Canal Brasil exibe Mostra LGBTQIAP+ no Mês do Orgulho

"Três Tigres Tristes", "Corpolítica", "Tinta Bruta" e "As Boas Maneiras". Foto: Divulgação

No Mês do Orgulho LGBTQIAP+, o Canal Brasil preparou uma programação especial que visa dar ainda mais espaço para o tema, refletido nas lentes de cineastas brasileiros premiados. A mostra teve início no dia 7 de junho e é exibida toda sexta, sábado e domingo, sempre às 22h30. Na semana em que é comemorado o Dia do Orgulho, vão ao ar os últimos três longas da maratona: "Três Tigres Tristes", no dia 28; "Corpolítica", no dia 29; e "Tinta Bruta", no dia 30. E, complementando a programação, a nova faixa fixa "Quarta Sapatão" exibe o filme "As Boas Maneiras", no dia 3 de julho.

"Três Tigres Tristes", de Gustavo Vinagre, retrata a história de um trio de jovens que dividem uma quitinete no bairro da Liberdade, em São Paulo. Isabella é uma mulher transexual que busca oportunidades de vida em São Paulo; Pedro é um artista plástico que, para ganhar dinheiro rápido, realiza performances eróticas na internet; e Jonata, drag queen e soropositivo, busca administrar todos os desafios de sua vida. O trio recebe uma ordem de despejo e se vê obrigado a lutar por dinheiro, o que os faz entrar em contato com seus passados individuais e suas realidades de vida e família. O longa foi premiado com o Teddy Award na categoria Melhor Filme no Festival Internacional de Cinema de Berlim, em 2022, e foi o vencedor do Prêmio do Júri do Dragão Rosa no 38º Festival de Cinema LGBT de Liubliana, na Eslovênia.

O documentário "Corpolítica", dirigido por Pedro Henrique França e produzido pelo ator Marco Pigossi, traz o recorde histórico de candidaturas LGBTQIAP+ nas eleições de 2020 no Brasil e acompanha a campanha eleitoral de quatro candidatos: a vereadora de São Paulo Erika Hilton, do Psol; a então candidata pelo Rio de Janeiro Andréa Bak, pelo Psol; a vereadora do Rio de Janeiro Mônica Benício, também do Psol; e o então candidato a vereador por São Paulo William de Lucca, do PT. O longa venceu o Prêmio de Melhor Documentário no Queer Lisboa, em Portugal, em 2022, o Prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, em 2022, a Première Brasil no Festival do Rio, também em 2022, e participou da 46ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo no mesmo ano. 

"Tinta Bruta", de Filipe Matzembacher e Marcio Reolon, foi exibido pela primeira vez no Festival de Berlim, onde faturou o Teddy, principal prêmio do cinema LGBTQIAP+ do mundo. O filme percorreu mais de 45 festivais pelo mundo, e também levou o Troféu Redentor de Melhor Filme, além dos prêmios de Roteiro, Ator e Ator Coadjuvante no Festival do Rio de 2018. O longa acompanha o introspectivo Pedro em um momento complicado. Ele responde a um processo criminal ao mesmo tempo em que precisa se despedir da irmã, Luiza, que está de mudança. Na busca por liberdade, ele assume o codinome Garoto Neon e passa a se apresentar anonimamente na internet com o corpo coberto apenas por tintas fluorescentes.

No Mês do Orgulho, o Canal Brasil anunciou a nova faixa fixa da programação, a "Quarta Sapatão", com filmes brasileiros que têm como temática histórias e vivências de mulheres lésbicas. Um novo título será exibido toda primeira quarta-feira do mês, sempre às 22h. A faixa tem o propósito de provocar reflexão, dar visibilidade e normalizar as relações entre mulheres através de filmes representativos, dispostos a criar diálogos construtivos sobre questões fundamentais, impulsionando a conscientização e o respeito. Na estreia de “Quarta Sapatão” em junho foram exibidos o curta “Aonde Vão os Pés”, de Débora Zanatta, e o longa “Amor Maldito”, de Adélia Sampaio. Já na quarta, 3 de julho, vai ao ar o longa "As Boas Maneiras", de Juliana Rojas e Marco Dutra, estrelado por Marjorie Estiano e Isabél Zuaa e vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Locarno.

Mostra LGBTQIAP+
Horário: Sextas, sábados e domingos de junho, às 22h30

Três Tigres Tristes (2022) (86')
Horário: Sexta, 28/06, às 22h30
Classificação: 14 anos
Direção:  Gustavo Vinagre

Sinopse: São Paulo, em um futuro distópico não muito distante do presente. Três jovens queer que andam à deriva por uma cidade sangrando pela pandemia e pelo capitalismo desenfreado, lembrando-se dos últimos amantes um do outro, compartilhando suas experiências com o HIV, recebendo dicas de maquiagem para rostos mascarados e finalmente se juntando a outros esquecidos pela sociedade.

Corpolítica (2022) (95')
Horário: Sábado, 29/06, às 22h30
Direção: Pedro Henrique França
Classificação: 14 anos

Sinopse: O documentário investiga o vazio de representatividade LGBTQIA+ no cenário político do Brasil, país que mais mata pessoas LGBTQIA+ no mundo. Diante de um recorde de candidaturas LGBTQIA+ nas eleições brasileiras de 2020, em um momento histórico no país e no mundo, candidatos e políticos relatam suas experiências e as violências vividas dentro de seus processos de afirmação e na luta por direitos.

Tinta Bruta (2018) (118’)
Horário: Domingo, 30/06, às 22h30
Classificação: 18 anos
Direção: Filipe Matzembacher e Marcio Reolon

Sinopse: Enquanto responde a um processo criminal, Pedro é forçado a lidar com a mudança da irmã para o outro lado do país. Sozinho no escuro do seu quarto, ele dança coberto de tinta neon, enquanto milhares de estranhos o assistem pela webcam.

Quarta Sapatão Julho:

As Boas Maneiras (2023) (132')
Horário: Quarta, 03/07, às 22h
Classificação: 16 anos
Direção: Juliana Rojas e Marco Dutra

Sinopse: Ana contrata Clara, uma solitária enfermeira, para ser babá de seu filho ainda não nascido. Conforme a gravidez avança, Ana começa a apresentar comportamentos cada vez mais estranhos e sinistros. 

Anderson Ramos

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato