''Tem muitos reconhecimentos que o funk ainda não tem, mas já invadimos tudo'', MC Don Juan é o destaque do Trace Trends desta semana

Divulgação

No Trace Trends desta semana, a apresentadora Xan Ravelli acompanha a noite de estreia da turnê ''Virada de Chave'', de  MC Don Juan, atualmente, um dos maiores nomes do funk paulista, O show ainda celebra os 10 anos de carreira do cantor e compositor que está em ascensão no funk, sendo um dos artistas  mais baixados e ouvidos no Spotify e nas demais plataformas digitais, somando mais de 9 milhões de ouvintes mensais com vários hits. O episódio vai ao ar nesta quinta-feira (27), às 23h30 no Multishow, e depois fica disponível no streaming da Globoplay. 

Criado na região de Interlagos, zona sul de São Paulo, MC Don Juan compôs sua primeira música aos 10 anos e hoje é um dos fenômenos do funk. O cantor carrega uma bagagem de hits e conquistas em sua carreira emplacando faixas como “Ôh Novinha”, “Bipolar” e “Lei do Retorno”, levando o nome do funk para os grandes festivais de música do país. 

“Eu gosto de ser um cara muito versátil, gosto de estar arriscando e sempre buscando algo a mais. Eu sempre fui muito fã de música e de querer lançar coisas diferentes e onde me arrisquei no sertanejo com a Maiara e Maraisa que foram as primeiras a dar essa oportunidade para gente, porque antes rolava um pouco de preconceito com o funk. Hoje em dia, sou amigo de todos do universo sertanejo.  A rapaziada do sertanejo abraçou o funk com muito carinho e agora o público do sertanejo me cobra para lançar mais hits porque eu consegui acertar várias músicas nesse ritmo tanto com Wesley Safadão e com Léo Santana. Acho que agora vou me arriscar no pagode, sou muito fã do Rodriguinho, que é pai de um amigo meu, e do Mr Dan que são bem próximos, mas um cara que é meu amigo e conversa comigo direto no whatsapp e que nunca imaginei ser amigo é o Péricles, ele será um dos primeiros”, afirma.

Cantando sobre ascensão periférica, o Mc possui um repertório do proibidão ao funk consciente, construindo shows com grandes produtores e apostando em tecnologia para reposicionar o lugar do funk no mercado musical, e fala sobre a consolidação do gênero na música brasileira. "O preconceito das pessoas com o funk é porque nunca buscaram a fundo ver o que a gente faz pelas pessoas da periferia, nós vivemos a realidade. Hoje em dia já mudou muitas coisas acredito que tem muitos reconhecimentos que o funk ainda não tem, mas já invadimos tudo”. 

O show ainda contou com participações especiais como a do funkeiro e amigo de Don, MC Hariel que tem uma parceria de longa data com o cantor. “Don Juan é um moleque muito fértil! Sempre que estiverem com dificuldade em escrever um refrão é só chamar ele que ele é o cara. Ele tem muita facilidade em compor músicas que grudam na cabeça da massa, não é à toa que ele tem mais de 300 hits na pista. Não tem jeito quando você se junta com um cara desse, é igual Pelé e Garrincha ou Neymar com o Ganso”, afirma Mc Hariel. 

Ainda neste episódio, Mc Don Juan cantou sucessos como “Lei do Retorno” e “Passar de Foguetão” e contou com a participação do diretor artístico Tiago Silva, do DJ e produtor Ronald e do funkeiro Mc Ryan SP. 

Com apresentação de Alberto Pereira Jr, Xan Ravelli, Ad Júnior, João Luiz Pedrosa e Kenya Sade, o Trace Trends tem, a cada semana, um episódio inédito exibido todas às  quintas-feiras,  no Multishow, e disponibilizado no Globoplay. 

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato