Curta! estreia ‘Onqotô’, episódio inédito da série ‘Grupo Corpo – Repertório’



Com trilha musical de Caetano Veloso e José Miguel Wisnik, “Onqotô” foi o balé que marcou os 30 anos do Grupo Corpo, em 2005. O documentário, que estreia no Curta!, nesta Terça das Artes, dia 6, revela o processo de criação desse balé comemorativo e traz detalhes sobre a coreografia de Rodrigo Pederneiras, marcada por movimentos contrastantes, que opõem a verticalidade e a horizontalidade; o caos e a ordenação; o brando e o brusco e o volume e a escassez.

O premiador diretor de fotografia Lauro Escorel ganha a cena na série “Luz e Sombra – Fotógrafos Brasileiros”, na Quarta de Cinema, dia 7. Três vezes vencedor do Festival de Gramado (1974, 1978, 1986), além de premiado no 5º Festival de Cinema de Recife, no Cine Ceará 2002 e no Festival de Brasília de 2006, Escorel foi responsável pela fotografia de longas como “Casa da Mãe Joana 2”, de Hugo Carvana, “O Maior Amor do Mundo”, de Cacá Diegues, “O Xangô de Baker Street”, de Miguel Faria Jr, entre outros trabalhos.

Ainda na Quarta, o “A Vida É Curta!” recorda o feriado da Independência do Brasil com uma série de filmes que discute diferentes momentos da história do país. “Uma Família Ilustre”, de Beth Formaggini, abre a faixa e mostra um debate entre Cláudio Guerra, ex-delegado da Polícia Civil que assassinou e incinerou militantes contrários à ditadura, e o professor Eduardo Passos, psicólogo clínico que trabalha com direitos humanos. Em seguida, “Memória”, de Roberto Henkin, retrata dois momentos marcantes da política brasileira: a renúncia de Jânio Quadros e sua reeleição como prefeito de São Paulo, 25 anos depois; e as eleições para presidência da República em 1989. Para encerrar o programa, “Brasil”, de Rogério Sganzerla, registra os bastidores da gravação do disco Brasil, de João Gilberto, de 1981, com Caetano Veloso, Gilberto Gil e Maria Bethânia.

O escritor e ativista paquistanês Tariq Ali é tema do episódio inédito de “Impressões do Mundo”, nesta Quinta do Pensamento, dia 8. Com obras dedicadas à história e à política internacional, também se destacou pela autoria de romances para o teatro e televisão. Colunista do jornal britânico “The Guardian” e da revista “New Left Review”, Tariq Ali comenta, neste documentário, sua opinião sobre a crise política do Brasil.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.