Header Ads

TV paga cresce após o corte do sinal do SBT, Record e RedeTV


TV paga está se saindo bem com  a guerra com as emissoras. (Imagem/Reprodução)
A interrupção nos sinais dos canais abertos RecordTV, SBT e RedeTV!, que formam a joint venture Simba Content, em nada prejudicou a TV paga na Grande São Paulo, pelo contrário, fortaleceu ainda mais sua audiência, informa o jornalista Ricardo Feltrin.

Desde o último dia 29, a audiência da TV paga cresceu 14%, de acordo com o Kantar Ibope, tanto em participação como em número de televisores ligados.

Os dados do Ibope destacam ainda que o assinante está migrando dos canais abertos que assitia para fechados que já faziam parte de seu pacote, que ele pouco assistia ou nunca sintonizava. Nenhum assinante deixou de ligar a TV pela saída dos três canais abertos.

Quanto em relação ao restabelecimento dos sinais nas principais operadoras de TV por assinatura, esta clausula segue em negociações. Com a Oi, as negociações parecem ter avançado significativamente. Já com a NET/Claro segue negociando, ao contrario da SKY que não corte nem papo por considerar injusto pagar por algo gratuito. 

ANTES E DEPOIS

No domingo 12 de março a média de audiência 24 horas dos canais pagos foi de 8,3 pontos na Grande SP. No último dia 9, essa média subiu para 9,5 pontos (+14%). Cada ponto é igual a 70,5 mil domicílios na região, que sofreu o corte com o fim do sinal analógico..

A participação dos OCPs (Outros Canais Pagos) no universo de TVs ligadas, porém, subiu de 20,6% (12 de março) para 23,4% (9 de abril). Também 14% de ganho de público.

Os dados do Ibope também apontam para os seguintes comportamentos do assinante de TV:

Ele está migrando dos canais abertos que eventualmente assistia para canais fechados que já integravam seu pacote, mas que ele não assistia ou talvez visse menos.

Obviamente ninguém está desligando o aparelho de TV porque os canais da Simba saíram. Pelo contrário: o total de TVs ligadas até passou de 40% para 41% 

Ou seja, não ocorreu algo que muita gente na Simba esperava ou previa (erroneamente): que a TV por assinatura fosse impactada com uma perda relevante de público após o corte dos sinais das três emissoras abertas. Havia base para tal tese, já que Record, SBT e RedeTV somadas representavam uma imperdível fatia do público. 

Parece que o tiro das emissoras saiu pelo culatra! 😕🔫 


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Imagens de tema por Ollustrator. Tecnologia do Blogger.