Elifas Andreato fala sobre momentos marcantes de sua carreira no Persona da TV Cultura

Divulgação 

O Persona deste domingo (20/6) recebe Elifas Andreato. O mestre do lápis, das cores, das tintas e das aquarelas, artista gráfico de olhar atento ao mundo ao seu redor, conta na edição sobre sua vida e episódios marcantes da carreira. Comandado por Atilio Bari e Chris Maksud, o programa inédito vai ao ar a partir das 21h, na TV Cultura.

Nascido em Rolândia, no Paraná, conta que veio morar em São Paulo no início da adolescência. Ao relembrar sobre o momento em que começou a estudar arte, Elifas destaca que viveu uma aventura engrandecedora, onde enfrentou suas próprias dificuldades e limitações, além do preconceito contra a pobreza que permanece nos dias de hoje no Brasil. "Esse país que tem vergonha do pobre, que massacra o pobre, que considera que não é parte do povo brasileiro. E eu fiz parte desse povo pobre e a luta para sobreviver nesse mundo pobre, com essa elite brasileira. Foi um trabalho muito difícil."

O jornalista e ilustrador é também conhecido por ser o responsável de diversas capas de discos. Sobre o assunto e as parcerias diz: "As escolhas que eu fiz lá no começo me aproximaram das melhores pessoas das artes brasileiras. E eu me juntei a eles humildemente, fazendo aquilo que eu decidi fazer desde cedo. Eu nunca pretendi outra coisa a não ser servir outras grandes obras, esse é o meu trabalho. Talvez a minha grande obra seja essa, a de embalar e de trabalhar a serviço de outras grandes obras".

Nos anos 70, Elifas se envolveu abertamente na luta contra a ditatura no Brasil. O jornalista comenta que naquele momento a batalha era para reestabelecer a democracia e a liberdade de expressão. "Essa luta continua, eu continuo nessa mesma trincheira. E não mudei de lado, não mudei de opinião a respeito da barbárie que estamos vivendo hoje nesse país", acrescenta.

O Persona ainda apresenta depoimentos de pessoas que fazem parte da vida de Elifas. Entre eles, Rolando Boldrin, Elias Andrato, Tárik de Souza, João Bosco, Tom Zé, Zeca Pagodinho, Othon Bastos. E no quadro Mestre da Persona, o público conhece a história de Cândido Portinari, artista plástico brasileiro que tem grande influência na carreira de Elifas.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem