Ad Code


MUBI divulga trailer e pôster oficiais de The African Desperate

Divulgação

Distribuidora global e serviço de streaming com curadoria, a MUBI lança o pôster e trailer oficiais de The African Desperate, o drama inteligente de Martine Syms, que chega com exclusividade à plataforma em 21 de outubro.

The African Desperate acompanha a artista Palace Bryant (Diamond Stingily) em um dia bem longo de 2017, que começa com sua formatura de mestrado (MFA – Master os Fine Arts) numa universidade de arte branca e liberal em Nova York, e termina na estação de trem Blue Line, de Chicago. Em meio a um cenário exuberante de fim de verão, Palace navega pelas armadilhas da autorrealização e as falácias do mundo da arte. Filmado com a celebrada garra conceitual, humor, crítica social e linguagem visual vívida de Syms, The African Desperate nos leva a uma jornada íntima e desenfreada por paisagens pitorescas e estúdios de artistas, de críticas acadêmicas a conexões no banco de trás, e da noite de uma festa de formatura selvagem à manhã de uma viagem solitária para casa.

O filme, que marca a estreia de Martine Syms no roteiro de longa-metragem, teve sua estreia mundial no Festival Internacional de cinema de Roterdã deste ano.

Martine Syms é uma artista e cineasta que ganhou notoriedade por uma prática que combina garra conceitual, humor e crítica social. Ela expôs extensivamente, incluindo mostras individuais no Museu de Arte Moderna, Museu de Arte da Filadélfia, Museu de Arte Contemporânea de Chicago e Tate Modern, entre outros. Seu trabalho está nas coleções públicas de instituições de educação e arte em todo o mundo. Ela recebeu vários prêmios, que a colocam no topo da sua área de atuação, como o Creative Capital Award, o Herb Alpert Award in the Arts, a bolsa de artistas dos Estados Unidos, o prêmio Tiffany Foundation e o Future Fields Art Prize. Martine  concluiu projetos comissionados para Prada, Nike, Celine, Kanye West e NTS, entre outros. É integrante  da banda  Aunt Sister e apresenta um programa de rádio mensal no NTS. Também dirige a Dominica Publishing, editora dedicada a explorar a negritude como tópico, referência, indicador e público na cultura visual. Syms é diretora de dois longas-metragens e vários curtas.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code