Home Top Ad

Armandinho Macêdo faz show no Cena Instrumental da TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
O programa Cena Instrumental recebe o guitarrista Armandinho Macêdo no palco da TV Brasil nesta sexta-feira (8), à meia-noite, para uma animada performance do show "O Chorinho de Armandinho". Além de interpretar grandes composições, o também bandolinista ainda bate um papo descontraído sobre a folia e o trio elétrico com a apresentadora Bia Aparecida no estúdio da emissora pública.

Durante a apresentação, o bamba mostra porque faz o choro mais alegre do país. Armandinho junta o genuíno ao contemporâneo e eletriza com a pegada regional ao executar repertório autoral e obras de Jacob do Bandolim, Ernesto Nazareth e até Beatles.

Filho de Osmar, do eterno trio elétrico Dodô e Osmar, o músico baiano começou a carreira bem cedo, com apenas dez anos de idade, em cima de um trio elétrico, no Carnaval de Salvador

Armandinho destaca a dimensão que a música baiana conquistou no país. "A história do trio tem tanta coisa... Em 1972, eu vim aqui no Rio com meu pai tentando fazer um programa para mostrar a música do trio elétrico", recorda o veterano de 66 anos na entrevista.

"Quando meu pai chegou para uma produção ainda na TV Tupi e falou que era inventor do trio elétrico, eles curtiram com a cara dele. Dodô e Osmar foi o nome que a gente assumiu para homenagear os criadores do trio elétrico porque tinha gente lá no sul que não sabia que a gente já tinha criado", explica.

Com apenas 16 anos, Armandinho foi ovacionado no Theatro Municipal no programa "A Grande Chance", do lendário Flávio Cavalcanti, na TV Tupi. Em sua longeva trajetória, tocou para Jacob do Bandolim, conheceu João Gilberto, criou a guitarra baiana e integrou a formação do grupo "A Cor do Som".

O convidado da produção musical da TV Brasil mesclou choro, frevo e rock. Hoje, Armandinho tem uma carreira celebrada no mundo todo graças às diversas facetas de seu talento musical.

No espetáculo gravado com exclusividade pela emissora pública, o artista toca acompanhado pelos artistas Naif Simões (percussão), João Felipe (cavaquinho), Fabio Nin (violão) e Dizzi Pandeiro (pandeiro). A apresentação ainda conta com as participações especiais de Dudu Oliveira (flauta) e Lan Lanh (percussão).