''Acho que saí do meu corpo'', diz Diego após conquistar o troféu do MasterChef Profissionais 2022

Divulgação Melissa Haidar/Band

A grande final da quarta temporada do MasterChef Profissionais, que aconteceu na noite dessa terça-feira (8), foi marcada pela vitória de Diego. O competidor conseguiu superar a adversária Thalyta e levou o troféu para casa depois de apresentar um menu autoral de seis passos que agradou em cheio o paladar dos jurados Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça. O cardápio escolhido reuniu carne de onça, muzongué, bacalhau com natas, arroz de pato, tagliatelle e rabanada. Veja aqui o momento do anúncio!

Ao longo do programa, o paulistano de 41 anos teve uma trajetória de altos e baixos. Sempre com comentários afiados e uma boa dose de humor, conquistou adversários ferrenhos e amigos fieis, além, é claro, da admiração dos chefs, que fizeram questão de exaltá-lo no último episódio.

Em entrevista exclusiva ao Band.com.br, ele demonstrou euforia com o resultado. “Não durmo há uns três dias. Esse não poderia ser um menu vazio, precisava fazer sentido para o meu caminho aqui dentro. Fiquei muito feliz, orgulhoso, adorei ter minha família me vendo cozinhar porque me deu muito gás e energia. Consegui aplicar tudo o que idealizei”, disse ainda em êxtase.

Divulgação Melissa Haidar/Band

Além dos prêmios, ele celebrou a projeção nacional trazida pelo título e detalhou o gostinho de ser o campeão. “Por alguns minutos, acho que saí do meu corpo e a sensação era de que estava lá em cima, no teto do estúdio, apenas admirando tudo o que estava acontecendo”.

Com uma carreira consolidada, o participante admitiu que não precisava se expor em uma competição, mas fez questão de encarar o jogo porque precisava de novos desafios. “Tenho um monte de restaurante, as coisas estão funcionando bem, nunca coloquei em xeque a minha profissão, mas perdi a ingenuidade na cozinha. A minha criatividade e a minha inocência estavam abaladas, mas o programa me trouxe isso de volta”.

Para o futuro, ele espera tirar do papel um projeto social para capacitar pessoas na cozinha de forma sustentável e inaugurar mais um restaurante, o La Crosta, uma forneria italiana moderna, pequena e com referências dos pratos que ele fez no MasterChef. “Com certeza vou fazer uma curadoria de tudo que eu produzi”, prometeu.

Diego levou para casa o troféu, grande símbolo da disputa, um prêmio de R$ 300 mil e um Mitsubishi Eclipse Cross 2023, um SUV com design renovado, repleto de tecnologia e conforto. A Britânia ainda o presenteou com 20 produtos para deixar a cozinha completa e Johnnie Walker, Smirnoff e Tanqueray ofereceram um home bar e um curso de mixologia para torná-lo expert em harmonização de receitas com drinks.

Na próxima terça-feira (15), a Band estreia a temporada inédita do MasterChef+ com cozinheiros amadores com idades entre 60 e 80 anos.

Criado por Franc Roddam, o formato MasterChef é representado internacionalmente pela Banijay. O programa é uma produção da Endemol Shine Brasil para a Band e para o Discovery Home & Health. O talent show vai ao ar toda terça-feira, às 22h45, na tela da Band, com transmissão simultânea no Band.com.br e no aplicativo BandPlay. A atração também é exibida toda sexta-feira, às 18h20, no canal Discovery Home & Health e no streaming discovery+. O público ainda pode acompanhar os episódios pelo canal oficial no YouTube.

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato