tocar harpa. Nossa equipe visitou a casa de Shoshana e Mika Harrari, um casal de americanos que vive nas imediações de Jerusalém e trabalha com a fabricação e conserto de harpas - tudo com inspiração na história de Davi descrita nos relatos bíblicos. “Ele era um pastor, mas também tinha outros talentos, tocava músicas lindas”, diz Shoshana Harrari. O instrumento ainda ajudou Davi na composição de salmos - poemas e cânticos que emocionam ainda hoje.

O documentário também vai revelar os preparativos para a quarta temporada da série Reis, que terá como destaque a juventude de Davi nos primórdios da monarquia em Israel. A trama vai mostrar como o jovem pastor rejeitado pelos irmãos é escolhido por Deus para ser o novo rei no lugar de Saul, que havia cometido diversos erros. “Eu acredito que o que a gente faz é muito mais do que entretenimento. A gente dialoga com a educação, a gente dialoga com a cidadania, através dessas cenas poderosas, desses conflitos”, afirma o diretor-geral da série, Leonardo Miranda. 

“Davi: As Origens de um Rei” vai ao ar na próxima terça-feira, dia 20/09, às 22h15.

Verifique a classificação indicativa

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code