Canal Brasil homenageia Marília Pêra com seleção de filmes na semana que a atriz completaria 80 anos

Divulgação 

O Canal Brasil vai exibir, durante cinco dias, filmes em homenagem à atriz Marília Pêra, que completaria 80 anos no dia 22 de janeiro. A partir do dia 17, sempre na faixa de 0h30, a programação traz os títulos  "Polaróides Urbanas", "Tieta do Agreste", "Dias Melhores Virão", "Bar Esperança - O Último Que Fecha" e "Pixote - A Lei do Mais Fraco". 

Marília ficou conhecida como uma das atrizes mais relevantes do Brasil e participou de mais de 20 filmes, quase 50 peças de teatro e 29 novelas. Estreou na televisão em 1965, em “Rosinha do Sobrado”, na TV Globo, mas brilhou nos palcos desde os 14 anos como bailarina. Foi cantora, diretora de teatro, atriz, além de um símbolo de oposição à ditadura militar, quando foi presa duas vezes. Seu último trabalho na TV foi “Pé na Cova”, seriado exibido na TV Globo.

Em "Polaróides Urbanas", dirigido por Miguel Falabella em 2008, Marília interpretou duas personagens, Magda e Magali. No longa "Tieta do Agreste",  adaptado do clássico literário de Jorge Amado, ela deu vida a Perpétua, um dos papéis principais. Mais uma protagonista interpretada por ela foi Maryalva Matos, em "Dias Melhores Virão", de 1988, dirigido por Cacá Diegues.

Na comédia "Bar Esperança, O Último Que Fecha", lançada em 1983, a atriz contracena com nomes como Hugo Carvana, Paulo César Pereio e Sílvia Bandeira. Por fim, no drama "Pixote - A Lei do Mais Fraco", dirigido por Hector Babenco, que conta os dramas das crianças de São Paulo ao entrarem em contato com a prostituição, a violência e o crime, Marília interpreta a prostituta Sueli.

A exibição da mostra ocorre do dia 17 ao dia 21 de janeiro no Canal Brasil, sempre à 0h30.

Polaróides Urbanas (2008) (82’)
Horário: Madrugada de terça (17/01) para quarta (18/01), à 0h30
Classificação: 12 anos
Direção: Miguel Falabella

Sinopse: Uma jovem em conflito com a mãe, uma terapeuta incapaz de resolver seus problemas, uma dona de casa de classe média que não consegue mais sonhar, uma atriz consagrada cuja carreira está em decadência e uma mulher que, sem querer, foi escolhida como mãe da filha de sua patroa. As vidas destas mulheres e seus respectivos maridos, namorados e amigos se cruzam no Rio de Janeiro.

Tieta do Agreste (1996) (140’)
Horário: Madrugada de quarta (18/01) para quinta (19/01), à 0h30
Classificação: 18 anos
Direção: Cacá Diegues

Sinopse: Aos 17 anos de idade, Tieta viveu aventuras amorosas que escandalizaram a população de Santana do Agreste, o que motivou seu pai a expulsá-la de casa. Longe da família, Tieta enviava ajuda financeira ao pai e às irmãs, Tonha e Perpétua. Vinte e seis anos após ter sido expulsa, Tieta retorna a Santana do Agreste com sua enteada. A presença de Tieta na cidade transforma por completo a pacata cidade, ainda mais quando ela se envolve com o próprio sobrinho.

Dias Melhores Virão (1989) (92’)
Horário: Madrugada de quinta (19/01) para sexta (20/01), à 0h30
Classificação: 12 anos
Direção: Cacá Diegues

Sinopse: Maryalva (Marília Pêra) é uma dubladora que sonha em se tornar uma estrela de Hollywood. Em seus devaneios, realidade e fantasia se misturam e ela conversa com, entre outros, o fantasma de um namorado morto, ainda jovem, num acidente de moto e a estrela da comédia americana a qual ela dubla.

Bar Esperança - O Último Que Fecha (1983) (127’)
Horário: Madrugada de sexta (20/01) para sábado (21/01), à 0h30
Classificação: 14 anos
Direção: Hugo Carvana
Classificação: 16 Anos

Sinopse: O Bar Esperança é o ponto de encontro de todos. Para lá vão religiosamente Ana (Marília Pêra), atriz de teatro e televisão casada com Zeca (Hugo Carvana), autor de peças que se demite da televisão por não aguentar mais o esquema imposto; o artista plástico Valfredo Salvador (Anselmo Vasconcelos); o jornalista boêmio lvan Guerra (Nelson Dantas); Profeta (Wilson Grey), também jornalista; a pesquisadora Nina (Louise Cardoso) e também Cabelinho (Paulo César Pereio), Cotinha (Sylvia Bandeira), Tuca (Luiz Fernando Guimarães), Passarinho (Antônio Pedro) além de Dona Esperança (Thelma Reston), a dona do bar.

Pixote: A Lei do Mais Fraco (1981) (126’)
Horário: Madrugada de sábado(21/01) para domingo (22/01), à 0h30
Classificação: 16 anos
Direção: Hector Babenco

Sinopse: Pixote é um menino de São Paulo que vai parar num reformatório. Lá, acaba se unindo a Dito, Lilica, Chico e Fumaça. Os jovens passam por dificuldades e se perguntam: haveria uma saída para eles?

Anderson Ramos

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato