Header Ads

Canal Viva estreia a novela 'Fera Radical' no lugar de 'Torre de Babel' em Junho


Fera Radical estreia em Junho no Viva. (Imagem/Divulgação Viva)
Um grande sucesso dos anos 1980 chega ao VIVA em junho: "Fera Radical" (1988). Escrita por Walther Negrão – com colaboração de Luiz Carlos Fusco, Ricardo Linhares e Rose Calza -, a novela tem a vingança como enredo principal e figura a lista das 10 mais pedidas pelos assinantes do canal, desde 2013. O folhetim estreia dia 5 e será exibido de segunda a sábado, às 14h30, com horário alternativo na faixa de 1h, substituindo "Torre de Babel".

"Fera" e "radical" formam a combinação perfeita que simboliza a personalidade de Cláudia, a primeira protagonista de Malu Mader em novelas. Cheia de atitude, a motoqueira carrega todo o rancor de um passado marcado por injustiças e as fortes lembranças do extermínio de sua família. Quinze anos depois, a moça retorna à fictícia Rio Novo – Vassouras serviu como cenário da novela -, sua cidade natal, disposta a se vingar dos suspeitos pelo crime: os fazendeiros Altino Flores (Paulo Goulart) e Donato Orsini (Elias Gleizer).

A atuação de Yara Amaral como Joana, a matriarca da família Flores e principal rival de Cláudia, também é um destaque à parte na produção. A vilã foi o último trabalho da atriz na TV, que faleceu no naufrágio do Bateau Mouche, no Rio de Janeiro, no réveillon de 1988/89.

O elenco é composto por: Alexandra Marzo, Carla Camurati, Chica Xavier, Cláudia Abreu, Cláudia Magno, Cleide Blota, Denise Del Vecchio, Evandro Mesquita, George Otto, José Mayer, Laura Cardoso, Luiz Maçãs, Milton Gonçalves, Older Cazarré, Raul Gazolla, Rodrigo Santiago, Tato Gabus Mendes, Thales Pan Chacon, entre outros.

"Fera Radical" é inspirada na peça "A Visita da Velha Senhora", de Friedrich Dürrenmatt, assim como "Cavalo de Aço" (1973), também de Negrão. O folhetim tem direção de Gonzaga Blota e Denise Saraceni, e direção geral de Blota.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.