Header Ads

“Xilindró” estreia a segunda temporada no Multishow


O ‘Pavilhão Rosa’, nova ala do presídio, agita ainda mais a rotina dos detentos. (Imagem/Divulgação)
A tumultuada e divertida rotina do grupo de detentos do presídio mais louco do Brasil está de volta. A segunda temporada de “Xilindró”, com estreia marcada para o dia 09 de outubro no Multishow, segue recheada de novidades. É inaugurada uma nova ala no Xilindró, o Pavilhão Rosa, onde a travesti Xuxeta (Lindsay Paulino) apronta muitas confusões, ao lado da líder Lady Pepeca (Nany People), que faz participação especial no programa. Enquanto isso, o cozinheiro Amadeus (Gustavo Mendes), preso injustamente, perde o seu regime semiaberto. Já o atrapalhado Time Tiurri (Caike Luna) se mete em mais uma confusão: sem querer, ele coloca fogo no Xilindró. São 20 episódios, exibidos de segunda a sexta, às 22h, com direção de Claudia Alvez, direção geral de Pedro Antonio Paes, roteiro final de Caike Luna e produção da Formata.

Entre os personagens fixos seguem Marcão (Juliana Guimarães), que assume ser Marcinha, uma espiã que se disfarça de detento a serviço da temida diretora Sandra (Luciana Fregolente), que conta com a ajuda de seu braço direito Regininha (Simone Gutierrez). O ex-político corrupto Lourival (Paulinho Serra), o filhinho de papai ladrão Cézar (Oscar Filho), o prisioneiro mais antigo Matusalém (Ataíde Arcoverde), o bruto Tonhão (Robson Nunes) e o maluco do grupo Pudorico (Leo Castro). A segunda temporada conta com participações especiais, como Ceará, Marcelo Marrom, Gorete Milagres, Eraldo Fontiny, entre outros nomes.

O personagem de Gustavo Mendes, Amadeus, perde o seu food bike e, com isso, se dedica integralmente à cozinha do presídio. Para o ator, essa é uma oportunidade para se inserir nas tramas paralelas. “O Amadeus vai ter mais tempo para aprontar em ‘Xilindró’ e vai se descobrir poeta e até diretor de teatro dentre as histórias malucas em que irá se meter”, entrega.

Sucesso também nas redes sociais com a personagem Xuxeta, Lindsay Paulino, acredita que “Xilindró” é um formato que atinge a todo o tipo de público. “A primeira temporada atraiu toda a família, porque os personagens se metem nas maiores enrascadas, mas é tudo na base da brincadeira. A Xuxeta também tem carisma e muitas crianças imitam os trejeitos dela. Sinto que a personagem é bem próxima do telespectador”, analisa.

Caike Luna, que assina o roteiro final da série e interpreta Time Tiurri, traz novidades para a temporada. Ele aparece em cena como a enfermeira Brioco, que divide a vilania com a diretora Sandra. “A Brioco é uma homenagem às madrastas e bruxas dos contos infantis. É aquela caricatura que temos guardada, daquele nosso desenho preferido”, exemplifica Caike, que conta com seu cachorro de estimação da vida real em algumas sequências. “Meu chiuahua é Dr Douglas na série e a sua participação é totalmente livre. Nas gravações ele vinha, fazia a festa dele e saía quando quisesse, até pelo fato de não ser adestrado”, relembra.

Entre os moradores do Rio de Janeiro, o Multishow foi vice-líder de audiência entre os canais pagos e também entre os jovens de 12 a 34 anos, durante a exibição dos episódios da primeira temporada. Durante as 4 semanas em que os episódios inéditos foram exibidos, praticamente 10 milhões de pessoas foram impactadas pelo programa. 

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.