NSports e CBV anunciam renovação para a transmissão da Superliga 1xBet

Divulgação

A NSports e a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) renovaram acordo em relação aos direitos de transmissão da Superliga 1xBet para a temporada 2022/2023. A parceria, que alcança seis anos, vale para as competições de ambos os gêneros. Por conta do trato, o amante do esporte poderá acompanhar mais de 160 partidas da modalidade por meio do Canal Vôlei Brasil via celular, tablet, notebook, computador e televisão. 

Com 12 equipes, a Superliga 1xBet apresenta 22 rodadas (turno e returno), com a transmissão de quatro partidas por rodada pela sportech brasileira, sendo duas de maneira exclusiva. Após o fim da fase de classificação, há quartas de final, semifinal e final para decidir o grande vencedor da temporada. Nos playoffs, avançam os times que levarem a melhor na série de três duelos.

“A NSports tem grande orgulho em transmitir a Superliga 1xBet. Para nós, é motivo de felicidade renovar a parceria com a Confederação Brasileira de Voleibol pelo sexto ano consecutivo. Nosso objetivo é continuar contribuindo para o fortalecimento do esporte no país, por meio de uma cobertura completa, dinâmica e qualificada”, afirma Guilherme Figueiredo, CEO da NSports.

Além da exibição das partidas, a NSports oferece os melhores momentos dos embates, conteúdos especiais e informações para o fã de vôlei. O combo, que inclui as categorias masculina e feminina, custa R$ 109,90 e pode ser parcelado em até quatro vezes. Posteriormente, o valor chegará a R$ 129,90. 

Pelo lado masculino, estas são as equipes que lutarão pelo torneio que se inicia no dia 21 de outubro: Sada Cruzeiro (MG), Fiat/Gerdau/Minas (MG), Sesi-SP, Vedacit Vôlei Guarulhos (SP), Apan/Eleva (SC), Vôlei Renata (SP), Farma Conde Vôlei – São José (SP), Montes Claros América Vôlei (MG), Brasília Vôlei (DF), Suzano Vôlei (SP), Uberlândia Vôlei/Praia Clube (MG) e Rede Cuca (CE).

Na categoria feminina, que começa no dia 28, Brasília Vôlei, Itambé/Minas (MG), Dentil/Praia Clube (MG), Sesi Vôlei Bauru (SP), Sesc RJ Flamengo (RJ), Osasco São Cristóvão Saúde (SP), Fluminense (RJ), Barueri Volleyball Club (SP), Pinheiros (SP), Unilife Maringá (PR), Energis 8 São Caetano (SP) e Abel/Moda Vôlei (SC) brigarão pelo título de melhor agremiação do Brasil. 

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato