Header Ads

Canal Brasil - Destaques da programação de 28 de agosto a 03 de setembro


Destaques da programação Canal Brasil. (Imagem/Divulgação)
Confira os destaques da programação do Canal Brasil de 28 de agosto a 03 de setembro.

SEGUNDA-FEIRA, 28 DE AGOSTO

 “ESPELHO”
- Episódio: Belisário Franca
- Horário: Segunda, 21h30
- 12ª temporada - Inédito
- Classificação: Livre 

Sinopse: Comandado e criado pelo apresentador, ator, diretor e escritor Lázaro Ramos a atração estreia sua 12a temporada com novidades e abertura repaginada. “Quando o ‘Espelho’ surgiu, em 2005, pretendíamos levantar a autoestima negra e debatê-la, o que é bem diferente de reduzir a discussão ao racismo”, analisa o anfitrião. “Com o passar dos anos, compreendemos que poderíamos conversar sobre qualquer tema. O tempo nos fez agregar mais gente, porém, o que nunca mudou é a nossa procura incansável em trazer convidados que tenham ideias diversas e que abordem questões urgentes para a sociedade”, explica Lázaro sobre o programa, que já ultrapassou a marca de 300 entrevistados em sua trajetória.

Um dos destaques do novo ano é a interatividade: os convidados receberão perguntas enviadas pelo Twitter. “Estas participações inúmeras vezes mudam o rumo da conversa. E ressaltam nosso motriz em realizar entrevistas relevantes sobre comportamento e cultura”, resume Lázaro.

Neste episódio: Belisário Franca fala sobre a função social do cinema e discorre sobre o futuro do audiovisual. O cineasta comenta seu projeto mais recente, o documentário “Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil”.

FAIXA DA MEIA-NOITE: “ELETROGORDO”
- Episódio: Andreas Kisser
- Horário: Segunda, 0h
- 2ª temporada - Inédito
- Classificação: 14 anos 

Sinopse: João Gordo é uma das personalidades mais irreverentes da cultura pop brasileira. Vocalista da banda punk Ratos de Porão, o cantor fez história nos palcos com suas letras anárquicas e apresentações agressivas, e se aventurou no mundo da televisão, atuando como anfitrião em programas cômicos, como talk shows politicamente incorretos. Sob direção de André Barcinski – também responsável por Nasi Noite Adentro –, o apresentador estreia a segunda temporada de sua atração no Canal Brasil, completando a faixa dos programas da meia-noite, que combinam humor, irreverência e sensualidade.

O cenário é uma oficina de eletrodomésticos velhos. João passa os dias consertando liquidificadores, torradeiras, televisões de tubo, secadores de cabelo e vitrolas. De vez em quando, surge um cliente na loja, e eles engatam um papo sobre televisão, música e cinema, suas grandes paixões. Os frequentadores desse estabelecimento são ecléticos e especiais. O apresentador conversa com os músicos Andreas Kisser, Ronnie Von, Emicida, Carlini, Badauí, Netinho, Black Alien, Clemente e Dj Hum; os produtores musicais Rick Bonadio e Miranda; os jornalistas Xico Sá, Mauro Cézar Pereira e Arthur Veríssimo; e personalidades de outros campos como a cartunista Laerte, o ator pornô Kid Bengala e o escritor Marcelo Rubens Paiva, entre outros.

Neste episódio: Andreas Kisser fala sobre a repercussão do disco “Machine Messiah”, novo trabalho da banda Sepultura. O músico relembra a experiência de gravar na Suécia e conta como é o processo criativo do grupo.

TERÇA-FEIRA, 29 DE AGOSTO

 “CONTRADANÇA” 
- Episódio: Arthur Moreira Lima
- Horário: Terça, 21h
- Nova temporada - Inédito
- Classificação: Livre

Yamandu Costa já passeou pelo Brasil e pelo mundo para conversar e tocar com mestres do violão em Sete Vidas em 7 Cordas. O violonista retorna ao Canal Brasil, sob direção de Felipe Nepomuceno, para encontrar novamente grandes ícones da música nacional. Como de costume, as palavras são poucas, e o apresentador e os convidados conversam na universal língua da música. Entre os convidados, estão Alcione, Arthur Moreira Lima, Carlos Malta, Chico César, Mestrinho do Acordeom, Guto Wirtti, Bebê Kramer, João Bosco, Leo Gandelman, Eduardo Farias, Mauricio Carrilho, Quarteto Los 4, Mônica Salmaso, Teco Cardoso, Nicolas Krassik, Renato Borghetti, Arthur Bonilha, Seu Jorge e Trio Madeira.

Neste episódio: Yamandu Costa e Arthur Moreira Lima apresentam uma versão instrumental de grandes clássicos da música popular brasileira. Os artistas interpretam “Tico-Tico no Fubá” e “Carinhoso”.

“BIPOLAR SHOW”
- Episódio: Julia Lemmertz
- Horário: Terça, 21h30
- Reprise da 2ª temporada
- Classificação: 14 anos

Sinopse: “Bipolar Show” não é um programa de entrevistas, mas, sim, um encontro para a partir daí inventar um outro programa. Já no primeiro ano da atração esse era o norte de Michel Melamed, que agora aprofunda o formato com a 2ª temporada, com novos quadros, cenários e ideias. Produzido por Marcello Ludwig Maia e República Pureza, o programa segue apresentando, além de 26 convidados, um número musical inédito com alguns dos mais representativos nomes da nova música brasileira.

“É um espaço para a liberdade, a criação, o mais importante é estar vívido, presente, inventando e quebrando misancenes. É uma declaração de amor e um ato político. É teleteatro”, define Michel, que também assina a direção da atração. Nesta nova rodada de encontros, sempre às terças, estão nomes como Marcelo Adnet (na estreia), Selton Mello, Julia Lemmertz, Maria Flor, Luís Melo, Débora Bloch, Matheus Nachtergaele, Paulo Tiefenthaler, Alamo Facó, Letícia Colin e Eduardo Sterblitch, entre outros. Além deles, cada programa tem um número musical, com artistas como Alice Caymmi, Lucas Vasconcellos, Leticia Persiles, Rubinho Jacobina e Silvia Machete, entre outros.

Neste episódio: Em formato de teleteatro, Michel Melamed e Julia Lemmertz exploram o cenário e homenageiam a performance “Finger Gloves”, de Rebecca Horn. No número musical, a banda Dônica.

FAIXA DA MEIA-NOITE: “TRANSANDO COM LAERTE” 
- Episódio: Edith Modesto
 - Horário: Terça, 0h 
- Nova temporada - Inédito
- Classificação: 12 anos

Sinopse: Laerte Coutinho é uma das mais irreverentes e provocantes figuras da cultura brasileira. A cartunista transgênero é referência artística quando o assunto é criar personagens politicamente incorretos e de humor ácido, desenvolvidos em pequenas frases. Saindo do mundo das tirinhas e embarcando ao universo da televisão, a chargista retorna ao Canal Brasil para investigar temas contemporâneos a partir de entrevistas com os mais diversos convidados, entre atores, músicos e companheiros de profissão.

Na primeira temporada, Laerte recebeu os convidados em seu ateliê. Agora, no segundo ano da atração, a cartunista vai até seus entrevistados. A chargista conhece a casa do compositor e professor Luiz Tatit e ouve sua opinião sobre o panorama da música no país. Com André Fischer, curador do Festival MixBrasil de Cultura da Diversidade, o bate-papo gira em torno de questões relacionadas às temáticas da comunidade LGBT. O programa traz ainda encontros com Matheus Nachtergaele, Jean Wyllys, Paulo Miklos, Ziraldo, Jaguar, Anna Muylaert e Helena Ignez.

Neste episódio: Edith Modesto fala sobre a complexidade humana nas construções dos conceitos de gêneros. A psicanalista conta como a expectativa familiar pode influenciar no auto preconceito de um indivíduo.

QUARTA-FEIRA, 30 DE AGOSTO

“A ARTE DO ENCONTRO” 
- Episódio: Fábio Assunção
- Horário: Quarta, 21h30
- Nova temporada - Inédito
- Classificação: Livre

Sinopse: O talento de Tony Ramos encanta plateias brasileiras há mais de meio século, seja no cinema, teatro ou na televisão. No último ano, o intérprete adicionou mais uma habilidade ao seu currículo e assumiu, pela primeira vez, a posição de apresentador de um programa de televisão. A bem-sucedida experiência traz o ator novamente à tela do Canal Brasil para retomar conversas com grandes nomes do cenário artístico brasileiro, entre companheiros de tantas décadas de profissão, como atores, cineastas e escritores.

A atração dirigida por Felipe Nepomuceno e Walter Carvalho é um bate-papo informal entre o anfitrião e seu convidado, sem roteiro previamente estipulado. Em um cenário intimista, onde há apenas os envolvidos e uma pequena mesa, Tony abre uma conversa em torno de histórias de vida, infância e família, entremeadas por trajetórias profissionais. Entre as entrevistas, o apresentador faz leituras de trechos de livros relacionados à personalidade participante. A lista traz ícones da cultura nacional como Andrea Pachá, Ary Fontoura, Denise Saraceni, Fabio Assunção, Glória Pires, João Miguel, Lilia Cabral, Marcos Caruso, Martha Medeiros, Matheus Nachtergaele, Murilo Benício, Ruy Guerra e Vera Holtz.

Neste episódio: Tony Ramos recebe Fábio Assunção para um bate-papo sobre julgamento, censura da opinião e liberdade de pensamento. Os atores fazem uma leitura de “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry.

FAIXA DA MEIA-NOITE: “PORNOLÂNDIA”
- Episódio: – O Amor ao Cinema e à Pornochanchada
- Horário: Quarta, 0h 
- Nova temporada - Inédito
- Classificação: 16 anos 

Sinopse: A musa da pornochanchada Nicole Puzzi retorna à tela do Canal Brasil em entrevistas picantes, com pessoas do universo da pornografia e do erotismo no país. Sempre em tom irreverente, a apresentadora discute abertamente temas como fetiches, sensualidade, nudez artística e o mercado brasileiro de filmes adultos. A anfitriã está ainda mais curiosa e provocativa no terceiro ano do programa, seja investigando as práticas sexuais menos comuns, revendo os velhos amigos ou conversando com figuras da indústria pornô. A direção é de Roy Rufião, conhecido por produzir filmes eróticos nada convencionais que fogem dos padrões estéticos habituais. 

A nova temporada reúne convidados de diversos ramos dentro do universo do entretenimento adulto. Nossa musa gravou bate-papos com o cantor e compositor Chico Cesar; a dominadora financeira Raissa Garcia; a DJ Topless, famosa por se apresentar com os seios à mostra; as fotógrafas Gina Stoco e Mayara Rios; e o responsável pelo império Buttman no Brasil, Stanley Miranda. Além das entrevistas comandadas pela nossa diva, as Xgirls chegam ainda mais ousadas. A direção é de Roy Rufião, conhecido por produzir filmes eróticos nada convencionais.

Neste episódio: Imara Reis relembra o início da sua carreira no teatro e conta como migrou para a televisão e o cinema. A atriz resgata seus trabalhos mais marcantes e as parcerias com Nicole Puzzi.

QUINTA-FEIRA, 31 DE AGOSTO

“O PAÍS DO CINEMA”
- Episódio: – Cidade de Deus
- Horário: Quinta, 21h30
- 2ª temporada - Inédito
- Classificação: 14 anos

Sinopse: Na segunda temporada de “O País do Cinema”, que estreia na quinta, dia 6 de julho, às 21h30 no Canal Brasil, Fabiula Nascimento volta à função de apresentadora conversando com realizadores do cinema nacional sobre clássicos como “O Quatrilho”, filmes recém-lançados Como “Elis” e produções ainda inéditas como “O Grande Circo Místico”. Mas agora, conta ela, o papo será bem menos técnico do que no primeiro ano. “Nosso filho cresceu. A primeira experiência é sempre no escuro, não sabíamos como o público ia receber, como eu me sairia. Foi uma tentativa de todos nós e foi difícil porque era uma temporada bastante técnica, com pouquíssimos atores. Agora, fomos mais para o processo de feitura do filme, para a memória emotiva”, explica Fabiula.

São 26 episódios dirigidos por Marcello Ludwig Maia e Gigi Soares. Fabiula recebeu seus entrevistados num estúdio dentro da Fundição Progresso na Lapa, Rio. O cenário, elaborado por Batman Zavarese, faz projeções com uma leitura própria sobre cada filme. A trilha sonora é de Jorge Du Peixe, vocalista da banda Nação Zumbi.

Neste episódio: Fabiula Nascimento recebe Jonathan Haagensen e Leandro Firmino para um bate-papo sobre o filme "Cidade de Deus", lançado em 2002.

FAIXA DA MEIA-NOITE: “NASI NOITE ADENTRO” 
- Episódio: O Investigador
- Horário: Quinta, 0h 
- Nova temporada - Inédito
- Classificação: 14 anos

Sinopse: Os mistérios, segredos e personagens mais excêntricos da noite paulistana estão de volta ao Canal Brasil. Na nova temporada do programa comandado pelo vocalista do Ira!, o público vai acompanhar as aventuras do anfitrião por lugares ainda mais inusitados da maior metrópole da América Latina. Em seu quinto ano, a atração reúne um perfil variado de entrevistados, entre jogadores de futebol, músicos, escritores, donos de casas noturnas e outras figuras que vagam pela madrugada da terra da garoa.

A agenda insólita do cantor pelos cantos mais incomuns da cidade e torna-se ainda mais eclética. O ex-jogador de futebol e comentarista Casagrande abre a nova temporada. No campo da música, o cantor conversa com o rapper Rappin Hood, o compositor Walter Franco, a lenda do hip hop, Nelson Triunfo, o vocalista da banda Velhas Virgens, Paulão, e os membros do conjunto Mickey Junkies. Entre os especialistas das letras, o programa traz bate-papos com o repórter Arthur Veríssimo e a autora de livros de viagens para mulheres, Gaia Passarelli. Há ainda entrevistas com o dono da casa noturna Hangar 110, Marcão; e com o advogado Dr. Édio. A parceria com a revista Sexy, responsável pela produção de todos os strip-teases que encerram a atração, estrelados por mulheres da seleção da publicação adulta, também foi renovada.

Neste episódio: Nasi encontra Claudio Tognolli para um bate-papo sobre música e jornalismo. O convidado fala sobre seus principais livros e relembra a experiência como repórter de guerra.

SEXTA-FEIRA, 01 DE SETEMBRO

“O SOM DO VINIL”
- Episódio: Maria Alcina, Maria Alcina
- Horário: Sexta, 21h30
- 11ª temporada - Inédito
- Classificação: Livre 

Sinopse: Charles Gavin continua, no décimo-primeiro ano da série, sua investigação sobre a história da música nacional. Sob direção de Gabriela Gastal, Gavin entrevista algumas das mais importantes personalidades do ramo para lembrar curiosidades e bastidores de discos fundamentais da história do cancioneiro brasileiro. A lista de episódios contempla variados gêneros, passeando por rap, rock, MPB, instrumental e samba. Roberta Sá comenta os detalhes de Delírio, seu trabalho mais recente, que contou com participações de Chico Buarque e António Zambujo. Edu Lobo lembra os bastidores do clássico Edu e Tom, e Ivan Lins avalia a produção de A Noite. A lista de entrevistados conta ainda com Luiz Melodia, Ava Rocha, Hermeto Paschoal, Matanza e Baby do Brasil, entre outros.
Neste episódio: Charles Gavin recebe Maria Alcina para um bate-papo sobre o mais recente trabalho da artista, lançado em 2017.

FAIXA DA MEIA-NOITE: “302” 
- Episódio: – Tuy
- Horário: Sexta, 0h 
- Nova temporada - Inédito
- Classificação: 14 anos

Sinopse: Fotógrafo consagrado pelo olhar perspicaz e retratos impactantes em preto e branco, Jorge Bispo traz novamente para o Canal Brasil, em sua quarta temporada, um de seus projetos mais ousados. Em 302, o artista recebe em seu próprio apartamento 26 mulheres comuns que toparam tirar a roupa à frente de sua câmera. Longe dos rígidos padrões de beleza estabelecidos pelas celebridades por ele já clicadas, cujas fotos estamparam capas das principais publicações do país, Bispo traz à tela uma iniciativa artística e minimalista. 

Neste episódio: Tuy fala sobre a experiência em um relacionamento liberal e as vivências em um “trisal”. A youtuber relembra o excesso de peso na infância e o processo de aceitação do seu corpo.

“CINEMA EM OUTRAS CORES ” (2017) (13 X 25’) – APRESENTAÇÃO JEAN WYLLYS 
- Filme: “Lovedoll”
- Convidados: Débora Zanatta, Estevan de la Fuente e Marcia Tiburi
- Horário: Sexta 0h15
- Terceira temporada - Inédito
- Classificação: 18 anos

Sinopse: Deputado federal e ícone na luta pela diversidade sexual, Jean Wyllys volta ao canal para apresentar mais uma temporada da atração, focada na reflexão sobre as diferentes formas de amor e a tolerância.  A faixa exibe 15 curtas-metragens selecionados pelo próprio, que retratam as dores, os amores, as lutas e esperanças de gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis. Ao longo dos episódios, ele organiza debates com convidados como Johnny Hooker, Candy Mel, Fefito, Jane Di Castro, Marcia Tiburi e Laerte. 

Episódio: Jean Wyllys apresenta o curta “Lovedoll”, de Débora Zanatta e Estevan de la Fuente. O filme traz uma reflexão sobre sexo e solidão a partir do encontro da protagonista com uma boneca inflável.

“LOVEDOLL” (2015) (12’)
- Inédito e exclusivo
- Direção: Débora Zanatta e Estevan de la Fuente 

- Sinopse: Os cineastas Débora Zanatta e Estevan de la Fuente apresentam um curta-metragem sobre sexo e solidão. Paula mora sozinha em seu apartamento e está sentada no sofá assistindo televisão. A campainha toca e o carteiro lhe faz a entrega de uma caixa contendo uma boneca inflável. A partir desse encontro, a solidão abre espaço para o imaginário e Paula transforma-se aos poucos – adereços femininos vão dando lugar às fantasias homoeróticas da personagem.

“CINEJORNAL”
- Horário: Sábado, às 21h
- Classificação: Livre

- Sinopse: Com apresentação de Simone Zuccolotto, toda semana, o público confere as novidades da produção cinematográfica nacional em matérias exclusivas. O Cinejornal acompanha a cobertura de festivais sediados no país e no exterior, os últimos lançamentos e o resultado dos editais de fomento à cultura, além de entrevistas com quem faz o Cinema Brasileiro. 

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.