Nova temporada do 'Expresso Futuro' vai mostrar o avanço da tecnologia e da inovação na África

Reprodução

A sexta temporada do Expresso Futuro estreia no próximo dia 7 no Canal Futura, às 21h, mostrando as inovações tecnológicas e sociais que estão tomando o continente africano. Em oito episódios, o especialista em tecnologia, advogado e apresentador Ronaldo Lemos visita países como Gana, Moçambique, Quênia e Tanzânia. A temporada também terá estreia no Fantástico, na Globo, no dia 6 de novembro, com episódio especial.

O apresentador mostra a vitalidade e a criatividade da África, características que têm se traduzido em soluções tecnológicas e inovadoras. Em vez de Afrofuturismo, é hora do Afropresentismo, com as inovações presentes dos países do continente. Segundo o Índice Global de Inovação 2021, que mede o desempenho dos ecossistemas da inovação de 132 economias, a África do Sul, o Quênia e a Tanzânia estão alavancando tecnologicamente os países que compõem a África Subsaariana. 

Partindo de Moçambique, Lemos dará uma visão geral da situação no continente, falando sobre como a África luta para superar os desafios deixados por conflitos. Lá o apresentador visita startups, estúdios de design e produção musical, e o gigantesco Parque Nacional de Gorongosa para mostrar como as mudanças tecnológicas estão promovendo a harmonia entre a população e o meio ambiente.

“Mostraremos ainda como os países africanos estão criando novos presentes e futuros. A África está sendo transformada por três tendências: mudança climática, demografia e tecnologia. O continente hoje é jovem, a média de idade é de 18 anos. E essa população está conectada e decolando. Aplicativos e empresas de transferência digital já existiam e circulavam na África desde 2007! Muito antes do “Venmo” chegar aos Estados Unidos, e muito antes do PIX se popularizar no Brasil”, conta ele.

A série também fica disponível na plataforma Globoplay.

EXPRESSO FUTURO

Canal Futura
Estreia: 07/11, segunda-feira, 21h.

Ronaldo Lemos viaja pela África mostrando tecnologia e inovação. A África é um continente jovem que está se transformando pela conectividade e pelo empreendedorismo. A temporada mostra a Savana do Silício no Quênia, a inovação em Moçambique e Gana e muito mais. Tem muito futuro vindo da África!

Confira a temporada completa:

Episódio 1 - Afropresentismo: mudando a narrativa sobre a África

Em Nairobi, Ronaldo mostra como as histórias do continente africano que chegam à mídia ocidental são extremamente limitadas. Passeia em um “Matatu”, ônibus público queniano e finaliza em Gana.

Episódio 2 - A Savana do Silício

Nairobi é conhecida na África como Savana do Silício devido à quantidade de start-ups e fintechs. No Quênia, Ronaldo aproveita para entender sobre esse ambiente e de empreendimentos inspiradores.

Episódio 3 - Moçambique: maratonando para inovar

Ronaldo visita o Parque Nacional de Gorongosa, em Moçambique, cujo experimento em conservação foca na co-existência da população local com o meio ambiente e corre a Maratona de Gorongosa.

Episódio 4 - Moçambique: natureza e tecnologia

Em Gorongosa, Ronaldo visita os laboratórios de botânica, biologia, paleontologia e reabilitação de pangolim, liderados por mulheres moçambicanas, para entender a pesquisa e inovação existente no parque.

Episódio 5 - Afrofuturismo

O episódio explora como artistas e inovadores misturam tendências tradicionais à tecnologia atual para criar uma visão futurística extremamente africana, o afrofuturismo.

Episódio 6 - Inovação tecnológica e social

Países como Moçambique e Quênia possuem uma língua colonial oficial, mas também uma variedade de línguas locais. No episódio, Ronaldo explora projetos que quebram a barreira linguística e cultural.

Episódio 7 - Fintechs e inovação financeira

O e-commerce já bombava na África antes mesmo da pandemia. O episódio mostra inovadores africanos criativos na hora de usar novas tecnologias na área de transações digitais, criptomoedas e crédito.

Episódio 8 - Wakanda existe?

Países africanos correm para gerar cidades mais inclusivas e inteligentes. No último episódio, uma juventude globalizada e conectada cria soluções que servem de inspiração para o Brasil e para o mundo.

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato