Ad Code


Fantástico estreia neste domingo a série ''Meu Nome é Brasil''

Divulgação Globo

A partir deste domingo, dia 11, o 'Fantástico' vai mostrar as várias faces do Brasil. Literalmente. O repórter Marcelo Canellas foi atrás de pessoas que carregam na identidade o nome do país. A série ''Meu Nome é Brasil'' está dividida em três episódios recheados de muitas histórias de vida e de superação, que conversam. Como é o caso dos dois primeiros personagens, de Porto Alegre. 
 
Formado em administração de empresas, Brasil dos Santos Oliveira está há um ano enfrentando sérios problemas de saúde. Filho de um policial militar reformado, estava trabalhando em Manaus até janeiro deste ano, quando precisou fazer um transplante de rim e voltou para a capital gaúcha. Ainda pegou covid durante a internação. Ficou mais de 70 dias no Hospital das Clinicas de Porto Alegre, cujo o diretor médico é seu xará, Brasil Silva Neto, que durante a pandemia ficou na linha de frente no combate à doença. Ambos já se conhecem desde 2004. Atualmente, todas as noites, enquanto dorme, o paciente faz oito horas de diálise peritoneal. A história deles ajuda a traçar um panorama de um ponto crucial do país que é tema recorrente a cada período eleitoral: a saúde pública.

Divulgação Fantástico/Estevam Avellar

“A ideia da série é ouvir os desejos e os anseios dos brasileiros às vésperas da eleição. Esse foi o recorte. Vamos tratar de grandes temas a partir do ponto de vista de xarás do nosso país. Assuntos como saúde, desemprego, educação, desmatamento, garimpo e infância vulnerável. Há um Brasil indígena, um que foi menino de rua, outro que está enfrentando o desemprego, outro que está na fila do transplante, e assim por diante. Esses Brasis que entrevistamos vão nos ajudar a refletir sobre alguns dos grandes entraves da realidade brasileira”, ressalta Marcelo Canellas, que rodou todas as cinco regiões brasileiras atrás dessas histórias.
 
Uma das atrações do Palco Mundo na noite desta quinta-feira no Rock in Rio, a banda italiana Måneskin visitou nesta semana o estúdio do ‘Fantástico’ e conversou com a apresentadora Poliana Abritta. Além de uma entrevista exclusiva, grupo tocou alguns de seus sucessos, entre eles, Beggin’. “Estar no Rock in Rio nos faz entender quão grande nós chegamos. É claro que é um dos maiores festivais, senão o mais icônico do mundo. As maiores bandas apresentam as melhores performances. É um sonho que se torna realidade para todos nós”, ressalta o vocalista Damiano David.
 
O Fantástico deste domingo começa logo depois do ‘Domingão com Huck’ e traz também a cobertura completa sobre a morte da Rainha Elizabeth II. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code