Header Ads

Confira o resumo da semana de "Belaventura" de 30 de outubro a 03 de novembro


Resumo da semana de "Belaventura". (Imagem/Divulgação)
Confira o resumo da semana de "Belaventura" de 30 de outubro a 03 de novembro.

Segunda-feira, dia 30

Enrico segura a espada, protegendo Pietra. Selena, Mistral e Accalon estão com suas espadas em riste, assim como os demais homens presentes. No castelo de Valedo, Otoniel encara Severo, que está sentado em seu trono. Marion invade o quarto de Lizabeta e pede para ficar escondida lá e explica que os homens de Severo invadiram o castelo. Jacques encontra com Brione e eles se abraçam. Na floresta, enquanto limpa algumas adagas, Joniel diz a Fergau que quer acabar com o conde Severo. Biniek chega e diz que precisam atacar o castelo. Os homens gritam e levantam seus machados. Leocádia conta a Arturo que Otoniel está no castelo e ele diz que precisa avisar os guardas, e que não pode perder a oportunidade de matar o rei. Arturo pega o arco e flecha e Leocádia o segura. Otoniel propõe a Severo que deixe Belaventura imediatamente e poupará sua vida. Severo parte para o ataque, lutando com Otoniel, que se defende e também golpeia. Enrico luta com um dos homens de Severo. Leocádia encontra com Jacques no corredor e diz que Otoniel não sairá vivo do castelo. Otoniel consegue desarmar Severo. Arturo chega e acerta duas flechas nas costas de Otoniel. Severo se surpreende. Otoniel cai de joelhos diante de Severo. Jacques entra neste momento e vê Severo colocar a coroa na cabeça. Pietra e Selena se surpreendem ao ver Lizabeta com Marion. Pietra chama pelo guardas e pede que levem Marion para a torre. Ariela conversa com Tácitus e diz que Carmona gosta dele. Jacques pega a espada de Otoniel e aponta para o pai. Os soldados de Belaventura vencem os soldados de Valedo e protegem Jacques. Jacques ajuda Otoniel a se levantar. Jacques e Otoniel se deparam com Joniel, Fergau e alguns Errantes, impedindo que eles avancem. Os Errantes atacam a Vila. Gonzalo protege Brione e Tiana. Joniel diz a Severo que Otoniel não irá sobreviver. Severo diz à Leocádia que o grande dia chegou. Leocádia responde que para o triunfo ser completo, ele precisa tomar o castelo de Belaventura. Enrico sabe que seu pai foi ferido e fica furioso. Enrico quer invadir o castelo de Valedo, mas Pietra pede que permaneça em Belaventura e assuma o reino.

Terça-feira, dia 31

Enrico está agitado diante de Pietra, Lizabeta e Selena. Enrico diz à Pietra que sua vontade é invadir Valedo imediatamente e pede que reforcem a segurança no castelo. Jacques e Fergau carregam Otoniel numa carroça rumo a Belaventura. Jacques para a carroça e vai até a parte traseira e vê Otoniel muito suado, com a roupa manchada de sangue, gravemente ferido. Jacques percebe um barulho e vê os soldados de Valedo com armas e escudos em riste. A bandeira de Valedo é estendida na torre da Vila. Jacques consegue enganar os soldados e continua o caminho na direção contrária. Enrico conversa com Marion que está presa na torre. Enrico pede à Marion que conte tudo que sabe sobre os planos de Severo e a ameaça com um castigo em público. Carmona está irritada diante de Páris e Corinto. Ela culpa Pietra por ter que ficar no palecete de Páris e obedecer às ordens de Enrico. Arturo diz à Leocádia que foi ele quem matou Otoniel e ela o repreende. Accalon pressiona Falstaff a revelar o que fizeram com as mulheres que engravidavam. Fernão bate em Falstaff que permanece em silêncio. Falstaff revela que as grávidas eram entregues à Ordem Pura e que algumas aceitavam entregar os bebês e outras negavam e acabavam presas e punidas. Tácitus dá a notícia à Carmona que Otoniel foi derrotado por Severo. Merlino revela a Severo que Enrico se casou com uma plebeia e que por isso não poderia assumir o trono. Severo diz que com isso, tem argumentos fortes para tomar o castelo. Enrico estuda o mapa de Belaventura. Selena oferece ajuda para garantir reforço nas buscas pelo rei. Selena pega a mão de Enrico. Pietra disfarça o incômodo. Jacques e Fergau param a carroça e procuram por abrigo. Otoniel está desacordo. Fergau se afasta pela mata e Jacques percebe que Otoniel está febril. Uma flecha é fincada na carroça. Jacques se alarma. Jacques vê um Cavaleiro com o estandarte da Ordem Pura e já põe a carroça em movimento. Fernão revela à Laurinda que o conde esteve envolvido no desaparecimento da única mulher que amou na vida. Joniel e Laurinda estranham. Joniel diz que se for verdade, ele também terá a confirmação dos envolvidos no desaparecimento de seu bebê. Jacques avança rapidamente com a carroça. Jacques olha para trás para ver se está sendo seguido. Os cavalos se assustam com uma trovoada. A carroça se solta dos cavalos e vira, rolando por um barranco com Jacques e Otoniel. Severo janta e brinda com Leocádia. Pietra desabafa com Dulcinéa que Selena pode contribuir muito mais que ela com o reino. Dulcinéa orienta que ela não deve se deixar impressionar.Lizabeta se apavora ao ver Marion enforcada. Enrico pressiona Selena para saber se ela é uma infiltrada da Ordem Pura no castelo.

Quarta-feira, dia 01

Selena está surpresa diante de Enrico e diz a ele que está enganado a seu respeito. Bartolion conversa com Pietra e a orienta em assumir que é descendente do reino de Prestedourado para legitimar seu lugar de princesa diante do povo. Carmona volta ao castelo de Belaventura. Cedric e Merlino comem e bebem com satisfação.Lizabeta está apavorada diante do corpo pendurado de Marion e grita pelos guardas. Nodier acorda, surpreso e ajuda também, já tirando Marion da corda que a prende. Nodier orienta Lizabeta contar o ocorrido a Enrico. Alguns instantes depois da saída de Lizabeta, Marion respira fundo e tosse. Marion diz a Nodier que era tudo armação. Enrico proíbe Selena de sair do quarto. Carmona chega e entra, determinada e interrompe a discussão. Enrico se surpreende ao vê-la. Lizabeta entra, apavorada e dá a notícia sonbre Marion. Marion é levada desacordada e colocada no chão, diante de Enrico, Lizabeta, Carmona, Selena e Mistral. Carmona se aproxima e percebe que Marion ainda viva e que logo despertará. Marion desperta e chora bastante, dissimulada. Dumas está diante de vários pergaminhos e livros. Ele procura descobrir o segredo do elixir que irá salvar a vida de Tamar. Os cavaleiros de Valedo invadem o casebre a procura do rei e derrubam tudo no chão. Selena comenta com Carmona que o casamento de Enrico com Pietra será prejudicial. Selena diz que se Carmona pretende sentar no trono de seu pai, tem que impedir que Pietra manipule o príncipe e que, Pietra é mais perigosa do que se pode imaginar. Gonzalo diz à Brione que a ama. Accalon revela à Dulcinea que falou sobre sua irmã. Accalon revela que Ariela é sua sobrinha, mas que não tem certeza. Na floresta, Jacques desperta, caído no chão, sujo e ferido. Jacques procura por Otoniel. Carmona se levanta do trono, usando uma coroa, diante do olhar estarrecido de Enrico e diz que está no comando. Enrico reprova. Carmona e Enrico se encaram. Tácitus está irritado diante de Páris que fica sabendo que Carmona voltou ao castelo. Dulcinéa conversa com Pietra e orienta que ela pode ser considerada usurpadora, caso aceite assumir ser de Prestedourado. Enrico conversa com Mistral e diz que unir Belaventura com Prestedourado seria uma forma de evitar que um mal ainda maior aconteça. Mistral questiona se Enrico quer mesmo envolver Pietra nessa disputa. Os guardas querem levar Brione de volta ao castelo e Gonzalo intercede. Gonzalo luta com os soldados e as pessoas começam a se aglomerar em torno de Gonzalo e Brione quando, de repente, Severo surge em um cavalo, com a coroa na cabeça. Enrico conversa com Pietra e ela aceita ajudar. Mistral traz a caixa e coloca diante de Pietra. Pietra despeja o liquido vermelho sobre o pergaminho e as palavras começas a aparecer. Bartolion se surpreende com o que lê e diz que o que está escrito mudará completamente o rumo da história.

Quinta-feira, dia 02

Enrico e Pietra estão surpresos diante de Bartolion, que segue examinando o pergaminho. Mistral atento. Bartolion revela que se ele estiver certo, a linha sucessória termina em uma única herdeira. Severo grita ao povo que o rei abandonou Belaventura e o burburinho é geral. Carmona diz à Marion que pague por seus erros e elas discutem. Na floresta, Jacques está exausto a procura por Otoniel, alguns instantes e ele se depara com uma espada fincada na terra, é a espada Redentora. Enrico deduz a explicação de Bartolion que com a morte de Lucy, Pietra seria a herdeira do trono de Prestedourado, e Bartolion complementa que ela seria a última integrante da linhagem. Selena ouve tudo. Enrico e Pietra estão assustados diante de Dulcinéa que ouviu toda a conversa de Selena com o cavaleiro Daros sobre Enrico que já está nas ruas. Enrico pede a Bartolion que guarde os documentos em segurança. Severo está irritado diante do povo. Fubaldo grita por Otoniel. Selena vai até o conde Páris e explica que como conselheira do rei e colaboradora financeira, não pode deixar Enrico assumir o trono e pede apoio. Selena diz a Páris que Pietra será a responsável pela destruição do reino. Na Vila, Enrico e Pietra se aproximan da aglomeração, diante do olha de Severo. Biniek também encara Pietra. Enrico discute com Severo diante do povo e que está ali para acalmar a todos. Severo diz a Enrico que seu casamento não tem validade, que foi realizado escondido. Enrico conversa com o povo e todos vibram. Severo fica furioso. Bartolion analisa um pergaminho e Dumas aparece. Merlino chega e surpreende Bartolion que não consegue esconder o pergaminho. Merlino vê o pergaminho sobre a mesa e tenta pegá-lo, mas Dumas impede. Carmona está sentada no trono com postura de rainha. Carmona pede para Tácitus beijá-la e quando ele se aproxima, ela o afasta dizendo que é para beijar a mão e não na boca. Pietra faz um discurso para a multidão e todos aplaudem. Severo desce do cavalo e desafia Enrico a tirar sua coroa. Enrico diz que não precisa medir força com ele, pois em todos as lutas ele perdeu. Tamar diz a Páris que não confia em Selena. Joniel está na taverna de Falstaff que vem de dentro e pergunta a ele se não deveria estar servindo ao conde Severo. Falstaff serve vinho a Joniel. Bartolion pede a Enrico um lugar seguro para guardar o pergaminho. Severo está furioso e esbraveja com Leocádia, Cedric e Merlino e xinga o príncipe. É quando Jacques entra completamente sujo de lama, ferido. Jacques desembainha a espada Redentora e tenta ir para cima de Severo, mas cai. Severo se aproxima e pega a espada. Cedric diz que a espada era tudo que o conde precisava para triunfar de uma vez por todas.

Sexta-feira, dia 03

Severo está com a espada Redentora nas mãos. Cedric, Merlino e Leocádia o observam e Jacques está no chão, completamente exaurido, olhando o pai. Leocádia vai ajudá-lo. Severo pergunta a Jacques se o rei está morto e ele não responde. Jacques tira a espada da mão de Severo e diz que o trono será dele por direito e Severo se surpreende. Joniel acusa Falstaff de fazer parte do esquema da Ordem Pura em que explorava as mulheres vendendo seus bebês. Falstaff nega e diz que apenas entregava as mulheres para a Ordem. Páris recebe uma convocação para comparecer no castelo. Carmona discute com Enrico e diz que ele falhou. Jacques discute com Arturo que diz que foi ele quem matou Otoniel e por mérito deveria ser o novo rei. Severo os repreende e diz que o momento é de união e não de brigas. Enrico está com Mistral e Barolion e diz que não pode perder o apoio dos principais colaboradores do reino. Tiana se surpreende com a chegada de Joniel. Eles se abraçam, emocionados. Severo pede que Cedric prenda Jacques na masmorra e Cedric diz que todos os soldados estão receosos diante de Jacques, porque acreditam que ele será o novo rei. Arturo fica furioso diante de Leocádia e diz que foi ele quem atirou no rei e que não vai permitir que Jacques saia triunfante. Enrico está perturbado diante de Bartolion e Mistral que sugere que Pietra deveria assumir o trono de Belaventura. Tácitus diz à Carmona que soldados de Belaventura viram quando Jacques voltou para Valedo com a espada Redentora. Carmona deduz que seu pai foi derrotado. Dulcinéa conta a mesma coisa para Lizabeta que a abraça e chora. Na Vila, Jacques em seu cavalo é cercado por Errantes e Biniek que impedem ele de prosseguir. Arturo surge, sem ser visto por Jacques. Biniek captura Arturo que se debate. Na floresta, Polentina pede ajuda a Gregor. Um dragão surge por trás de Polentina. Gregor pula para salvar Polentina, no momento em que o dragão cospe uma lufada de fogo na direção deles. Severo pede a Fernão que encontre Jacques e o traga para o castelo. Fernão ameaça Severo e quer saber o que ele fez para afastar Inês dele, caso contrário a trajetória do conde acabará aos pés daquele que sempre o serviu. Severo fica diante da fúria de Fernão. Dulcinéa fica triste diante das notícias sobre o rei e diz à Accalon que Selena não é uma pessoa que se deve confiar. Selena e Páris estão diante de Mistral e Bartolion. Selena aconselha que Carmona assuma sua posição e abra os portões para a Ordem Pura e que faça os Cavaleiros da Ordem a servirem. Brione e Gonzalo estão diante de alguns soldados de Belaventura, ambos irritados e impacientes. Gonzalo pede que avise Mistral que estão ali e que gostariam de ser recebidos. Jacques chega a cavalo e para diante dos soldados. Brione fica emocionada e vê a espada com Jacques. Mistral pede a Marion que se prepare, pois será encaminhada imediatamente para uma punição pública. Enrico conversa com Carmona, Lizabeta e Pietra e diz que se o rei foi derrotado, ele não seja bem visto como sucessor. Carmona concorda, mas Pietra diz que os súditos o apoiariam. Enrico diz à Carmona que ela está certa ao dizer que precisam de uma rainha. Carmona reage, surpresa e satisfeita com o que acaba de ouvir. Enrico faz uma pausa e olha pra todas. Enrico diz que Pietra é essa rainha.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.