Jurados comentam expetativa para a terceira temporada do 'The Masked Singer Brasil'

Divulgação Globo/Mauricio Fidalgo

A partir do dia 22 de janeiro o público pode ativar o modo detetive nas tardes de domingo da Globo com a volta dos mascarados mais queridos do Brasil. A terceira temporada do 'The Masked Singer Brasil' chega com novos mistérios e novas fantasias que vão dominar a telinha com muita música, diversão e brasilidade. Sabrina Sato e Mateus Solano entram para completar o time de jurados ao lado da Taís Araujo e Eduardo Sterblitch na missão de descobrir quem são as personalidades escondidas por trás da máscara.
 
Sob o comando de Ivete Sangalo e com Priscilla Alcantara nos bastidores, a competição agora ultrapassa o palco e chega à bancada do júri. Com a nova dinâmica da Aposta Secreta, o jurado que mais acertar quem está por trás da máscara leva o título de campeão da temporada junto ao mascarado vencedor. Durante a primeira apresentação do competidor, os jurados dão os seus palpites. A cada vez que o artista for desmascarado, os palpites são abertos e quem acertou marca um ponto. Na grande final, o jurado que estiver no topo do ranking leva o troféu Xagaragundenga! Além disso, os episódios temáticos estão de volta: Carnaval, novelas, cinema e muito mais estão presentes nos shows.
 
E tem mais novidades! Agora, todos os mascarados convivem em um universo único dentro do programa: o Masked Verso, que terá efeitos visuais e muitas histórias para as crianças e fãs de todas as idades. Lá, por exemplo, a Vovó Tartaruga adora tomar café com a avó do Filtro de Barro, e a DJ Vitória-Régia adora tocar para Os Suculentos. "O que mais me encanta no 'The Masked Singer Brasil' é o desafio em realizá-lo, em buscar os talentos mais diversos possíveis para estarem dentro das fantasias. E também tudo que envolve a criação do reality. O público sempre pode esperar uma novidade. Este ano temos novidades na bancada de jurados e também, pela primeira vez, um trio de participantes", conta o diretor artístico da TV Globo, Adriano Ricco. 
 
Os detetives oficiais do ‘The Masked Singer Brasil’ já estão preparados para a nova temporada com palpites na ponta da língua. Revelada no 'BBB 3', a nova jurada, Sabrina Sato, segue fã do gênero de realities e adianta o que o público pode esperar da temporada. “Teremos momentos muito engraçados. Eu já amava tentar descobrir quem eram os mascarados de casa, mas agora na bancada, podendo trocar com pessoas tão talentosas, está sendo demais. Podem esperar Ivete arrasando mais ainda, uma bancada de jurados dedicada e muito animada, novas regras e alguns lookinhos também né, que não poderiam faltar (risos)”, afirma Sabrina.
 
Já Mateus Solano conta que ficou muito feliz e honrado com o convite para o programa e promete se divertir na missão de detetive. O ator também ressalta o impacto de ver as fantasias pessoalmente. “Elas são muito ricas em detalhes, e não são só para os olhos. Não é só a cor e a quantidade de detalhes, é também o tecido, as texturas, e, é claro, nas cores e a riqueza de informações, de dicas que podem estar nas próprias fantasias”, conta.
 
A comandante Ivete Sangalo fala com alegria dos novos jurados e ressalta o entrosamento do time. “Eu acho que o fato de eles estarem chegando agora, trazendo muito das suas personalidades, dá um ritmo diferente para o programa, uma maneira de abordarmos outros caminhos que esse reality tem! A gente bateu uma bola de uma forma muito consistente, coerente e divertida. Sabrina tem um potencial de humor absurdo e Mateus também. A gente tem ali uma bancada muito feliz e divertida”, afirma a apresentadora.
 
A veterana e rainha dos memes, Taís Araujo afirma que se surpreendeu com as vozes que ouviu no palco do ‘The Masked Singer Brasil’. “Eu fiquei chocada com a qualidade vocal dos mascarados, tem muita gente que canta mesmo. Isso determina as coisas? Não, mas é um fator a mais que causa encantamento. Quando alguém canta lindo, te emociona. Eu estou amando as fantasias, elas estão tão diferentes e mais elaboradas, muito lindas. Acho que o pessoal de casa pode esperar um megashow”, explica Taís, empolgada.
 
Já para Eduardo Sterblitch a terceira temporada do reality chega com ainda mais brasilidade. “A gente tem muita música, especialmente música brasileira, tem muitos estilos de artistas diferentes, de várias as idades, todos eles com muita energia. Sempre me estimula a ver as novidades, as surpresas. A cada temporada que passa, os artistas conseguem ver também o que já aconteceu, então eu acho que eles se preparam e vai ser ainda mais surpreendente. Está muito mais bonito, eu não sei como eles conseguem se superar”, ressalta.
 
O 'The Masked Singer Brasil’ é uma coprodução TV Globo e Endemol Shine Brasil, baseado no formato sul-coreano criado pela Mun Hwa Broadcasting Corp, tem direção artística de Adriano Ricco (TV Globo) e direção de Marcelo Amiky (Endemol Shine Brasil). 

Entrevista com Sabrina Sato 
 
Você começou em um reality e agora é jurada de um. Como está sendo isso? Quais são as suas expectativas? 
Tá sendo bem divertido. A gente ama reality! Minhas expectativas são as melhores possíveis. Eu tô impressionada com o tamanho da produção. É o mundo encantado dos mascarados (risos). Tô pronta pra me divertir bastante aqui no ‘The Masked Singer Brasil’ e, claro, mostrar meu lado investigativa, meu lado detetive.  
 
Você acompanhava o programa?  
Eu assisto desde a primeira temporada. Adoro o formato. É um programa que une a família em casa, a Zoe, minha filha, adora os mascarados e as performances. Dona Kika, minha mãe, vai chutando tudo errado, é uma diversão. 
 
Como vai ser dividir a bancada com Taís, Edu e Mateus?  
Essa bancada está demais! São pessoas que eu admiro e tenho um carinho muito grande. Tais é minha amiga que arrasa em tudo o que faz, Edu meu parceiro de muitos domingos e o Mateus que já está sendo uma grande surpresa de tão divertido! Boas risadas não vão faltar!  
 
Como foi ser convidada para fazer parte deste projeto? 
Foi um convite inesperado, mas que aceitei na hora! Nunca tinha participado de um talent show e eu adoro esse lado lúdico do ‘The Masked Singer’. 
 
O que o público como esperar desta temporada do ‘The Masked Singer’? 
Pode esperar momentos muito engraçados. Eu já amava tentar descobrir quem eram os mascarados de casa, agora, na bancada, podendo trocar com pessoas tão talentosas está sendo demais. Podem esperar Ivete arrasando mais ainda, uma bancada de jurados dedicada e muito animada, novas regras e alguns lookinhos também né, que não poderiam faltar! 
 
O que você acha que é preciso para ser um ‘The Masked Singer’? 
Primeiro, é preciso ser discreto, né? Precisa manter o segredo sobre a participação. Fofoqueiro aqui não tem vez (risos). Em segundo lugar, é preciso ter disposição, porque o programa exige muita preparação, você canta, dança e atua para esconder sua personalidade e ainda tem que sustentar o look! (risos). 
  
Como foi ver as fantasias pela primeira vez? 
Foi emocionante. Não é porque tô nessa temporada não, mas as fantasias estão ainda mais lindas. É mágico. Ao mesmo tempo que elas são grandiosas, existe uma riqueza de detalhes e algumas dicas... Já estou anotando tudo no meu caderninho pra acertar todos! 
 
Entrevista com Mateus Solano 
 
Em sua trajetória como ator seus personagens acabam tendo, em geral, um lado cômico. Como isso acrescenta à essa experiência como jurado de um reality? 
Eu diria que, mais do que um lado cômico, eu sempre levo uma teatralidade para os personagens. Isso cabe mais uma vez aqui, como jurado. É um terreno, sem dúvidas, novo, por ter uma responsabilidade diferente da de encarnar um personagem. Sou eu mesmo ali, por mais que tenha um figurino, uma maquiagem mais espetacular, mas sou eu mesmo sem máscara, sou eu no meu jeito brincalhão, no meu jeito espontâneo. Então eu fico feliz que tenham visto em mim uma possibilidade para cumprir esse papel. 
 
Como vai ser dividir a bancada com Taís, Edu e Sabrina? 
Como eles bem disseram, é uma turminha de quinta série. Do fundão - não é o povo que está ali na frente prestando atenção no professor. É mesmo um povo que faz bagunça, uma bagunça organizada, com o objetivo de entreter, pesquisar e trazer a alegria. Eu gosto muito de cada um. É uma gente muito querida, estou muito feliz com essa reunião. 
 
O que você acha que é preciso para ser um ‘The Masked Singer’? 
Eu acho que tem que entrar na brincadeira. Da mesma forma que nós, jurados, quanto mais a gente brinca, mais gostoso fica de assistir. Quando o mascarado é apaixonado pela sua fantasia, e por contar a história de si através do personagem, esse formato tão lúdico vai para a criança de cada um de nós. Acho que é uma grande oportunidade para quem gosta de brincar. 
 
Como foi ver as fantasias pela primeira vez? 
É um estouro. Os figurinistas das fantasias já têm essa experiência do Carnaval que tem que impressionar de longe, e é isso de fato o que acontece. As fantasias são muito ricas em detalhes, e não é só para os olhos. Os tecidos são bem escolhidos, não é só a cor e a quantidade de detalhes. É também o tecido, as texturas, e, claro, a riqueza de informações, de dicas que podem estar nas próprias fantasias.
 
Entrevista com Taís Araujo 
 
Depois de duas temporadas, o que ainda te encanta no ‘The Masked Singer Brasil’?  
A bagunça que eu faço com os jurados. A bagunça é o que mais me encanta. Me divertir, sabe? Os anos têm sido tão difíceis, tão pesados, e eu adoro me divertir, acho que todo mundo gosta. Eu sou sagitariana, minha gente. O palhaço do zodíaco. Então eu gosto de me divertir. O único comprometimento que esse programa tem é com a diversão, com a alegria, com a felicidade. A gente acha que é uma bobeira e tal, mas ele tem uma função muito importante na minha vida, e tenho certeza que na dos telespectadores também. 
 
O que o público como esperar desta terceira temporada do ‘The Masked Singer’?  
Eu fiquei chocada com a qualidade vocal dos mascarados, tem muita gente que canta mesmo. Isso determina as coisas? Não, mas é um fator a mais que causa encantamento. Quando alguém canta lindo, te emociona. Eu estou amando as fantasias, elas estão tão diferentes e mais elaboradas, muito lindas. Acho que o pessoal de casa pode esperar um megashow.
 
O que você acha que é preciso para ser um ‘The Masked Singer’?  
Cara de pau. Basicamente é isso. Tem que ter cara de pau, se jogar. Aí se você cantar muito, tem mais uma coisa. Se você dançar muito, tem mais um elemento.
 
Nesta temporada as fantasias estão mais brasileiras, algumas até foram pedidas pelo público de casa, muito ativo nas redes. Você acompanha os palpites e sugestões do público nas redes sociais? 
As redes sociais me ajudam muito a descobrir quem é que está por trás da máscara, porque, às vezes, eu não tenho noção, aí vou lá, leio e penso ‘tem razão!’. Aí eu começo a achar que é aquela pessoa, e, muitas vezes, rola, a galera de casa sabe tudo. 
 
Entrevista com Eduardo Sterblitch 
 
Depois de duas temporadas, o que ainda te encanta no ‘The Masked Singer Brasil’?  
O programa como um todo, o formato ainda, porque mudam as fantasias. A gente tem muita música, especialmente música brasileira, tem muitos estilos de artistas diferentes, de várias as idades, todos eles com muita energia. Sempre me estimula a ver as novidades, as surpresas. A cada temporada que passa, os artistas conseguem ver também o que já aconteceu, então eu acho que eles se preparam e vai ser ainda mais surpreendente. Está muito mais bonito, eu não sei como eles conseguem se superar
 
O que o público como esperar desta terceira temporada do ‘The Masked Singer’?  
Pode esperar uma disputa mais nivelada. Tem muita gente segurando o jogo, segurando a onda, para enganar a gente nesse momento. Mas, daqui a pouco, a coisa vai começar a pegar mais fogo. Está bem nivelado, parece que todo mundo canta, parece que todo mundo é profissional da música. 
 
O que você acha que é preciso para ser um ‘The Masked Singer’?  
Acho que é se jogar, realmente, aquela coisa de que você já está numa situação difícil, dentro de uma roupa, com um personagem novo, pela primeira vez. Acho que tem que se dedicar à diversão, o que é muito legal. A roupa já é linda, a música é legal, então, quando eles entram e cantam, se jogam com ballet, com aquela luz, com explosões, vira um Super Bowl, vários intervalos de Super Bowl.

Anderson Ramos

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato