Home Top Ad

Sem Censura recebe Eriberto Leão, Vanessa Gerbelli e Bruno Gouveia nesta segunda na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
Os atores Eriberto Leão e Vanessa Gerbelli, o cantor Bruno Gouveia e o grupo de rap 3030 participam do Sem Censura desta segunda (2), ao vivo, às 17h, no estúdio da TV Brasil, com Vera Barroso e Bruno Barros. Direto da Bienal do Livro, no Riocentro, Katy Navarro entrevista a escritora Ana Maria Machado, homenageada especial do evento literário.

A estreia da peça "Fim de caso" é o assunto dos atores Eriberto Leão e Vanessa Gerbelli que falam sobre a montagem, uma adaptação do romance do escritor inglês Graham Greene feita por Thereza Falcão com direção de Guilherme Piva.

A trama aborda relacionamentos tóxicos e nuances de um triângulo amoroso. Sarah Miles, personagem de Vanessa Gerbelli, é uma mulher casada com um funcionário público do alto escalão, Henry Miles, interpretado por Isio Ghelman. Ela tem um relacionamento extraconjugal com Maurice Bendrix, vivido por Eriberto Leão, no papel de um escritor cético que é completamente apaixonado pela moça.

Divulgação TV Brasil
Já o cantor Bruno Gouveia fala sobre o lançamento da sua autobiografia "É impossível esquecer o que vivi". Vocalista do Biquini Cavadão e autor de sucessos do repertório da banda, o artista conta no livro a trajetória do grupo de pop rock e sua história de vida com doses de superação e relatos envolventes.

Durante o programa da TV Brasil, o músico explica que a obra sobrea saga do conjunto inova ao criar uma navegação paralela com QRcodes para ilustrar a leitura do título com fotos, canções e vídeos.

O Sem Censura ainda traz no estúdio os integrantes do grupo de rap 3030 que conversa com Vera Barroso e Bruno Barros sobre o lançamento de "Tropicália", o primeiro DVD da carreira dos artistas.

Homenageada na XIX edição da Bienal Internacional do Livro Rio pelos seus 50 anos de carreira, a jornalista a escritora Ana Maria Machado conversa com a apresentadora Katy Navarro sobre sua trajetória no universo literário. A obra da autora contempla desde a literatura infantil até ensaios e romances.

Ganhadora do Prêmio Hans Christian Andersen (2000), considerado o Nobel da literatura infanto-juvenil, Ana Maria Machado escreveu mais de 100 títulos, alguns deles publicados em 17 países, somando mais de 18 milhões de exemplares vendidos. Desde 2003, a autora ocupa a cadeira 1 da Academia Brasileira de Letras.