Header Ads

TV paga encerra o mês de janeiro com menos 105,40 mil assinantes


TV paga perde mais de 100 mil assinantes em janeiro. (Imagem/divulgação)
A base de assinantes de TV em janeiro seguiu em queda, encerrou o mês com uma base de 18,69 milhões de assinantes, de acordo com os dados da Anatel. A perda foi de 105 mil assinantes no mês e de 364,5 mil no período de 12 meses, o que representa uma leve redução de 1,85% no ano.

Os números divulgados pela agência reguladora atualizam a base do final de 2016 para uma queda levemente mais profunda do que a divulgada anteriormente. Em janeiro, a TV paga totaliza 18,69 milhões de assinantes de TV paga no Brasil, em comparação com dezembro de 2017, menos 0,56%.

Dos grupos acompanhados pela Agência, a Oi e a Cabo apresentaram crescimento de 1,06% e 0,24%, respectivamente.

Nos últimos doze meses, a redução foi de 364,46 mil assinantes, menos 1,91%. Neste período, a Oi apresentou crescimento de 12,03% com mais 141,55 mil assinantes. Todos os outros grupos apresentaram redução, destaque para a Blue com queda de 30,66%, redução de 46.116 assinantes.

A operadora que manteve crescimento no mês foi a Oi, que conquistou 13,8 mil novos assinantes em janeiro, chegando a uma base de 1,318 milhão de assinantes. A Claro, por sua vez, foi a que mais base perdeu, sendo responsável pela maior parde da perda da base da América Móvil. A operadora perdeu no mês 38 mil assinantes, chegando a 2,52 milhões. Com isso, a América Móvil fechou janeiro com uma base de 9,85 milhões (incluindo a base da Blue), uma queda de 1,68% em um ano. A empresa perdeu 44.019 assinantes em relação à dezembro/2016 e fechou o mês com 9.752.955 clientes (incluindo somente NET/Claro).

A Sky fechou o primeiro mês de 2017 com 190 mil assinantes a menos do que o mesmo período do ano anterior. Só em janeiro, foram 27,5 mil assinantes que deixaram a base.

A Vivo TV perdeu 88,08 mil clientes no período de um ano, e fechou janeiro com 1,69 milhão de assinantes. No mês, a perda foi de 22,26 mil clientes.

Tecnologia

Em relação às tecnologias, entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017, a fibra ótica apresentou crescimento de 0,22% devido à adição de 485 usuários. No entanto, em 12 meses, esta tecnologia apresentou crescimento de 27,35% com a entrada de 47,59 mil assinantes. Todos os outros serviços apresentaram queda, em termos absolutos a maior redução foi registrada por usuários de satélite, menos 353,67 mil assinantes (-3,2%).

Em relação a tecnologia, as empresas via satélite (DTH) foram as que somaram a maior queda no mês. No total, as empresas acumularam 74.432 cancelamentos em janeiro, se comparados os números de janeiro/17 e dezembro/16.

O cabo veio logo em seguida com uma redução de 31.410 clientes. O MMDS perdeu 65 assinaturas no período.

Estados

Nos estados brasileiros, no último mês o Ceará liderou a redução percentual nos números de usuários de TV paga, menos 1,73%, seguido pelo Amazonas com redução de 1,62% e Amapá com menos 1,54%. Piauí apresentou crescimento de 0,19% e Maranhão de 0,06%, entre dezembro de 2016 e janeiro de 2017.

Nos últimos doze meses, Pernambuco liderou a redução percentual nos assinantes no país, menos 8,02%, seguido de Rondônia com queda de 7,98% e Amapá com menos 7,58%. Lideraram o crescimento da TV paga no Brasil os estados do Piauí com 7,47%, Sergipe com 4,26% e Maranhão com 4,08% de aumento no número de assinantes.

Confira os dados completos:

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.