EBC fecha 2021 com recorde de audiência e 19 prêmios

Reprodução

A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) termina o ano de 2021 com muitos motivos para comemorar. Subimos para a sexta colocação no ranking das emissoras mais assistidas pelos brasileiros, acumulamos 19 prêmios jornalísticos e de gestão e alcançamos mais de 230 milhões de usuários no YouTube dos nossos veículos -- TV Brasil, Rádios, TV Brasil Gov e Agência Brasil. Chegamos aos 14 anos com novos programas, mais informação, esporte e entretenimento.

De acordo com dados do Painel Nacional de TV (PNT), a TV Brasil atingiu em novembro o 6º lugar no ranking, mantendo-se no top 10 da TV brasileira. Em números absolutos, a sexta posição na lista (que conta com 90 emissoras) representa o alcance de 4,5 milhões de lares nas localidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

Emissora oficial dos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, a TV Brasil se consagrou também na ampla cobertura do evento, realizado de 24 de agosto a 5 de setembro, com mais de 110 horas de competições. As transmissões diárias, ao vivo, mostraram desde a cerimônia de abertura e a solenidade de encerramento, até as principais competições nas diferentes modalidades, com destaque para a participação dos atletas brasileiros em esportes coletivos e individuais.

Nossa programação ganhou mais 900 horas de conteúdo, com novas atrações e formatos. Os brasileiros ganharam a TV Brasil Animada, o Circos e novas temporadas do Brasil sobre duas Rodas, Agro Nacional, e Parques do Brasil. No total, foram mais de 260 horas de produção.

Destaque, também, para o Novo Sem Censura, que completou 36 anos no ar mais moderno e dinâmico, com maior espaço para interação e uma série de convidados ilustres. Foram entrevistados os ministros das Comunicações, Fábio Faria; da Saúde, Marcelo Queiroga; da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes; de Minas e Energia, Bento Albuquerque; da Secretaria de Governo, Flávia Arruda; do Gabinete de Segurança Institucional, General Heleno; e o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, entre outros.

E não foi só a pauta política que ganhou espaço no Sem Censura: o programa contou com a participação do ator Marcos Frota, do goleiro Paulo Victor, do ex-piloto Nelson Piquet, e do ex-zagueiro da seleção Lúcio.

O torcedor aproveitou muito a programação da EBC: o país acompanhou, na TV, rádios e Agência Brasil os jogos da Série D, da Liga Nacional de Futsal, do campeonato paraense, da Copa Verde e do Novo Basquete Brasil (NBB).

Em 2021, a EBC investiu ainda mais em informação: o aumento dos conteúdos jornalísticos na grade de programação foi de 300%, com novos jornais em rede nacional e local. Além do Repórter Brasil Tarde e Repórter Brasil, transmitidos para todo o país, Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro voltaram a ter conteúdos regionais de segunda à sexta, às 12h.

Para completar, todas as notícias e ações do Governo Federal são reunidas diariamente no Brasil em Dia. Já o Repórter Nacional ganhou ainda mais espaço, aliando sua tradicional transmissão no rádio com a exibição também na TV.

Além de informar, a EBC também garante a inclusão: todos os conteúdos jornalísticos do canal têm tradução em libras. Todos os programas da TV Brasil possuem legenda oculta ou closed caption e mais de 24 horas semanais de audiodescrição.

Nas Rádios EBC e nas redes sociais, a tradicional Voz do Brasil manteve seu papel de informar e aproximar a população dos temas relevantes do país, recebendo mais de 80 autoridades ao longo do ano na faixa dedicada ao Poder Executivo – são 25 minutos produzidos pela EBC Serviços e outros 35 minutos divididos e sob responsabilidade dos poderes Judiciário e Legislativo. Jornalismo e prestação de serviços no programa de rádio mais antigo do país.

Nossos canais online também mostraram sua força: de janeiro a novembro, as matérias da Agência Brasil receberam mais de 240,5 milhões de visitas -- e as republicadas em outros sites alcançaram 121,3 milhões de visitas e o site da Rede Nacional de Rádio ultrapassou 10 milhões. A Rádio Nacional, por sua vez, ganhou podcasts e até um museu, inaugurado em agosto deste ano no Rio de Janeiro.

A gestão representou ainda mais avanços: a EBC foi classificada como a empresa estatal mais bem posicionada em ranking de transparência divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e manteve, pelo terceiro ano consecutivo, o nível mais alto (I) no IG-Sest do Ministério da Economia. Em 2022, o esforço é importante: chegar a todos os estados brasileiros.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem