TV Brasil homenageia Gal Costa neste sábado (12/11) no Recordar é TV

Divulgação

Para homenagear a cantora Gal Costa, o programa Recordar é TV que vai ao ar neste sábado (12), às 22h45, na TV Brasil, resgata uma produção especial com a diva baiana exibida no final da década de 1970 pela TVE do Rio de Janeiro. A artista faleceu nesta quarta-feira (9), aos 77 anos, em São Paulo.

Apresentado pelo saudoso ator Rubens de Falco, o programa conta fatos marcantes da trajetória da musa da Tropicália. Durante a atração da emissora pública, Gal interpreta sucessos como "Baby", "Divino Maravilhoso", "Teto Teco", "Sol Negro", "Meu nome é Gal", "Volta" e "Até quem sabe".

O especial conta ainda com depoimentos de personalidades que comentam sua relação com Gal Costa e refletem sobre a obra da artista. A edição do Recordar é TV traz a participação de nomes como Maria Bethânia, Caetano Veloso, Erasmo Carlos, Dorival Caymmi, Roberto Carlos, André Midani, Augusto dos Campos, Rogério Duprat e Luizinho Eça.

Sobre a homenageada

Natural de Salvador, a artista fez história como uma das maiores intérpretes da MPB. Sucessos como "Chuva de Prata", "Baby" e "Divino Maravilhoso" são alguns hits popularizados em seus shows. Referência para as novas gerações, a baiana deixa uma premiada trajetória e apresentações no país e no exterior.

Gal Costa estava em plena atividade com a turnê "As várias pontas de uma estrela" até realizar um procedimento médico há poucos meses, em setembro. O espetáculo incluía clássicos da música nacional dos anos 1980. A estrela também planejava uma sequência de exibições na Europa ainda este ano.

A cantora fez seu primeiro show em 1964, na inauguração do Teatro Vila Velha, em sua terra natal, junto com personalidades que fariam parceria frequente no decorrer da carreira, como Caetano Veloso, Maria Bethânia, Gilberto Gil e Tom Zé.

Em 1967, a artista gravou seu LP de estreia "Domingo", com o conterrâneo Caetano Veloso. O primeiro disco solo foi lançado em 1969. Gal Costa também integrou o grupo Os Doces Bárbaros formado em 1976 com os amigos Maria Bethânia, Gilberto Gil e Caetano Veloso.

A produção musical de Gal é repleta de inesquecíveis performances nas quais a diva entoou composições de astros do país. Algumas das canções icônicas que conquistaram o público na sua voz foram "Modinha para Gabriela", "Festa do Interior", "Sonho Meu" e "Pérola Negra", entre muitas outras obras.

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato