Home Top Ad

Claro lançará novo serviço de TV paga via streaming nas próximas semanas

Share:

Reprodução

O presidente da Claro Brasil, José Félix, afirmou hoje, 15, que a empresa deve lançar nas próximas semana um serviço alternativo de TV paga. Ele não detalhou a proposta comercial, mas deu a entender que será um produto com objetivo de atrair clientes de fora da base da companhia para seu segmento de TV por assinatura.

''Iremos lançar de imediato, em questão de semanas, talvez um pouco mais, um serviço novo de TV com pacotes alternativos para clientes que não têm acesso a TV pela Claro'', afirmou.

A operadora é a maior do país em número assinantes de TV, com 9 milhões de usuários. Mas enfrenta encolhimento da base, em linha com o fenômeno que se dá para o segmento. A expectativa, disse Félix, com o lançamento é reavivar o interesse pela TV fechada.

''Com as transformações e o papel do entretenimento visto na pandemia, teremos diversas iniciativas para resgatar a audiência da TV fechada'', falou.

Félix já disse nos últimos meses que acredita na viabilidade da TV paga caso programadores concordem com ofertas de pacotes de preços acessíveis em regiões do interior do Brasil. A empresa também tem interesse em explorar a oferta do serviço por meio da venda de set top box que utiliza a banda larga fixa residencial do cliente, mesmo que fornecida por outra operadora, para dar acesso ao conteúdo.

Meses atrás, o diretor de marketing da empresa, Márcio Carvalho, também afirmou que há interesse da tele em explorar serviços na forma OTT, caso não houvesse impedimento legal. Na última semana, a Anatel decidiu que não há impedimento para a venda de aplicativos que transmitam canais lineares.

Félix participou hoje do Painel Telebrasil, evento realizado pela entidade que representa as operadoras de telecomunicações do país.

Em um período de doze meses até julho, a TV por assinatura brasileira perdeu 9,2% dos seus assinantes. Assim, o serviço encerrou o sétimo mês de 2020 com 15,1 milhões de clientes.

Streaming da Claro terá futebol, Telecine, HBO e mais

Em julho de 2020, o O Universo da TV noticiou que o Claro Streaming Box, que leva acesso a emissoras de TV aberta, canais de esporte e conteúdo do Telecine, HBO, Fox Premium, Paramount+, Looke, Philos, Premiere e Combate, além de aplicativo da Netflix.

O serviço em questão é vinculado a uma TV Box, que se conecta na internet via Wi-Fi ou cabo de rede. A instalação é feita pelo próprio cliente; com isso a operadora deve economizar com mão-de-obra de técnicos e cabos coaxiais.

Ainda não foram divulgados detalhes como preços, planos e programação, mas o manual informa que a TV Box será fornecida gratuitamente em comodato – ou seja, deve ser devolvida em caso de cancelamento da assinatura. A cartilha também informa que o produto é adequado para quem não está interessado em TV a cabo, e que a experiência “completa” continua disponível nos pacotes tradicionais da NET.

Claro deve economizar impostos com TV por streaming

A migração para a TV pela internet pode ser vantajosa para a Claro. Como o streaming é considerado um Serviço de Valor Agregado (SVA), a empresa deixará de pagar uma série de impostos que incidem na TV por assinatura tradicional (SeAC), como ICMS, FUST, Funttel e Condecine, arcando apenas com o ISS.

Por outro lado, a empresa terá concorrência, uma vez que esse movimento é estudado por programadoras e operadoras como a Oi. Recentemente, a Globo anunciou o Globoplay + canais ao vivo, com acesso ao streaming da empresa mais os canais da Globosat, como SporTV, GNT, Multishow e Viva. A emissora também comercializa o Premiere e Combate pela internet.

*Com Informações Tecnolog e Telesíntese


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.