HISTORY estreia a segunda temporada da série X-Company


Nova temporada de X-Company chega ao history. (Divulgação)
X-Company volta à tela do HISTORY com fortes emoções no dia 23 de setembro ás 21h. A segunda temporada dá sequência aos desafios de um grupo de cinco jovens espiões aliados durante a Segunda Guerra Mundial.  Desta vez, a história dos protagonistas começa em solo francês durante a ocupação alemã, mas agora com dois homens a menos, em meio a grandes riscos e sem comunicação com o Camp X. Tom (Dustin Mulligan) é ferido e Aurora (Evelyne Brochu), Neil (Warren Brown) e Harry (Connor Price) têm de lidar com a caótica repercussão gerada pela captura de Alfred (Jack Laskey) pela Gestapo e com toda a rede de Resistência francesa sob sério risco.

A equipe se encontra em uma situação de desestabilização e precisa lutar para se recuperar. Enquanto Aurora está devastada pela captura de Alfred, Harry se culpa por ter exposto toda a equipe diante de um agente inimigo. A habilidade de Neil para lutar está comprometida depois de ter matado um amigo alemão. E a vida de Tom está por um fio. Alfred, com sua extraordinária memória, foi sempre um alvo perfeito para os alemães ainda que ninguém imaginava que poderia capturá-lo vivo. Por que Aurora não atirou quando teve a oportunidade para assim evitar sua captura?

Entretanto, de volta ao Camp X, Sinclair (Hugh Dillon) entende que terá de correr riscos nunca vistos para resgatar Alfred das garras alemãs antes que ele sucumba à tortura. E Krystina (Lara Jean Chorostecki), enquanto luta para concertar as coisas, descobre que o momento não poderia ser pior: os aliados dependem de seus agentes secretos para preparar o terreno para uma invasão à França ocupada.

A segunda temporada se desenvolve em uma ordem cronológica de quatro semanas, e todas as operações – guerrilha, sabotagem, assassinatos e camuflagens – terminam no dia em que os Aliados planejam desembarcar em Dieppe, uma cidade costeira no norte da França ocupada. Mas a prioridade da equipe é salvar Alfred de uma prisão da Gestapo – uma tarefa que parece quase impossível – antes que ele ceda ao interrogatório de Franz Faber (Torben Liebrecht) e ponha nas mãos dos inimigos toda a vasta informação que tem na cabeça.

“A primeira temporada terminou em caos. O pesadelo de Sinclair se tornou realidade e Alfred foi capturado”, explicam os criadores e produtores executivos de X-Company, Mark Ellis e Stephanie Morgenstern. “A memória perfeita de Alfred e tudo o que ele sabe está agora nas mãos inimigas; as operações da Resistência na França e em outras partes têm de interromper a comunicação entre elas e com o Camp X. A equipe está nas últimas: sem suprimentos, sem dinheiro, sem armas e sem refúgios seguros. É uma situação muito difícil para começar a nova temporada”.

Conforme explicam Ellis e Morgenstern, este novo ano tem um tom mais obscuro, em função de estarem mais imersos na guerra. “Os espiões são perseguidos pelo que viram, pelo que aprenderam e, talvez o pior de tudo, pelo que tiveram de fazer com as próprias mãos. O certo e o errado são agora muito mais difíceis de distinguir.

Se na temporada anterior os cinco espiões eram idealistas, otimistas e estavam cheios de sonhos para salvar o mundo, nesta fase de 10 episódios eles enfrentam uma amarga e terrível realidade: não é possível lutar contra o diabo sem antes aprender seus mesmos métodos, o que leva a história dos personagens a lugares e situações mais obscuras e complexas.

No episódio de estreia, Via Londres, a equipe perde Alfred para os nazistas e a comunicação de Aurora, Neil, Tom e Harry com o Camp X é interrompida.  Enquanto isso, ninguém sabe onde Sinclair está e Krystina fica desesperada. Alfred é selvagemente espancado nas mãos da Gestapo. E Franz Faber está disposto a fazer de tudo para obter informações que podem não só prejudicar a Resistência como acabar com o Camp X.

Em seguida, às 21h45, em A noite termina, Faber faz com que Alfred assista a tortura de um amigo para fazê-lo falar e Sinclair lidera a equipe numa tentativa ousada de resgate. E a Gestapo consegue informações sobre um iminente ataque da Resistência à sua sede. Os alemães são forçados a transferir Alfred e quatro outros prisioneiros importantes para Berlim.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.