Discovery estreia a segunda temporada de Ed Stafford - O Sobrevivente


Segunda temporada de ED - Stafford - O Sobrevivente no Discovery. (Divulgação)
Ed Stafford é do tipo que precisa da adrenalina. Para ele, lançar-se na natureza e viver no limite são necessidades – e a melhor prova de resistência é sempre aquela que está por vir. A partir de terça-feira, 9 de agosto, às 23h10, ele volta à tela do Discovery com a segunda temporada de ED STAFFORD – O SOBREVIVENTE (Marooned with Ed Stafford).

Na série, Ed viaja às mais belas e perigosas paisagens do planeta e lá permanece por cerca de 10 dias, com equipamentos básicos que cabem em uma mochila e uma câmera com a qual registra as etapas de suas aventuras solitárias. Sem água, comida ou companhia de equipe de filmagem, ele se lança em desertos e selvas, enfrentando a ameaça do ataque de predadores, fome e intempéries.

São seis episódios de uma hora na nova temporada – cada um deles é filmado pelo próprio Ed em uma localidade. Guatemala, Filipinas, Patagônia argentina, Mongólia e Noruega estão entre os destinos da nova safra. Abandonado à própria sorte em algum local remoto e sem nenhuma ferramenta consigo além de uma câmera de vídeo, Ed coloca seus conhecimentos à prova para sobreviver nesses habitats selvagens.

Ed ficou famoso ao demonstrar suas habilidades de sobrevivência quando percorreu a pé todo o curso do rio Amazonas em uma jornada que durou 860 dias. “Sobreviver na natureza é como um jogo. Se por um lado você não pode assumir riscos desnecessários, por outro deve entender que medo é o seu pior inimigo. Encare como um jogo e os obstáculos intransponíveis se transformarão em desafios – essa perspectiva é fundamental”, afirma Stafford.

No episódio de estreia, ele viaja até a Guatemala. Lá, o ponto de partida para a aventura é uma pequena ilha  localizada no rio Usumacinta. Sair da ilha sem ser atacado por crocodilos é o primeiro feito de Ed, que depois se lembrará de seus tempos na Amazônia ao encarar a densa floresta tropical na estação das chuvas – a umidade dificulta as tentativas de fazer fogo. Os animais parecem ainda mais ariscos e Ed luta contra a fome.

Na semana seguinte, o destino é a Mongólia. Ed desembarca no deserto de Gobi e percebe que este será um dos maiores desafios que já enfrentou, por causa do isolamento total e da escassez. Na briga contra a desidratação, ele procura por um oásis onde possa montar acampamento. Lá ele pode encontrar os recursos para sobreviver, mas também pode dar de cara com morte – oásis são destinos para várias espécies de predadores.

A Namíbia é a parada no terceiro episódio, seguida das Filipinas na quarta semana.  A Patagônia argentina e a Noruega são os dois destinos que finalizam a segunda temporada.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.