'Não é o externo que limita a Gente. É a gente que limita a gente', Afirma Gabriela Prioli, na nova temporada de 'Drag me as a Queen Celebridades'

E! Entertainment/Divulgação

A apresentadora, professora, advogada e influenciadora Gabriela Prioli abre a nova temporada de DRAG ME AS A QUEEN CELEBRIDADES, terça-feira, 18 de outubro, às 20h, no E! Entertainment. Ela vai descobrir sua diva interior com os conselhos das drags Ikaro Kadoshi, Penelopy Jean e Rita Von Hunty.

Durante a jornada, Gabriela Prioli fala sobre ser uma figura pública, sobre felicidade e se emociona ao contar a história do pai. “Meu pai morreu aos 39 anos. Ele encontrava os filhos só uma vez por semana à noite, porque tinha de trabalhar o resto do tempo. Eu tive uma existência muito mais feliz do que essa. E eu queria que as pessoas que eu amo pudessem viver a felicidade que eu experimento hoje. Quero que as pessoas possam desfrutar da própria existência, que a gente não precise ficar se adequando, se submetendo”, afirma Gabriela.

Ao mencionar o tribunal da mídia, em que qualquer pessoa é cancelada sem ao menos ter o direito de defesa, a advogada diz: “Com essa coisa de ‘agora, ela está cancelada’, a gente perde as pessoas, porque todos estamos em processo de evolução. Não estou falando que a gente tem de tolerar qualquer tipo de comportamento, mas daí a atacar, assassinar a reputação e insistir em uma dinâmica de violência é muito ruim. Quando vejo esse comportamento dirigido contra mim, o primeiro sentimento é de sincera solidariedade, porque vejo uma pessoa em completo sofrimento”.

Após passar por toda a jornada e surpreender as drags com samba no pé, Gabriela, ainda montada e dona de sua diva interior, conclui: “Não é o externo que limita a gente. É a gente que limita a gente!”.

DRAG ME AS A QUEEN CELEBRIDADES é uma coprodução da NBCUniversal International Networks com a Movioca. DRAG ME AS A QUEEN foi o primeiro reality show da América Latina a ter protagonistas drag queens. A franquia faz parte do catálogo da NBCUniversal e seu formato já foi vendido para a Holanda.

O reality reforça a estratégia do E! de apostar em produções nacionais e apoiar a Diversidade, a Equidade e a Inclusão (DEI), pilares da NBCUniversal e da campanha institucional Vozes do E!, lançada em 2019.

Com a campanha, o canal se compromete a dar voz a todos os indivíduos, especialmente às mulheres, independentemente de cor, idade, gênero e padrões de beleza. Fazem parte dessa iniciativa séries como “Beleza GG”, “Born to Fashion”, “Juju Boot Camp”, “Os Szafirs”, “Luana é de Lua”, além do documentário “Vozes do E!” e da franquia “Drag Me as a Queen”.
 
As ações de VOZES DO E! vão além do canal linear, chegando também às plataformas digitais, em projetos como “Histórias Inspiradoras” e “Feras do E!”. O canal tem novos projetos em andamento, seguindo as diretrizes de Diversidade, Equidade e Inclusão (DEI).

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato