Header Ads

Paula Fernandes fala sobre beleza e autoconhecimento no próximo episódio do ‘Superbonita’, GNT


Paula Fernandes fala sobre beleza e autoconhecimento. (Imagem/Divulgação)
Na próxima segunda-feira (04), às 21h, no GNT, Karol Conka recebe a cantora Paula Fernandes, no Superbonita, para bater um papo descontraído sobre a beleza da diversidade quando se trata dos cabelos. Paixão nacional, eles refletem escolhas que vão além da cor, tamanho ou penteado. Fora dos estúdios, a apresentadora conhece a vlogueira Luiza Junqueira e a organizadora Elisa Colepicolo, que dividem suas histórias de autoconhecimento e aceitação, e contam como seus cabelos espelham esse processo.

A cantora Paula Fernandes tem no cabelão sua marca registrada. “As mineiras gostam de ter cabelão, de jogar para frente, é um costume, e isso acabou virando uma das marcas da Paula Fernandes. Mas a mudança foi acontecendo de dentro para fora, e eu resolvi cortar bastante. Não me arrependo e hoje adoro. Desapeguei tanto que até pensei em fazer um corte chanel uns tempos atrás”, conta a artista, que também divide seus truques, experiências e dicas de beleza.

Luiza Junqueira adora quebrar padrões e vive em constante transformação capilar. “O cabelo retrata muito quem a pessoa é. Eu, por exemplo, sou alegre e colorida. Já pintei meu cabelo com quase todas as cores do arco-íris”. Para a Youtuber, o cabelo e suas possibilidades expressam aquilo que a pessoa traz dentro de si. “Estava no processo de me aceitar, me empoderar enquanto uma mulher gorda, então pintar o cabelo foi bem significativo para sair da fase em que eu me odiava e entrar em outra em que eu passei a me amar”.  

“Comecei a ter cabelo branco aos 16 anos. No início, tonalizava de brincadeira porque era um fio aqui e outro ali. Com o tempo, não escapei da tintura permanente. O resultado disso foi a perda dos meus cachos. Aos 30 anos eu já estava infeliz”, conta a organizadora Elisa Colepicolo, que hoje quebra paradigmas e assume seus cabelos grisalhos, sem se deixar limitar por eles. “Já ouvi muito ’mulher grisalha não pode ter cabelo comprido, mulher grisalha não pode sair sem maquiagem’. Pode se você quiser. E o que eu quero agora é cabelão”, diz.

Ainda no episódio, a dermatologista especialista no tema, Paula Raso, comenta sobre novas técnicas de lavagem, como a Low Poo e No Poo, enquanto a psicanalista Ana Paula Gomes fala sobre o poder do cabelo para a autoestima. Já a influenciadora Rayza Nicácio dá sua dica de penteado.

Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.