Vivo anuncia nova temporada do Teatro Vivo em Casa

Crédito: Alessandra Nohvais

Com o propósito de digitalizar para aproximar artistas e público, a Vivo anuncia nova temporada da série de espetáculos transmitidos online "Teatro Vivo em Casa" para 2021. A estreia será no dia 24 de abril com "Dora", peça com texto, atuação e direção de Sara Antunes, em única apresentação, ao vivo, às 20h. Os ingressos são gratuitos e limitados e as inscrições são pela plataforma @vivo.cultura.

Outros três espetáculos compõem a primeira temporada do ano, todos marcados pela diversidade e pela proposta da Vivo de dar voz aos artistas em temas relevantes para a sociedade, como as questões de raça e de gênero.

As apresentações do Teatro Vivo em Casa seguem com "Salamaleque", interpretado por Valéria Arbex, no dia 1º de maio; e "Ensaio sobre Ter Voz", com Indira Nascimento, em 08 de maio. "Como ter Sexo a Vida Toda com a Mesma Pessoa", com Tania Bondezan, encerra esta primeira edição do programa, com exibição no dia 15 de maio. A curadoria dos espetáculos é de André Acioli.

"Desde o início da pandemia e do isolamento, entendemos que nosso papel como apoiadores da arte era também o de encontrar soluções para levar conteúdo de qualidade à sociedade, além de incentivar produtores e artistas", revela a diretora de Imagem e Comunicação da Vivo, Marina Daineze.

Os 19 espetáculos virtuais do Teatro Vivo em Casa apresentados em 2020 foram vistos por mais de 10 mil pessoas, de todas as regiões do país; e a Plataforma @vivo.cultura, também lançada durante o período de isolamento, já teve mais de 1,5 milhão de visualizações.

Com conteúdos proprietários e co-criações com especialistas em arte e cultura, a plataforma já trouxe aos seguidores:

• Série "Grandes Autores Teatrais", que promove debates exclusivos sobre importantes obras e seus criadores;
• Série "Nos Caminhos da Arte", que conecta de maneira introdutória a arte produzida no Brasil e fora dele;
• Série de "Estórias para Crianças", contadas por artistas de hora em hora em comemoração ao dia das crianças;
• Série "Ciclo da Diversidade", com a participação de influenciadores ligados e abordagem da relação da arte com temas de inclusão e representatividade LGBTQIA+, indígena, de raça, gênero e PCD.

"Pela plataforma digital @vivo.cultura conseguimos dar luz a temas importantes, além de levar conhecimento e entretenimento de qualidade a qualquer pessoa que tenha um dispositivo conectado à internet", destaca a executiva. Em 2021, a Vivo completa 17 anos de incentivo permanente à cultura, por meio do Teatro Vivo, que foi totalmente modernizado em 2019, e do apoio a importantes espaços culturais voltados às artes plásticas.

Confira abaixo a programação completa e sinopse dos espetáculos do Teatro Vivo em Casa, primeira temporada:

• "Dora"
24 de abril, às 20h
Atuação, Direção e Texto: Sara Antunes
Classificação: 16 anos
Duração: 40 minutos

Sinopse: A partir de uma pesquisa nos escritos de Maria Auxiliadora Lara Barcelos, a atriz constrói um diálogo sensorial e íntimo com a mineira, estudante de medicina, guerrilheira e sua mãe Clélia Lara Barcelos. O espetáculo "Dora" compartilha trechos de escritos, cartas da prisão e do exílio trocadas entre as duas, recriando o que chamava de "Represa de Dora", um campo de comunicação entre o confinamento e a possibilidade da utopia.

• "Salamaleque"
01 de maio, às 20h
Com Valeria Arbex
Direção: Denise Weimberg e Kiko Marques
Texto: Alejandra Sampaio e Kiko Marques
Classificação: 12 anos
Duração: 67 minutos

Sinopse: O espetáculo se passa na cozinha de Elizete, que entre pasta de grão de bico, água aromatizada e pão com zátar, conta uma história de amor através do resgate de cartas trocadas entre dois imigrantes. Os espectadores são conduzidos através das memórias da personagem, trazidas junto de aromas, cores e melodias.

• "Ensaio sobre ter voz"
08 de maio, às 20h
Atuação, Direção e Texto: Indira Nascimento
Classificação: Livre
Duração: 45 minutos

Sinopse: Neste solo, Indira faz um convite ao diálogo e ao pensamento sobre como existir em nossa sociedade atual, a partir da perspectiva emocional de uma mulher negra. Sua dramaturgia mescla ficção e realidade na busca por retomar as rédeas de uma narrativa histórica que foi invisibilizada por séculos e que de maneira sensível vai se recriando no palco. A performance da artista propõe um percurso afetivo entre memórias e o momento presente.

"Como ter sexo a vida toda com a mesma pessoa"
Dia 15 de maio, às 20h
Com Tania Bondezan
Direção: Odilon Wagner
Texto: Monica Salvador
Classificação: 16 anos
Duração: 45 minutos

Sinopse: Annetta Poché é uma sexóloga búlgara formada na Sorbonne, que introduz ao público técnicas para a vida sexual dos casais, dando receitas insólitas para superar as diversas crises que acontecem ao longo dos anos de convivência.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem