Home Top Ad

Programa Especial mostra duas modalidades do tênis paralímpico neste sábado na TV Brasil

Share:

Divulgação TV Brasil
O Programa Especial apresenta entrevistas com atletas campeões de duas modalidades do tênis paralímpico para explicar as adaptações do esporte para pessoas com deficiência. As curiosidades sobre o tênis de mesa e o tênis em cadeira de rodas têm destaque na edição inédita da atração que a TV Brasil leva ao ar neste sábado (9), às 9h30.

A equipe da produção conversa com o mesatenista Paulo Salmin, medalhista no Parapan de Toronto 2015 e nos Jogos Parapan de Guadalajara 2011. Ele também conquistou medalha de ouro no Parapanamericano de Lima, em 2019, que garantiu a ele uma vaga nos Jogos de Tóquio. Fernanda Honorato entrevista o atleta de tênis em cadeira de rodas Maurício Pommê, tetracampeão brasileiro na modalidade.

Paulo Salmin fala sobre sua trajetória. "Tenho fêmur curto congênito. Uso uma prótese na perna direita e isso fez com que eu, hoje, estivesse aqui, no esporte paralímpico. Comecei como hobby, brincando em uma escolinha e fui gostando. Sempre fui muito competitivo e tive uma ligação muito grande com esportes. Hoje, eu vivo de tênis de mesa, só faço isso como carreira".

Primeira repórter com Síndrome de Down do país, Fernanda Honorato conversa com Maurício Pommê sobre as regras do tênis em cadeira de rodas. "O tênis em cadeira de rodas tem duas categorias. A que eu jogo, a open, reúne a maioria dos jogadores. Ela contempla a pessoa não tenha 100% de chances de jogar em pé, mas pode sentar na cadeira e jogar", explica.

O atleta também destaca a lógica da outra modalidade. "Tem também a categoria quad que é para os tetraplégicos, as pessoas que tem lesões nos membros superiores. Então, é voltada para pessoas com lesões mais severas", afirma Maurício.